No Canadá, alunos com hiperatividade estudam em mesas com bicicleta

Que ideia fantástica! Mais de 400 escolas do Canadá implantaram bicicletas nas mesas de alunos com hiperatividade. A proposta inovadora permite que os alunos gastem suas energias pedalando, façam uma atividade física e ainda consigam melhorar o rendimento escolar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A mesa é igual às carteiras normais, mas têm pedais embaixo para os estudantes com déficit de atenção, principalmente as crianças entre 5 e 8 anos de idade. A maior parte das escolas fica em Québec, onde de 5% a 8% das crianças têm transtorno do déficit de atenção com ou sem hiperatividade (DDA/H).

Segundo o idealizador do projeto, o designer de bicicletas e educador há mais de 30 anos, Mario Leroux, pessoas com TDAH se movem para serem estimuladas e também para manter o foco. “Muitos são como um computador; se o mouse parar de se mover, o computador irá dormir“, diz.

Os alunos com esse comportamento sentam na bicicleta e pedalam por quinze minutos, o que os deixa mais relaxados para dar andamento às aulas. Mas eles também podem ficar pedalando enquanto fazem as atividades, o que distribui a energia e ajuda a manter a concentração.

Criança sentada em mesa com pedais de bicicleta embaixo, pedalando enquanto estuda

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mario começou implantando o projeto há quatro anos na Escola Des Cèdres. De lá para cá, o resultado foi extremamente bom e centenas de outros colégios e até bibliotecas encomendaram as mesas-bicicletas.

Vale muito a pena em uma aula como a minha, onde há muitos garotos que precisam se mudar, ficar caminhando o tempo todo“, disse a professora da 5ª série da escola, Monique Rizk.

Criança sentada em mesa com pedais de bicicleta embaixo, pedalando enquanto estuda

As carteiras adaptadas custam em média mil euros, algo em torno de R$ 4.500,00. Inventor de tudo isso, Leroux montou uma empresa para fabricar as mesas em parceria com uma fábrica norte-americana.

Mesas-bicicletas em sala de aula para alunos com hiperatividade

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Hiperatividade não tem cura e ideia das bicicletas ajuda a manter concentração e foco para toda a vida

Os estudos mostram que a hiperatividade não tem cura, apesar de ter tratamento com medicamentos. Por isso, a ideia pode ajudar no desenvolvimento de formas de administrar o déficit de atenção.

“Como o medicamento não cura, a criança permanece com o mesmo problema. São necessárias ferramentas para que a criança aprenda a gerenciar seu problema de atenção“, disse o doutor em neurociência e psicoterapeuta Joël Monzée.

“Frequentemente, os jovens hiperativos se concentram melhor quando conseguem manter um certo nível de atividade motora. Apoiar os jovens com ferramentas adaptadas às suas necessidades é essencial“, avaliou a doutora Annick Vincent, especialista em déficit de atenção.

Que inovador, não é?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

[Nota de Redação]

O seu Zezinho tem 68 anos e nunca foi à escola. Ele queria muito aprender o alfabeto e finalmente poder escrever o próprio nome. Gentil toda vida, uma professorinha de 9 anos começou a ensinar o vendedor de picolé a ler e escrever.

Inspire Fundo: Menina ensina vendedor de picolé a ler e escrever

“Eu tinha o sonho de aprender a escrever o meu nome, e ela me ajudou. Ela faz prova, manda dever de casa, é a coisa mais linda”..Esse conteúdo é uma colaboração entre Algar e Razões Para Acreditar, mensalmente acompanhe lindas histórias como essa! #razoesparaacreditar #inspirefundo

Publicado por Razões Para Acreditar em Sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

[Participe da campanha para comprar uma Carreta para um pai que abriu mão da sua ferramenta de trabalho para comprar bicicletas para os filhos. Clique aqui e faça a sua doação.]

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte/Fotos: a RelèveJournal de Montreal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,269,708SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Estudante cria garrafas de água biodegradáveis feitas com algas como alternativa ao plástico

O plástico causa sérios problemas ao meio ambiente por não ser biodegradável. Preocupado com a quantidade de garrafas de plástico que descartamos na natureza,...

Fotógrafa é pedida em casamento durante cerimônia falsa planejada pelo namorado

A fotógrafa Laura Alvarenga foi contratada para fazer as fotos de um casamento em Belo Horizonte no dia 23 de junho. Era mais um...

Cartões para dizer “Eu te amo” de uma forma nada convencional

A nossa forma de dizer "eu te amo" muda conforme nossas relações se desenvolvem, mas uma coisa é certa - humor muitas vezes ajuda!...

Casal gay adota criança de 11 anos e quebra tabu da adoção tardia

No Brasil ainda existem muitos tabus a serem quebrados e esse casal já parece ter quebrado já um par deles. Tony Reis e David...

Mulher alegra o dia de animais em abrigo alimentando-os com “puppuccinos”

"Sabe como alegrar o dia de um cão de abrigo? Bem, compre para eles algumas caixas de puppuccinos, é claro". Foi essa a legenda...

Instagram

No Canadá, alunos com hiperatividade estudam em mesas com bicicleta 2