Escola de idioma que tem refugiados como professores é inaugurada em SP

O Abraço Cultural, uma iniciativa da organização Atados-Juntando Gente Boa, é a primeira Escola de idioma do Brasil a ter refugiados como professores.

Neste mês, a escola de idioma lançou um método exclusivo para crianças de 8 a 12 aos. O curso ganhou o nome de “Abracinho Cultural”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os pequenos poderão aprender inglês, francês, espanhol e árabe com professores de países como Síria, Congo, Cuba, Haiti, Nigéria, Benim e Costa do Marfim. Uma oportunidade incrível para essas pessoas recomeçarem suas vidas no Brasil, principalmente nesse momento de crise econômica que o país atravessa.

A metodologia do Abracinho Cultural, que teve a colaboração de professores brasileiros e em situação de refúgio no país, usa estratégias de educação formal e informal, para contemplar as três dimensões da aprendizagem: a conceitual, a procedimental e a atitudinal.

O material do curso é composto de um livro de língua e três materiais complementares lúdicos, em formato tridimensional: livro de números, Caleidoscópio das Cores e Livro do Alfabeto.

“Nas aulas do Abracinho Cultural, há um enorme incentivo a outras estratégias de ensino, como a aula dialogada e a construção de projetos, assim como à abordagem de conteúdos procedimentais e atitudinais”, explica Daniella Barroso, uma das professoras brasileiras que participaram da elaboração do material.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essa é uma iniciativa extremamente relevante, que faz com que as crianças tenham a oportunidade de interagir, aprender e trocar experiências com pessoas de outras nacionalidades e assim ganhem mais repertório e empatia.

Leia também:

Campanha encoraja casais homoafetivos a ficarem de mãos dadas em público

Junto com filho, homem realiza sonhos da esposa que morreu durante o parto

Projeto quer romper estereótipos negativos da periferia através da fotografia

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Abracinho Cultural fica na Rua Teçaindá, nº 81, Pinheiros, São Paulo (próximo ao Metrô Fradique Coutinho). Para informações sobre as turmas, horários e valores, clique aqui.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Há 10 anos aposentada oferece café da manhã para coletores de lixo

“Tudo começou quando um dos rapazes da coleta de lixo pediu água”, conta Heli de Jesus Andrade, moradora do bairro Santa Júlia em Itapecerica...

Neurociência descobriu o que o budismo já sabe há anos: não existe um “você” aí dentro

Um pesquisador no Canadá  resolveu utilizar a neurociência para estudar a crença budista da “anatta”, mais conhecida como "não eu". Este conceito da neurociência baseia-se no...

Gaúcho cria delivery de brinquedos e distribui presentes de Natal às crianças carentes

Conhecido pelas iniciativas em prol dos mais vulneráveis, o gaúcho Kaká D'Avila criou um delivery de brinquedos para distribuir presentes de natal às crianças...

Em Fortaleza, motorista de app encontra R$ 8 mil e devolve para passageira

“Não é questão de honestidade, mas de respeito, bom trato e bom senso”, afirma o motorista parceiro da 99, Eduardo Parranhos Neto. Ele encontrou um...

Professora adapta aulas de dança para incluir aluno cego na PB

Para incluir um aluno deficiente visual nas aulas de dança que leciona em Campina Grande (PB), a professora Dany Inô adaptou toda a sua...

Instagram

Escola de idioma que tem refugiados como professores é inaugurada em SP 2