Ele ficou ao lado dela na depressão: “Quando eu perdi o amor próprio, ele estava lá”

Clique e ouça:

A história de união desse casal é linda demais! Gabriela Oliveira, 26 anos, vivia uma vida feliz com João Paulo, 33 anos, e a filhinha deles, Alice, que hoje tem 6 anos. Tudo ia muito bem, até que a depressão atingiu em cheio a Gabi.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas ela tinha JP: “Quando eu perdi o amor próprio, ele estava lá me amando”. Gabi é fotógrafa e sempre foi muito vaidosa, ‘pra frente’, como ela diz. Mas a rotina de trabalho, os cuidados com a filha e com a casa a colocaram pra baixo.

“Me isolei, me escondi, me entreguei a uma cama e a uma rotina sem graça.”

Gabi engordou 40 kg, se afastou de familiares e de amigos. “Eu, que amava a vida, amigos, sair, praia, balada, sorrir, me vi isolada em um quarto, escondida do mundo! Sem pentear o cabelo, sem me cuidar e sem sorrir”, lembra.

JP e Gabi já moravam juntos nessa época porque Alice tinha nascido há pouco tempo. João Paulo passou a fazer tudo dentro de casa, cuidar da filha e, principalmente, cuidar da esposa. No momento mais difícil da vida dela, ele demonstrou o quanto a ama.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

View this post on Instagram

Quando achei que tudo estava perdido, ele estava lá dando soluções… Quando eu não acreditava mais em mim, ele estava lá acreditando e me colocando pra cima… Quando eu perdi o amor próprio ele estava lá me amando e sempre demostrando o amor… Quando todos me apontavam o dedo, falando que eu estava horrorosa e que tudo era preguiça, ele estava lá, me chamando de princesas!!!! Nos piores momentos da minha vida, ele estava lá sempre do meu lado… Ele sempre esteve comigo, sempre acreditou e sempre me ajudou… Eu não lembro de um dia ele ter me ofendido, me colocado para baixo, me deixando de lado ou demostrado vergonha. Enquanto a depressão já fazia isso por mim, ele fez ao contrário. Nunca deixou de me elogiar, de cuidar e de me namorar… Ele também sofreu junto, mas não desistiu de mim e muito menos de nós… Quanta coisa ele abriu mão, quanta coisa ele fez, como foi paciente!!! Quem é mais próximo sabe o quanto o bixinho penou… *Quando eu já não era a mesma pessoa que ele conheceu, nem fisicamente e nem psicologicamente, ele não me abandonou um minuto!!!* Coisas que ninguém fez ou faria ele foi e fez… Foi e mostrou o que significa UNIÃO, PARCERIA E AMOR, mesmo sem eu merecer tanto! Sempre foi meu melhor amigo, meu maior incentivador, um verdadeiro porto seguro. Sem ele com certeza a volta por cima teria sido mais difícil (isso se sem ele eu tivesse conseguido). Que sorte a minha! Um dia quero retribuir! Gratidão, respeito, admiração e orgulho, nunca faltarão aqui. O CARA É DIFERENCIADO, O CARA É FODA e o mundo precisa saber disso!!!! ❤️✨ ⠀ Via @gabioliveirabarros

A post shared by Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) on

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Quando achei que tudo estava perdido, ele estava lá dando soluções… Quando eu não acreditava mais em mim, ele estava lá acreditando e me colocando pra cima… Quando todos me apontavam o dedo, falando que eu estava horrorosa e que tudo era preguiça, ele estava lá, me chamando de princesa!!!!”

Marido que ajudou esposa a superar depressão anos mais tarde com ela curada
Foto: Arquivo pessoal

“Gabi é diferenciada, por onde passa todos amam, a mulher mais incrível que conheci e eu sempre tive a certeza de que valeria a pena lutar por ela e por nossa família. Se eu virasse as costas para ela, poderia ter acontecido algo pior”, disse ele.

“Eu não lembro de um dia ele ter me ofendido, me colocado para baixo, me deixando de lado ou demonstrado vergonha. Enquanto a depressão já fazia isso por mim, ele fez ao contrário”, contou Gabi.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mal sabe ela que minha força veio dela mesma… Passaria por tudo de novo, se fosse preciso! Ela esteve comigo nos meus piores momentos também, nas minhas piores fases sem soltar a minha mão. Passamos por tudo e de mãos dadas, ela também nunca desistiu de mim! Eu só ajudei a ela mesma a trazer a mulher que eu conheci de volta”, disse JP.

View this post on Instagram

Gabi postou um texto esses dias sobre minha importancia na recuperação dela da depressão. Mas mal sabe ela que minha força veio dela mesma… Passaria por tudo de novo, se fosse preciso! Gabi sempre foi diferenciada, quem conhece sabe, e isso me fez apaixonar e querer ela do meu lado. Ela me ensinou muito e me fez ser o que mudaria todo meu jeito: me fez pai. Me tornei um ser humano melhor depois disso… Me ensinou oq é amor, como ser forte, e como é lindo uma mulher independente. Pq ela é isso: forte e independente… Esteve comigo nos meus piores momentos também, nas minhas piores fases sem soltar a minha mão. Desemprego, pobreza, na falta de saúde, em minhas frustrações, passamos por tudo e de mãos dadas, ela também nunca desistiu de mim! Teve paciência para esperar nosso tempo e hoje estamos colhendo os frutos da nossa parceria … Nunca que eu desistiria dela no seu pior momento, nunca!!! Eu só ajudei a ela mesma a trazer a mulher que eu conheci de volta, pois por um tempo ela sumiu dela mesma… E a depressão infelizmente da isso…. Eu no mínimo posso dar meu máximo para ela. É melhor do que sonhei, idependente e acima de qualquer coisa … Tenho certeza que fiz o que eu gostaria e sei que faria por mim… Não somos um casal perfeito, longe se sermos, mas aqui tem respeito, admiração, orgulho, parceria e amor a a cima de tudo! Eu te amo, cremosa… não quero te perder nunca, nunca iria permitir essa essa doença te tirar de mim…. ❗E homens: pelo amor de Deus nao desista das suas parceiras isso é uma fase. É difícil? É muito pra caramba!!!! Mas com apoio é mais fácil … Ouça ela, ajude, apoie, não puxe pra baixo nunca, só pra cima … Aprendi muito e depressão não é frescura é doença e seu desprezo pode fazer tudo piorar e seu apoio melhorar! Depois você mesmo vai colher o que você plantou ali. Siga firme! 🤙🤙🤙🤙

