Escolas no Ceará utilizam cordel para ensinar sobre Lei Maria da Penha

Com o apoio do Instituto Maria da Penha e a Secretaria de Educação do Ceará (Seduc), o cearense Tião Sampaio criou o cordel “A Lei Maria da Penha em Cordel”, que em 2018 já alcançou 38 escolas da rede pública de ensino cearense.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O projeto contou com o auxílio do estado e da iniciativa privada para a distribuição nas escolas. A promessa é que em 2019 se expanda para outros estados do Nordeste. Além da entrega dos cordéis, o Seduc realiza palestras sobre o tema nas escolas.

Leia tambémBares e restaurantes brasileiros começam a abrir espaço para a gastronomia sustentável

Escolas no Ceará utilizam cordel para ensinar sobre Lei Maria da Penha
Alunos aprendem sobre a Lei Maria da Penha por meio da literatura de cordel — Foto: Arquivo pessoal

A literatura de cordel se tornou patrimônio cultural do Brasil em setembro de 2018. O cordel é caracterizado por ser impresso em folhetos e por suas ilustrações.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tradicional e bastante popular nas regiões Nordeste e Norte do Brasil, a literatura de cordel é escrita em rimas, geralmente cantadas, costume que os escritores tinham para atrair o público. Alguns poemas são ilustrados com xilogravuras.

O nome de cordel é originário de Portugal, que tinha a tradição de pendurar folhetos em barbantes. Essa tradição se espalhou para o Nordeste do Brasil, onde o nome acabou sendo herdado, porém a tradição do barbante não se manteve.

Escolas no Ceará utilizam cordel para ensinar sobre Lei Maria da Penha
Familiaridade com o cordel ajuda na compreensão do conteúdo, diz autor — Foto: Arquivo pessoal

Alguns dos muitos cordelistas famosos no Brasil foram Apolônio Alves dos Santos, Firmino Teixeira do Amaral, João Ferreira de Lima, João Martins de Athayde, Leandro Gomes de Barros e Manoel Monteiro.

Para conferir o cordel na íntegra, acesse aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também“Comecei lavando louça, agora sou auxiliar de cozinha no restaurante”: projeto abre portas para mercado de trabalho

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Observatório do Terceiro Setor

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,274,824SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Em uma experiência inspiradora, crianças transformam o dia a dia de um asilo em SP

Duas gerações, com quase um século de diferença, conseguem se conectar? Sempre acreditamos que sim, principalmente depois que publicamos sobre uma instituição em Seattle, nos...

Caixas de TV da Samsung podem se transformar em casinha de gato ou porta-revistas

A Samsung encontrou uma solução perfeita para reciclar as grandes e desajeitadas caixas de televisão ao redesenhá-las pensando em seu reuso como um porta-revistas,...

Jovem está prevenindo suicídio na Inglaterra com mensagens de esperança

“Mesmo que as coisas estejam difíceis, sua vida importa; você é uma luz brilhante em mundo escuro, então, aguente firme”, diz um dos bilhetes.

Mesmo tratando um câncer, professora não abre mão de ensinar seus alunos: “me fazem sorrir”

Para a professora Kelly Klein, educar é um combustível para a vida. E por isso mesmo o fato dela continuar com suas aulas online...

Escócia atende demanda energética de 97% das suas casas com energia eólica

Em 2015, a Escócia produziu energia eólica o suficiente para abastecer 97% de suas casas. Os dados são da companhia do setor de energia...

Instagram

Escolas no Ceará utilizam cordel para ensinar sobre Lei Maria da Penha 1