Espanha aumenta licença paternidade para 8 semanas – em 2021, serão 16

Uma nova lei aprovada pelo governo espanhol expande de 5 para 8 semanas a licença paternidade dos seus cidadãos, entrando em vigor no dia 1° de abril.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O governo também aproveitou a decisão para expandir o auxílio a famílias pobres, agora de 588 euros (R$ 2540) por filho.

Nas primeiras duas semanas de vida da criança, o pai biológico poderá ficar completamente afastado do trabalho. As seis semanas seguintes da licença obrigatória podem ser negociadas – isto é, interrompidas ou dividas, – desde que sejam cumpridas até o bebê completar um ano de vida. Todo o período deve ser remunerado.

Segundo um levantamento do governo espanhol, a extensão do período de afastamento deve fazer com que os gastos federais aumentem 226 milhões de euros e o das empresas, 53 milhões de euros.

A lei prevê uma transição gradual da licença, de maneira que até 2021 o tempo da licença-maternidade e licença-paternidade se igualem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia tambémRelato de pai sobre a paternidade diz muito sobre a maternidade

Em 2019, serão 8 semanas. Em 2020, 12 semanas. Por fim, em 2011, 16.

Auxílio a famílias pobres

O decreto também garante às famílias em situação de pobre um auxílio de até 588 euros por criança durante um ano, que pode ser prorrogado a depender da situação financeira.

Para famílias pobres em geral, a compensação assistencial também aumentou: de 291 euros anuais, para 341.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Espanha aumenta licença paternidade para 8 semanas - em 2021, serão 16
Pai brinca com filho em Barcelona, na Espanha. Foto: Reprodução / Pixabay

De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística, em 2017, 31% das pessoas menores de 16 anos estavam em risco de pobreza ou exclusão social na Espanha, o que representa um total de dois milhões de crianças. Mais: 630 mil crianças vivem em domicílios em situação de extrema pobreza no país.

Bônus para contratações

Por fim, a nova lei determina um bônus para empresas que realizarem contratações de pessoas desempregadas há muito tempo. Elas poderão ser beneficiadas com 1.300 euros por ano para cada empregado novo nessa situação. Se for mulher, o valor sobe para 1.500 euros.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O bônus extra para mulheres tem por objetivo reduzir a disparidade com desempregados homens, uma vez que as mulheres representam chocantes 64% do total de pessoas sem trabalho.

Empreendimentos que transformarem voluntariamente contratos temporários de trabalhadores agrícolas em contratos fixos também serão recompensadas.

Leia tambémLicença paternidade de 8 semanas é um dos destaques do relatório anual da Johnson & Johnson

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: G1

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,238,290SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Enfermeira descobre que novo colega é um bebê de quem ela cuidou

Quando você descobre que o mundo é realmente um lugar pequeno.

Marca faz vídeo para celebrar o que realmente importa no dia do “fim do mundo”

Os rumores sobre o fim do mundo estão dando o que falar no Brasil e mundo afora. A Coca-Cola aproveitou esse momento para trazer...

Menina de 9 anos costura travesseiros para pacientes com câncer: “todos precisam de conforto”

A estudante Abbi Zamani, 9 anos, sabe muito bem que as pessoas que estão em tratamento contra o câncer precisam se sentir amadas e...

Menino faz método canguru em irmãzinha prematura e a sua reação é a mais fofa

Aiiii, que fofo. ❤ Gente, o pequeno Pedro Yuri, de apenas 8 aninhos, estava super ansioso para conhecer suas irmãzinhas gêmeas recém-nascidas. Quando ele chegou...

Viúva que luta para sustentar sozinha os filhos comove voluntários e ganha vaquinha para reformar sua casa

Fátima é uma daquelas mulheres que a gente pode chamar de guerreira! Ela encarou a morte do marido e hoje, aos 44 anos, busca...

Instagram