Voluntários constroem escola 100% sustentável na periferia de SP com 2.5 milhões de embalagens recicladas

A iniciativa é impressionante e reúne tudo o que tem de melhor de conceitos sobre uma sociedade desenvolvida. A ação reúne voluntariado, sustentabilidade e educação inovadora para quem mais precisa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi em um complexo da periferia de São Paulo que nasceu a escola construída pela ONG Mangalô, com a mão de obra de 600 voluntários. O complexo envolve as comunidades Morro do sabão, Parque das Flores, Jardim Santo André, Comunidade do Rodoanel e Jardim São Francisco, que têm juntas um total de 150 mil habitantes.

Foram utilizados 2.5 milhões de embalagens plásticas e caixas longa vida recicladas, doadas por empresas e pessoas físicas. A escola é 100% sustentável.

Escola sustentável
Foto: Divulgação: Mangalô

A escola foi construída desde sua fundação até o teto, com materiais provenientes da reciclagem, embalagens que certamente poluiriam os rios, mares e aterros“, disse Fernando Teles, fundador e CEO da Mangalô.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sala de aula com mesas
Foto: Divulgação/Mangalô

A escola tem capacidade para atender 100 crianças e terá ensino bilíngue e sistema educacional montessoriano, o mesmo utilizado nos países que estão no topo do ranking de desenvolvimento educacional e humano. Tudo isso será acessível para famílias de baixa renda.

Sala de aula com mesas
Salas têm estrutura para favorecer ensino montessoriano. Foto: Divulgação/Mangalô

“A construção dessa plataforma educacional é a realização de um grande sonho. Sonho de mudar a realidade do nosso país através de uma educação de qualidade, eficiente, inovadora e transformadora”, disse Fernando, que inclusive vem da periferia.

Vaquinha para que a pequena Vitória tenha uma casinha digna para morar

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sala de aula com mesas
Foto: Divulgação: Mangalô

Sei o quanto precisam, afinal, eu sou cria da comunidade, nasci e fui criado em um cortiço na periferia e sempre estudei em escola pública da quebrada. E conseguir unir isso tudo à sustentabilidade ambiental é muito inovador”, disse.

View this post on Instagram

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É com imensa alegria e satisfação que apresentamos pra vocês a 1º escola sustentável, inovadora e montessoriana em um complexo de comunidades, a @mangalomontessori. … Iniciamos um projeto ousado, inovador e de impacto em escala para contribuir de forma significativa com a transformação da educação de nosso país. … Uma transformação que ocorrerá através de uma plataforma educacional física e digital. … Sabemos que para haver uma transformação real em nosso país, precisamos investir em educação de qualidade, e não ocorrerá da noite pro dia. Por isso não podemos mais perder tempo. … Vamos revolucionar a educação de nosso país. Só assim conseguiremos construir um mundo melhor, eliminar o abismo da desigualdade social e da exclusão. … Vamos juntos! 💚🇧🇷📚🧮🏫 … 🎥 : @gublicfilms #montessori #metodologia #montessoribrasil #ensino #future #futuro #crianca #kid #philosophy #filosofia #mariamontessori #children #child #education #educacao #fundamental #elementary #mangalomontessori #pedagogia #professor #professora #educador #curso #Educação #EducaçãoInovadora #MangalôMontessoriSchool #Inovação #Mangalô

A post shared by Mangalô 🇧🇷 (@mangalooficial) on

Método Montessoriano foca no desenvolvimento integral da criança

O método que será adotado pela escola é baseado no modelo de uma estudiosa italiana que foca a educação no desenvolvimento integral da criança a partir do estímulo para a criatividade, as formas de aprendizagem independentes e correlacionadas com o meio da criança, respeitando o seu tempo, o seu ritmo, entre muitas outras características.

Escola sustentável
Foto: Divulgação: Mangalô

E a Mangalô oferecerá, ainda esse ano, através da sua plataforma digital, cursos online de capacitação, aperfeiçoamento e atualização focado no método Montessori para educadores, principalmente para os professores/profissionais da rede pública de ensino. Tudo em formato de plataforma digital e online no estilo Netflix.

Sala de aula com mesas
Foto: Divulgação: Mangalô

Só a educação tem o poder de acabar com a desigualdade social e todas as mazelas sociais que criamos. Se não começarmos já, ficará cada vez mais difícil de reverter a situação, até um dia entrar em um colapso social. Depende de todos nós não permitir que isso aconteça”, finalizou Fernando.

Escola sustentável
Foto: Divulgação: Mangalô

[Nota da Redação]

Estamos com um projeto especial com a Lancôme falando sobre a importância de compartilhar felicidade. Para ler todas as histórias clique aqui.

selo conteúdo original

Quer ver a sua pauta aqui? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,067,715SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

A surpreendente história do homem trans que se descobriu grávido

Kayden Coleman, de 29 anos, é um rapaz transexual que está em tratamento com hormônios masculinos há anos. Um dia, ao sentir dores nas costas, ele...

“Tem açúcar?” Uma plataforma on line de empréstimo de coisas entre vizinhos

Há alguns dias, postamos a matéria do Pumpipumpe, que se trata de um projeto de consumo consciente, onde as pessoas colocam adesivos que representam os...

Câmara de Florianópolis aprova projeto de lei que proíbe uso de agrotóxicos

A aprovação, em segunda votação, foi unanimidade entre os 17 vereadores presentes na sessão desta terça.

Pai filma todo o desenvolvimento de filho prematuro

Este vídeo resume o primeiro ano de vida de Ward. Ele nasceu muito cedo (3 meses e meio antes que o normal), e os...

Pai com doença terminal leva filha ao altar deitado em uma maca

Os convidados gritaram e aplaudiram quando Scott Nagy participou de casamento da filha Sarah sábado na Primeira Igreja Evangélica Luterana na Strongsville, em Ohio. "Foi uma...

Instagram

Voluntários constroem escola 100% sustentável na periferia de SP com 2.5 milhões de embalagens recicladas 1