Início ETC Cultura Escola de dança em Palmas (TO) oferece aulas gratuitas a cadeirantes

Escola de dança em Palmas (TO) oferece aulas gratuitas a cadeirantes

Quem disse que a pessoa com limitação física não pode dançar? Não apenas pode, como deve ser incentivada. Afinal, com tantos argumentos contrários a esse direito, a pessoa pode acreditar que realmente a dança não é coisa pra ela.

É exatamente isso que o Stúdio Innovare, em Palmas, Tocantins, se propôs a fazer: incentivar a prática da dança entre pessoas com movimentos limitados gratuitamente. A escola de dança anunciou a abertura de 20 vagas para esse público: 10 para a turma infantil e 10 para a turma adulta.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Quem disse que alguma limitação física te impediria de dançar ? ? O Studio Innovare pensando mais uma vez em levar qualidade de vida e inclusão aos nossos alunos estará disponibilizado GRATUITAMENTE 20 VAGAS , para cadeirantes que queiram estar fazendo aula de Dança em nossa escola , sendo10 vagas infantis e 10 adultos… se tem interesse ou conhece alguém que tenha por favor deixe seu número nos comentários!! #eusouinnovare #casodeamorcomadança

Uma publicação compartilhada por Stúdio Innovare 💜 (@studioinnovare_) em

“Queremos mostrar que a dança é para todos. Mesmo que a pessoa tenha gestos limitados, a dança pode estar presente na vida dela. Levar a dança onde ela pode ser sentida apenas com as pontas dos dedos ou até mesmo com os olhos. Acreditamos que o desejo é maior do que a limitação”, disse a dona do Studio Innovare, Núbia Falcão, em bate-papo com o Razões para Acreditar.

Leia também: Menino comemora o fim do câncer dançando Michael Jackson

Inicialmente, serão oferecidas aulas de ballet, jazz e danças urbanas, de uma a duas vezes por semana. E pensando no deslocamento dos alunos, já que nem todos possuem carro e o transporte público, muitas vezes, não ajuda, a escola busca padrinhos que queiram ajudar.

Núbia conta que os alunos que já se matricularam nas aulas chegaram desconfiados, perguntando se realmente não precisariam pagar mensalidade. “Ou se a família precisa fazer alguma coisa para ajudar a escola. Percebi que deve ser raro esse tipo de apoio, pela forma que eles receberam. Tem muita gratidão no olhar, mas ainda com um pouco de receio.”

Leia também: Professor sua a criatividade para aluna com deficiência dançar na apresentação da escola

Ainda restam 12 vagas: 7 para a turma infantil e 5 para a turma adulta. A escola faz uma seleção, mas até o momento todos aqueles que procuraram as aulas foram aceitos.

O Studio Innovare fica na 108 Sul Alameda, 17, Lote 67, 69, Palmas, Tocantins. O telefone de contato é 3322-0715 ou 9 8409-7348 (WhatsApp).

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

escola dança vagas gratuitas cadeirantes

crédito da foto de capa: Reprodução/Instagram @studioinnovare_

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,407FãsCurtir
1,678,308SeguidoresSeguir
8,225SeguidoresSeguir
10,900InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos

O futuro da medicina está cada vez mais próximo do presente. No Paraná, pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina criaram uma membrana que é...

Vizinhos cuidam da lavoura de família que busca tratamento para filhas

Essa é uma daquelas histórias para encher o nosso coração de esperança nesse início de ano. Mais de 100 pessoas fizeram um mutirão para...

Aluno usa dinheiro que ganhou de aniversário para pagar ida de amigo a excursão

Um gesto de amizade envolvendo dois estudantes da escola Francisco Murilo Pinto em Bragança Paulista (SP) tem comovido milhares de pessoas na internet.

Instagram