Escolas do Brasil ganham cartilha digital sobre descarte consciente de resíduos sólidos

A maioria das escolas têm pouco espaço na sua grade curricular para o ensino de educação ambiental. Além disso, há uma escassez de material didático qualificado e gratuito, o que facilitaria o compartilhamento de saberes tão importantes para instruir as gerações mais novas a construir uma relação mais saudável e orgânica com o meio ambiente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Atenta a essa necessidade, a Associação Brasileira de Bebidas (ABRABE) desenvolveu uma série de cartilhas chamadas “Gestos que Mudam o Mundo”, para disseminar nas escolas conceitos de educação ambiental, sem complicação. Um dos objetivos, por exemplo, é ensinar o descarte consciente de resíduos sólidos. As versões para professores e alunos estão disponíveis no site da Associação.

A ideia da ação é transpor as barreias que impossibilitam o ensino de práticas sustentáveis e implementar o material como atividade extracurricular – e, a longo prazo, quem sabe, incluí-las no currículo oficial das escolas. Essa é a segunda etapa do projeto “Ecogesto – Uma atitude sustentável”, que começou em julho deste ano, quando foram distribuídos mais de 4 mil exemplares para escolas da rede pública e particular da região de Capela do Socorro, em São Paulo.

“Cada vez mais a sustentabilidade faz parte da educação das crianças, sabendo disso, vimos a necessidade de um material que ajudasse os professores a ampliar bons hábitos ambientais. A Política Nacional de Resíduos (PNRS) é complexa e envolve todos os elos da cadeia produtiva, incluindo o consumidor final. Por isso, é preciso educar o cidadão desde a infância para o descarte correto de resíduos sólidos. Orientando os filhos, chegamos aos pais e, consequentemente, toda a sociedade”, explica José Augusto Rodrigues da Silva, presidente da ABRABE.

As cartilhas foram produzidas para professores e alunos do 1º ao 4º ano do ensino fundamental e traz os principais conceitos da Política Nacional de Resíduos, como apresentação dos atores envolvidos no processo, orientações para motivar o descarte correto de resíduos sólidos, sugestões didáticas vinculadas aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), de atividades lúdicas e referências bibliográficas, além de vídeos para auxiliar o trabalho do professor em sala de aula.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O material foi produzido pela escritora Januária Cristina Alves, mestre em Comunicação Social pela Escola de Comunicação Social da USP (ECA/USP). Ela é especialista em Ação Cultural com crianças e jovens e especialista em Infoeducação também pela ECA/USP.

Foto de capa via

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,755,527SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Por solidariedade ao dono, cachorro caminha mancando e vídeo viraliza; assista

Não subestime a capacidade dos cães de demonstrarem empatia. Existe até uma explicação científica! Exemplos não faltam e o mais recente é o de um...

‘Já para a cadeia’: senhora de 93 anos realiza desejo de ser ‘presa’

A polícia do Reino Unido prendeu uma senhora de 93 anos! Mas, calma, ela não cometeu nenhum delito: era um desejo dela ser presa,...

Eles trocaram chuteiras por enxadas e limparam um terreno público, doado para prática de esportes

Eles foram até o Campo de Futebol “Arlindo Martins Sório”, que  fica no bairro Jardim Padre Bento, em Itú/SP, para  realizar a limpeza do local....

Homem pula em rio para salvar idoso que estava se afogando, em Portugal

Tem aquelas pessoas que são como super-heróis na vida real, não é? Gente que se arrisca para salvar a vida de alguém que é...

Instagram