Estilista de rua que cobra R$ 1 por croqui e consegue visibilidade graças a um post no facebook

Tudo começou com um post no facebook, e a repercussão saiu do mundo virtual e foi para o real.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Carlos não sabe escrever, mas usa as mãos e um lápis para fazer outra coisa: desenhar. Ele é um estilista que apresenta suas obras no Centro de Niterói. A mestranda da Universidade Federal Fluminense (UFF) Deborah Lima encontrou com ele na rua, se encantou pelos projetos de roupas e descobriu que ele custavam R$ 1. Em sua página no Facebook, Deborah divulgou como foi conversar com o estilista.

“Eu: – Posso pegar qualquer um que eu quiser por um real? Ele: – Pode sim! Peguei o desenho. Ele: – Desculpa ele estar sujo… é que eu fico no chão… Me dá aqui, vou tentar limpar com a borracha – pausa – Não. Vou deixar assim. Essa sujeira faz parte da minha arte. Eu: – Muito lindos mesmo! Parabéns! Porque o senhor não assina eles depois que termina? Ele: – É que eu não sei ler nem escrever…”, contou a estudante em seu perfil na internet. Ela logo ensinou como assinar “C” para o homem.

Deborah ainda explicou que ficou impressionada com a precisão e a criatividade de Carlos:

“Comecei a perguntar pra ele onde ele teria aprendido a desenhar com tanta perfeição. Ele respondeu que aprendeu na rua, vendo vitrines… As roupas? Ele inventa da própria cabeça”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Captura de Tela 2013-09-10 às 18.51.39

Ele diz que seu sonho é ir no Luciano Huck. “Ele é um cara de muito bom coração, eu queria muito que ele me ajudasse, fazendo tipo um desfile de moda da minha coleção. Eu tenho uma coleção inteira desenhada em casa, mas essas eu não trago pra rua. Elas valem muito, sabe? Eu venho pra rua pra vender meus desenhos porque eu preciso, e porque também tenho esperança que alguém me veja e me coloque na internet, me mostre pra ele. Se ele não puder fazer o desfile pra mim, eu queria ao menos os panos pra tentar fazer as roupas!”, disse Carlos a Deborah enquanto ela esperava seu ônibus chegar.

Se depender dos internautas, o marido de Angélica logo saberá da história. Desde o dia 23 de agosto, quando a história foi compartilhada na internet, já foram mais de 200 mil compartilhamentos.

O post ganhou tanta repercussão, que foi parar na TV aberta, e uma parte de seu sonho foi realizada, vejam:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Texto do site Extra.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,272,726SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cadela abandonada passa dia recebendo carinho pra ver o lado bom dos humanos

Pat é uma pequena cadela que foi encontrada na rua, presa à correntes e desnutrida. Quando uma pessoa é capaz de deixar um animal...

Calendário 2020 de bombeiros australianos ajudará crianças com queimaduras

O calendário patrocinado pelo Corpo de Bombeiros já levantou mais de US$ 3 milhões (R$ 12,3 milhões) para dezenas de instituições filantrópicas e sem fins lucrativos desde 1993.

Jogador emociona mãe de menino autista com atitude nobre

O jogador de futebol americano Travis Rudolph, do Florida State, emocionou mãe de um menino autista com uma atitude nobre. Recentemente, Travis e alguns...

Gatinha de estimação dorme em ensaio ‘newborn’ para derreter nossos corações

A mamãe e fotógrafa de Luna criou um calendário com as fotos e o lucro da venda será doado para uma ONG de proteção aos animais.

Curso sobre entendimento coletivo do funcionamento do cérebro chega a São Paulo

O funcionamento do cérebro humano sempre foi tema de muita curiosidade. Pensando nisso, a Valkíria Inteligência Coletiva está trazendo para São Paulo, depois de...

Instagram

Estilista de rua que cobra R$ 1 por croqui e consegue visibilidade graças a um post no facebook 3