Estilistas do Capão Redondo desfilam coleções na Oscar Freire

A busca por novos talentos da moda em uma das comunidades mais populosas e carentes – de serviços básicos – de São Paulo foi o que inspirou a jornalista Nádia de Mello a criar o projeto Descobertas do Capão em parceria com a designer de moda Bruna Castro no Capão Redondo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A comunidade do Capão Redondo tem um potencial criativo que o mundo precisa conhecer. Para isso, é necessário criar plataformas – no sentido de projetar as criações dos moradores locais –, como tem feito Nádia e Bruna desde setembro de 2017, quando surgiu o Descobertas.

No meio do caminho, algumas pessoas saíram do projeto, “porque arrumaram emprego. E a pessoa precisa. Por mais que ela queira continuar, tem contas para pagar”. Outras desistiram por questões de saúde. De toda a turma que começou o projeto, restaram apenas duas alunas, Ana Carolina Santos Barcelos, 22 anos, e Karen Marques, 21 anos.

idealizadoras projeto descobertas do capão
A designer de moda Bruna Castro e a jornalista Nádia de Mello, idealizadora do Descobertas do Capão

Elas já eram costureiras antes do projeto começar. E a ideia do Descobertas é justamente transformar essas profissionais em estilistas. “Quando essas pessoas vão trabalhar com a moda é tudo muito voltado para a costura. E isso começou a surgir um incômodo muito grande. Por que todo mundo na comunidade só pode ser a costureira?”, questiona Nádia. “Não desvalorizamos a profissão. Mas, por que na periferia ela não pode ser etilista?”, reforça Bruna.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As jovens estilistas dão vida aos seus looks com uma técnica chamada Upcycling, que consiste em aproveitar peças fora de uso para criar novas peças – totalmente sustentável. Mais do que só revelar novos talentos, o projeto tem a premissa de fazer com que as peças produzidas por essas mulheres sejam valorizadas financeiramente e vendidas a preços alinhados com os conceitos aplicados em sua criação, explica a jornalista Nádia e a designer de moda Bruna.

Sobre a identidade dos looks das duas estilistas, Ana Carolina busca referências na cultura japonesa e coreana – desde a adolescência, a carioca da Baixada Fluminense é apaixonada pela moda oriental –, enquanto Karen explora a sensualidade da mulher, de uma maneira inteiramente nova, sem clichês.

estilistas projeto descobertas do capão
Ana Carolina e Karen Marques, estilistas reveladas pelo Descoberta do Capão

“Desde muito nova já gostava de moda japonesa e coreana. E aos 13 anos comecei a me personalizar de Lolita. Uma moda bastante seguida por mulheres adultas e crianças, que traz uma visão inocente das mulheres. Elas se vestem como bonecas de porcelana. E tem uma série de regras. Era muito difícil encontrar costureiras que fizessem as peças com perfeição. Por isso, decidi costurar“, relembra Ana Carolina.

“Eu pretendo mostrar que a mulher pode ser sensual e não precisa se vulgarizar para isso. Minha relação com o tema proposto é um tanto quanto pessoal. E minha inspiração consiste na percepção que tenho de que a cada dez mulheres, nove tem baixa autoestima e apenas uma é confiante. As mulheres acreditam que se colocam uma roupa mais curta, justa, decotada que seja, estará bonita e seja desejada. A ideia é mostrar que não precisa desses artifícios para ser linda, bonita, desejada, sensual. Enfim, a ideia é mostrar que cada mulher é bonita a sua maneira“, afirma Karen.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Após meses de trabalho, a dupla pôde apresentar suas coleções (Visual Kei, de Ana Carolina, e Sensualize, de Karen Mendes) em um desfile na Unibes Cultural, instituição localizada na Rua Oscar Freire, endereço tradicional da moda na capital paulista, no domingo (6).

O desfile foi aberto ao público e contou com a participação de modelos do Periferia Inventando Moda, projeto social criado em 2014, na comunidade de Paraisópolis, pelo estilista Alex Santos.

Veja o resultado:

desfile estilistas do capão redondo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

desfile estilistas do capão redondo

desfile estilistas do capão redondo

desfile estilistas do capão redondo

Fotos: Reprodução/Caetana Filmes

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,400,451SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pizzaria atende pedido de garotinha de 5 anos para deixar de usar canudos plásticos

"Estou escrevendo para, por favor, pedir que vocês parem de usar canudos de plástico pois eles são muito ruins para os animais"

Asilo faz 47 dias de divertidas festas do pijama e impede que Covid-19 infecte os idosos

Um lar de idosos na França fez tudo que estava ao seu alcance para impedir que seus residentes se tornassem apenas uma mera estatística...

Bebê rouba a cena durante show do seu pai

Que crianças são espontâneas e verdadeiras, todos sabemos. Mas que elas sejam tão precoces a ponto de roubar a cena em um palco de...

Casal de cães vai diariamente ao mercado esperar pelo dono falecido há dois anos em SP

Se você ama cachorríneos assim como a gente, deve conhecer o filme "Sempre ao seu lado", estrelado por Richard Gere. Pois a história contada no...

Após anos de pesquisa, cientista de Cambridge está a um passo da cura da esclerose múltipla

Uma cientista da Universidade de Cambridge está a um passo da cura da esclerose múltipla, graças às células imunológicas que podem ser 'reinicializadas'.

Instagram