Esfiharia reabre e aumenta vendas em 400% após ser humilhada por jornalista

Depois de mais de um mês fechada, no último fim de semana, a Esfiharia Planet, de Aracaju (SE), reabriu as portas para atender sua clientela. Em apenas três noites de funcionamento, o negócio vendeu mil esfihas, 400% a mais do que vendia no mesmo período.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É tanto pedido, que tem noites em que é preciso fechar mais cedo. “A sensação é de felicidade. O que eu vendi em três dias era o equivalente a um mês inteiro no início“, disse Matheus Nunes, dono da esfiharia.

A história da Esfiharia começou a mudar depois que Matheus pediu para um jornalista fazer uma divulgação do negócio em troca de esfihas. O jornalista ficou ofendido com a oferta e humilhou a esfiharia na sua rede social.

Depois do episódio, a Planet recebeu centenas de encomendas num só dia. Foi tanto pedido que o forno queimou. 🤯

A esfiharia recebeu apoio de famosos como o influencer Hugo Gloss e ganhou até eletrodomésticos da Brastemp:  uma geladeira, um fogão, um microondas e um freezer.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Esfiharia humilhada por blogueiro ganha esquipamentos
Dono da esfiharia pôde escolher eletrodomésticos doados pela Brastemp. (Fotos: Arquivo pessoal)

Enquanto a esfiharia estava fechada, Matheus criou uma vaquinha online para alavancar o negócio. Nesse período ele também buscou orientações do Sebrae e reabriu a Planet em um espaço melhor.

Ah, o forno novo da esfiharia ele conseguiu comprar dividindo o pagamento em várias parcelas. A esfiharia também está recebendo a ajuda da Associação Comercial do Estado de Sergipe e de outros negócios locais.

Esfiha produzida por esfiharia humilhada por blogueiro
Segundo Matheus, as esfihas estão mais saborosas por causa dos produtos de primeira qualidade que ele ganhou de uma empresa argentina após repercussão do caso. Foto: Arquivo pessoal

Matheus começou o negócio com a noiva em dezembro do ano passado. Hoje, a família toda tem que trabalhar para dar conta da demanda. “Literalmente era algo que minha família não acreditava, principalmente meu pai. Agora ele está tão empolgado“, disse. Apenas os entregadores não são da família.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Família de esfiharia que foi humilhada por blogueiro.
Matheus precisa agora de toda a família para produzir as esfihas. Foto: Arquivo pessoal

O próximo passo da esfiharia é criar um aplicativo para os clientes fazerem os pedidos e um espaço físico, já que hoje o serviço é apenas delivery.

Durante o Mês da Mulher, nós aqui do Razões junto com O Boticário contaremos histórias de mulheres que ajudam mulheres. Vamos falar sobre essa linda rede de apoio, para mostrar que #SomosFeitasDeTodas. Acesse as histórias aqui.

conteúdo original

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,782,693SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

10 motivos porque Chris Pratt é o ator mais legal de Hollywood

Vamos falar de coisa boa? (Não, não é Top Therm), é sobre o ator Chris Pratt, ele já apareceu no Razões algumas vezes (relembre...

Ela já sofreu com queimaduras, e hoje aplica técnica especial de tatuagem para cobrir marcas de outras vítimas

"O meu cirurgião plástico me disse para pegar meu dinheiro e tirar umas férias, mas eu senti que para mim não era o fim." E...

Menino de 5 anos pedala 3km à noite, debaixo de chuva, para salvar pai de infarto

O menino deixou a irmã de dois anos com o pai inconsciente e pegou a bicicleta para ir até o trabalho da mãe, que fica 12 quilômetros de distância da sua casa.

Candidatas do Miss Peru quebram protocolo e falam sobre a violência contra mulheres

O que é a medida do busto, cintura ou quadril perto de estatísticas aterrorizantes de feminicídio?

Moradora dá água para vizinhos que estão há 2 meses sem abastecimento

Em São Valério da Natividade, no Tocantins, a dona de casa compartilha a água do seu poço artesanal com os vizinhos.

Instagram