A post shared by João Paulo (@jotape_merlo) on

Realmente, o amor exige cuidado e atenção! A atitude de João Paulo é como a do Adílio, que há 12 anos cuida da esposa em estado vegetativo.

Com apoio de JP, Gabi superou a depressão

Superar a depressão não é algo fácil e exige ajuda de um profissional. No momento em que recebeu o diagnóstico de depressão e de obesidade mórbida, Gabi procurou ajuda e começou a reescrever a sua história. “A depressão escolheu a pessoa errada”, disse.

Marido que ajudou esposa a superar depressão com a filha no Natal
João Paulo e Gabriela com a filhinha Alice, de 6 anos. Foto: Arquivo pessoal

E foi com o incentivo de JP que ela não desistiu.

“Nunca deixou de me elogiar, de cuidar e de me namorar… Ele também sofreu junto, mas não desistiu de mim e muito menos de nós… Quando eu já não era a mesma pessoa que ele conheceu, nem fisicamente e nem psicologicamente, ele não me abandonou um minuto!!! Sem ele com certeza a volta por cima teria sido mais difícil”, falou.

“A vontade de viver voltou, quero sair, recuperar tudo que perdi. A Gabi de antes está aqui hoje, melhor que antes.”

Marido que ajudou esposa a superar depressão com ela grávida
Gabi e JP quando estavam grávidos de Alice. Foto: Arquivo pessoal

Gabi pediu JP em casamento

Depois de tudo o que passaram juntos de as coisas estarem bem melhores, Gabi pediu JP em casamento. Olha só a reação dele, é contagiante:

View this post on Instagram

Certa vez (quase 8 anos trás) JP me pediu em casamento, mas como eu já estava grávida da Alice fomos morar juntos e não casamos, não deu! Porém, sempre foi uma vontade dele e eu achava desnecessário, nunca levei a frente, acreditava que juntado na fé, casado é , sabe? O tempo passou, e a alguns anos atrás, em uma fase ruim e difícil que passamos, foi preciso vender a aliança de ouro que usávamos desde o pedido dele. Algo simples, eram só alianças, mas me lembro como foi triste e o quanto eu sentia que ele estava frustado com isso… Ter que vender algo simbólico, para pagar as contas de casa! O tempo passou mais um pouco, a roda gigante da vida rodou, muita coisa aconteceu, Deus agiu, me incomodou e hoje foi minha vez de pedir para a gente "casar de verdade", de papel passado e com bençãos do jeito que ele sempre quis. Foi minha vez de comprar as alianças de volta e foi minha vez de provar que eu nunca esqueci de nada e que os sonhos só estavam guardados. Foi dia de mostrar pra ele que depois de tudo o que ele fez por mim, depois de anos juntos eu senti a vontade de realizar esse sonho que era dele e que pelas atitudes dele mesmo, esse sonho passou a ser meu também. A reação dele não podeira ser diferente, quem me conhece sabe que não sou tão romântica, que nunca sonhei em casar e sempre coloquei outras prioridades, então por essa, nem eu mesmo esperava, imagina ele que sonhava ao contrário. Tudo acontece no momento certo. Agora , vai! Por nós três 👰👸🤵 Te amo @jotape_merlo, hoje tenho a certeza que somos melhores juntos! E obrigada pelo vídeo @ynatalli e @ebertbaiense , que sorte encontrar vocês ontem ♥️

A post shared by Gabi Oliveira (@gabioliveirabarros) on

Uma linda história de amor incondicional, né, gente? Ai, meus lencinhos… 💜💜

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

conteúdo original

 

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,051,455FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
17,379SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Homem com deficiência humilhado por atraso de salgados se surpreende com apoio: “o telefone não para”

Coisa mais linda essa corrente de solidariedade, o Rafael tá sem acreditar! Rafael foi humilhado por um cliente que não aceitou o atraso da sua...

Cãozinho é reprovado em treinamentos da polícia por ser ‘dócil demais’

E essa carinha de: "Alguém brinca comigo, por favor!"?

Homem cria “restaurante” 24 horas para alimentar cachorros de rua

João Araújo mora em Palmas, no Tocantins e é gerente de uma loja de peças para motos. Ele sempre se preocupou com os cachorros de rua da...

“Eu quito!”, diz Tatá Werneck para seguidora que desabafou sobre dívidas na pandemia

A Tatá Weneck se ofereceu para pagar as dívidas de uma seguidora depois que ela postou um meme no seu Instagram. O meme é uma...

Jovem ‘zombada’ por vender sacos de lixo para ajudar a mãe não abaixa a cabeça

A estudante de enfermagem Clara Soares, 18 anos, vende sacos de lixo e panos de chão em Ceilândia (DF) para ajudar a mãe. Enquanto batia...

Instagram

Ele ficou ao lado dela na depressão: “Quando eu perdi o amor próprio, ele estava lá" 14