A escola criada na fazenda de uma família que se transformou em referência de ensino e inclusão

O amor é capaz de educar, ensinar e acolher. O amor não enxerga barreiras, limitações,
nem mesmo porteiras e mata-burros! Essa é a verdade que Silvana Patrícia de Vasconcelos passou para Iara e Eduardo, os Caçadores de Bons Exemplos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A escola criada na fazenda de uma família que se transformou em referência de ensino e inclusão 2
Foto: banco de dados do projeto e Caçadores de Bons Exemplos

 

 

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A fundadora e responsável pela Escola Rural Maria Teixeira, em Luziânia (GO), transformou junto com sua família e amigos a chácara de lazer familiar em um espaço de transformação social por meio do amor e da educação.

“São 25 anos de história de dedicação à comunidade rural da região, às crianças, aos jovens, adultos e idosos que não tiveram a oportunidade de estudar. Ali, ao mesmo tempo que se tem espaço para todos, não importando condições físicas ou mentais, cada um é único. Cada jeito de ensinar é especial e particular”, afirmam Iara e Eduardo.

Em busca de alunos

Quando tudo começou, as crianças eram procuradas na redondeza. De porta em porta, de
casa em casa, eles andavam procurando por quem não conhecesse uma escola e assim
foram construindo um lugar seguro para eles.

“Na época as escolas eram muito mais distantes do que hoje e havia crianças especiais em casa, sem estudar, principalmente na nossa região, que é rural. Então, fomos literalmente de fazenda em fazenda procurando crianças sem escola. Para nossa surpresa, as pessoas nos atenderam. Encontramos muitas crianças especiais, que chamamos para estudar conosco. E elas vieram”, afirma Silvana.

Cacadores de Bons Exemplos e Escola Maria Teixeira
Foto: banco de dados do projeto e Caçadores de Bons Exemplos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Hoje, com mais de 250 alunos e 19 turmas, o local atende desde crianças com dois meses de vida até idosos, já que também oferece alfabetização de adultos. A Escola Maria Teixeira recebe crianças autistas, surdas, cegas, alunos com paralisia cerebral e com deficiência física.

“Oferecemos várias modalidades de atendimento e buscamos desenvolver diferentes tipos
de atividades de acordo com a necessidade de cada um. E quando eu olho para tudo o que
foi construído e tantas vidas que passaram por aqui, só consigo me sentir profundamente
agradecida pela oportunidade de sonhar que seria possível uma escola assim, que acolhe a
todos da mesma forma amorosa. Em breve serão três décadas de possibilidades de melhorar como ser humano e isso não tem preço”, sonha Silvana, com os olhos cheios de
amor.

Quer ajudar o projeto e saber mais? Acesse:
Site: Escola Maria Teixeira
Instagram: Escola Maria Teixeira
Facebook: Escola Maria Teixeira

FOTO DE CAPA: banco de dados do projeto e Caçadores de Bons Exemplos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,269,708SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Motorista de ônibus escolar para todos dias no mesmo lugar para alimentar cão abandonado

No Canadá existe um grupo que chama Feed The Furbabies Canada (Alimente os bebês de pelo), que se dedica a alimentar animais resgatados e...

Casais reais participam da campanha do Dia dos Namorados da Endossa

Alguém de SP conhece a Endossa? Eu já fui e visitei algumas vezes lá, e é demais, eles tem um modelo de comércio criativo...

Amazonense é a primeira tetraplégica a saltar de paraquedas no Brasil

A amazonense Nancy Segadilha realizou seu sonho de saltar de paraquedas e, de quebra, se tornou a primeira pessoa tetraplégica do Brasil a concretizar...

Vovó de 87 anos faz desenhos maravilhosos utilizando o Paint

Muitas vezes quando aprendemos alguma coisa nova, damos um novo significado à nossa vida, como a senhora espanhola, Concha Garcia Zaera, de 87 anos,...

Um tatuador está ajudando a melhorar autoestima de mulheres que tiveram câncer de mama

Para a Psicologia, a autoestima (agora sem hífen, segundo as novas normas ortográficas) é o qualitativo de valor que o ser humano dá a si....

Instagram

A escola criada na fazenda de uma família que se transformou em referência de ensino e inclusão 4