Após ter escola destruída a pedido do Governo, projeto faz campanha para comprar kombi e criar colégio itinerante no DF

O pessoal da Escola do Cerrado, um espaço criado por voluntários em uma ocupação em Brasília (DF), faz um trabalho super bacana levando conhecimento a crianças de comunidades carentes que têm dificuldade de acesso à escola durante a pandemia. Eles atendem 20 crianças e ainda fornecem alimentação para elas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A escolinha foi montada com muita dificuldade, mas por ordem do Governo do Distrito Federal, a Polícia Militar destruiu pela terceira vez o espaço improvisado no qual funcionava o colégio. Para este projeto não parar de ajudar as crianças, abrimos uma vaquinha na VOAA para apoiar a Escolinha do Cerrado. Clique aqui e colabore!

View this post on Instagram

A post shared by VOAA – a vaquinha do Razōes (@voaa_vaquinhadorazoes)

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O local no qual aconteciam as aulas era feito com madeiras e alguns móveis improvisados. Para muitas crianças, esta era a única forma de ter contato com o que poderia ser uma escola durante a pandemia do novo coronavírus.

Kombi pode transformar escolinha em itinerante

Para que as crianças não fiquem novamente sem aulas e pensando em expandir o projeto, o pessoal da Escolinha do Cerrado planeja comprar uma kombi. A partir da vaquinha da VOAA, ter o automóvel ainda ajudaria o grupo a guardar todo o material usado nas aulas.

Criança estudando deitada no chão
Sem apoio financeiro, crianças do projeto precisam sentar no chão de terra para estudar. Foto: reprodução/Instagram Escola do Cerrado

Atualmente, os alunos da Escolinha do Cerrado estão estudando ao ar livre e sentados no chão. A vaquinha vem para ajudar este projeto e permitir que estas crianças tenham acesso à educação com a kombi adaptada.

Desocupação teria sido realizada contra a lei

A ação que desocupou o espaço no qual funcionava a Escolinha do Cerrado seria ilegal, afirmam voluntários do projeto. Segundo os ativistas, uma Lei Distrital, sancionada em agosto de 2021, proíbe remoções e ordens de despejo durante a pandemia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Voluntários ensinando crianças em ocupação
Voluntários se adaptam para levar conhecimento para crianças da ocupação. Foto: reprodução/Instagram Escola do Cerrado

Apesar da Lei Distrital, o presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Humberto Martins, autorizou a remoção dos moradores da ocupação, após ação ordenada pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

Para que mais crianças tenham acesso à educação de maneira segura, não deixe de apoiar este projeto! Clique aqui e saiba como doar!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,225,343SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mãe doa 450 litros de leite materno para ajudar outras mulheres

A americana Tabitha Frost produz mais leite do que sua filha necessita.

Policial ganha carro em rifa, mas devolve prêmio para ajudar amigo com tumor raro (ES)

Jonatas Teixeira da Silva deu uma grande prova de amizade para Jailson da Silva, de 42 anos! Os dois moram em Alegre (ES) e...

Alunos de BH se juntam para comprar uniforme de colega carente

Não só de histórias de bullying vivem os alunos nas escolas – ainda bem. Uma boa ação dos alunos da Escola Estadual Maria Andrade Resende,...

Senhora transforma terreno abandonado em incrível parquinho em Palmas

O mundo precisa de mais pessoas como Dona Margarida! Margarida Maria da Silva, de 53 anos, mora na cidade de Palmas, no Tocantins e...

Policial que ajudou picolezeiro humilde a ter casa própria ganha prêmio de Vaquinha do Ano

Na noite desta terça-feira (7), conhecemos os vencedores do I Prêmio Razões Para Acreditar, premiação criada para reconhecer histórias extraordinárias de pessoas comuns. O evento...

Instagram