Array

Espanhóis criam pulseira que permite sair de casa respeitando o distanciamento social

Seis jovens espanhóis desenvolveram uma pulseira que permite que as pessoas circulem e convivam normalmente respeitando o distanciamento social.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É um dispositivo que alerta ao usuário a distância segura de outra pessoa.

Quando duas pulseiras entram em contato, elas vibram e emitem um som indicando aos portadores que não estão mantendo uma distância segura”, explicou o cofundador Jacob Dominguez.

Além desse alerta de desrespeito à distância mínima, ela avisa se alguém por perto deu positivo para o novo coronavírus através de um aplicativo de celular.

Pulseira preta em um fundo branco
Foto: Wardoo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Apoie um trabalhador autônomo nessa crise e faça sua doação no Mercado Solidário. Clique aqui para contribuir. 

A equipe da startup Wardoo tem seis amigos, sendo um engenheiro de informática, um engenheiro industrial, dois comunicadores e dois administradores.

A startup está negociando com o Governo Brasileiro para a implantação da pulseira no Brasil. A pulseira e o app também devem ajudar a coletar informações sobre circulação de pessoas e fluxos.

Cada dispositivo deve custar em média R$ 85,00. A ideia é aplicar a espaços como shoppings e áreas comerciais.

“Não é só uma pulseira de distanciamento social, é uma pulseira de consciência social. Temos que aprender a viver mantendo a distância e esta pulseira é só um lembrete disso”, explicou o cofundador do projeto Carmelo García.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tela de celular com aplicativo ligado a pulseira que ajuda a manter distanciamento social
Foto: Wardoo

Um estudo feito pela Universidade de Harvard aponta que o isolamento pode durar até 2022. Então, a medida poderia ajudar para o retorno de atividades essenciais e de lazer, como fazer as compras, viajar, ir a hospitais, restaurantes e shows.

“A ideia da pulseira surgiu agora no confinamento com um fim muito claro, solucionar a preocupação social sobre como voltarão os nossos filhos à escola ou como poderemos ir pra o shopping com segurança”, finalizou Carmelo.

selo conteúdo original

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,560,438SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Corredor Daniel Grace sobe pico com o filho que tem paralisia cerebral nas costas

O corredor Daniel Grace fez muita gente chorar carregando seu filho nas costas até o topo do terceiro ponto mais alto do Brasil.

Idosa internada com falta de ar por causa da Covid-19 pede pra dançar forró antes de exame para retirada de oxigênio

Dona Maria Ferreira, de 74 anos, mostrou que a falta de ar e a insuficiência cardíaca adquiridas pela Covid-19, não eram suficiente para impedi-la...

Com cirurgia inovadora de implante de córnea sintética homem cego recupera a visão

Através de um implante inovador usando uma córnea sintética, um idoso de 78 anos que é cego, recuperou a visão. A novidade veio de...

Após a aula, este professor leva seus estudantes em segurança para suas casas

A foto de um professor fazendo mais pelos alunos, escola e a comunidade, além dos seus deveres viralizou, nas redes sociais. Em 28 de setembro, a moradora de Memphis,...

O mundo ainda vai precisar de carros? Sim, mas não do jeito que estamos acostumados a usar

O automóvel sempre vai fazer parte das soluções de mobilidade, mas não podemos pensá-lo como única solução.

Instagram