Escolas públicas de MS testarão ensino inspirado na Escola da Ponte, sem aulas e provas

Duas escolas públicas de Mato Grosso do Sul passarão por reformas significativas no seu modelo de ensino e aprendizagem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Inspiradas na Escola da Ponte, as aulas não serão mais divididas por disciplinas; os alunos não terão provas e os professores serão orientadores de estudo. As aulas expositivas darão lugar ao método de pesquisa, respeitando a velocidade de aprendizado de cada aluno.

“Os dados apresentados nas avaliações de larga escala, como o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), demonstram que o sistema de ensino não dá mais conta das necessidades de nossos estudantes e também da sociedade contemporânea”, diz, Maria Cecilia Amendola da Motta, secretária de Estado de Educação.

“Não teremos aulas e sim tempos de estudos, onde os estudantes serão orientados pelos professores das diversas áreas de conhecimento para o desenvolvimento de suas pesquisas e aprendizagens. A organização dos tempos de estudos será flexível, porém com o tempo delimitado de 8 horas diárias”, disse a secretária.

A pasta informou que cada escola vai desenvolver suas práticas e orientações de estudo atendendo a demandas específicas. Perguntada sobre a forma de avaliação, a secretaria disse que “se dará sobre a produção diária do estudante, será contínua, diagnóstica, formativa e preventiva”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O objetivo é que o modelo seja implantado em outras unidades que desejam fazer a mudança. “Essa implantação será um processo gradativo, pois, necessitamos proporcionar formação para toda a comunidade escolar”, afirma a secretária.

via [Uol]

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,279,775SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Levando arte para crianças e moradores da região da Cracolândia

O Bruno Clelis me mandou um vídeo bem bacana sobre um projeto desenvolvido na Cracolândia, vejam o que ele diz: Eu disse que a arte...

Os coleguinhas da escola chamaram ele de menininha porque gosta de pintar as unhas. Desde então seu pai agora faz o mesmo.

Somos apaixonados por pais que deixam seus filhos serem livres e de mente aberta para o mundo, por isso, saber de uma história como...

Obra de Tarsila do Amaral supera Monet e se torna mais vista do Masp em 20 anos

Pintora, desenhista, tradutora, artista plástica... Ela foi de tudo um pouco e revolucionou os movimentos culturais, escolas e estilos que permearam as artes e...

“Eu tenho 90 anos. Vou cair na estrada”, diz velhinha diagnosticada com câncer

Imagine perder o marido para um câncer e, como se não bastasse, ser diagnosticada com a mesma doença. É o caso da americana Norma, que...

Amor olímpico: mais dois pedidos de casamentos são feitos na Rio 2016

O amor está no ar, no mar, na terra e nos estádios e parques olímpicos. Semana passada, a jogadora da seleção brasileira de rugby Isadora...

Instagram

Escolas públicas de MS testarão ensino inspirado na Escola da Ponte, sem aulas e provas 2