Madeira sustentável feita com casca de mandioca é resistente até contra o fogo

Um grupo de estudantes do Colégio Sesi, em Araucária, município no leste do Paraná, desenvolveram um tipo de madeira sustentável produzida com casca de mandioca, tetraborato de sódio (bórax), cola e água.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A invenção foi feita em segundo plano, uma vez que os adolescentes queriam produzir um protótipo de plástico biodegradável. No entanto, conforme a pesquisa envolvendo a madeira sustentável ia avançando mais rapidamente do que a do bioplástico, eles direcionaram todos os seus esforços no composto feito à base da casca de mandioca.

Um protótipo foi apresentado e recebeu amplo destaque durante a 7ª edição da Feira de Inovação das Ciências e Engenharias (Ficiencias), realizada em Foz do Iguaçu (PR). A banca de jurados exaltou o experimento como uma possível alternativa futura de baixo custo, limpa e ambientalmente correta.

Madeira sustentável feita com casca de mandioca é resistente até contra o fogo
Estudantes expõem bandeja com madeira feita à base da casca de mandioca durante a sétima edição da Feira de Inovação das Ciências e Engenharias (Ficiencias), realizada em Foz do Iguaçu (PR)

Madeira sustentável feita com casca de mandioca é resistente até contra o fogo
Um pedaço de madeira sustentável produzida com casca de mandioca

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“A nossa madeira é feita a partir de resíduos orgânicos da mandioca, como a casca, e utilizamos também outros componentes para deixá-la mais compactada. Para nós fazermos a nossa madeira, fomos variando a quantidade dos nossos materiais (mais cola, menos cola. Mais casca, menos casca), até encontrar o nosso protótipo ideal”, explicam as estudantes Amanda Bueno Coutinho, Ana Vitória de Lara e Letícia Azambuja de Souza sobre o processo.

Além de ser 100% sustentável e biodegradável, a madeira de mandioca é resistente a cupins, traças e pasme… até o fogo!

Por meio de um teste de inflamabilidade, as estudantes chegaram a um resultado muito semelhante ao MDF Fire, produzido na América Latina.

E tem mais: “A nossa madeira é praticamente impermeável. Nós deixamos imersa por cerca de três dias. Quando retiramos, achamos que tínhamos perdido o teste porque ela havia inchado completamente. Mas quando secou, voltou ao estágio inicial. Isso significa, que mesmo que ela infiltre ela consegue evaporar essa água novamente.”

Agora, o objetivo é arranjar parcerias e começar a produzir a madeira em massa, a ser vendida em todo o território nacional.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia tambémEsta empresa produz móveis usando apenas madeira reciclada e com trabalhadores que moravam na rua

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Design Culture/Fotos: Reprodução/Ficiências

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,763SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Apoio total! Pai aceita ser modelo de unha da filha para ajudá-la em curso de manicure

Gente, o que um pai não é capaz de fazer para ajudar seus filhos, não é verdade? A Lucy Amaro que o diga. Ela...

As fotos fofas deste bebê de sereia é tudo o que seu dia precisava

As sereias fazem parte de nosso imaginário e de uma época que ainda acreditávamos no mágico. Já os bebês, são nosso futuro, nossas alegrias, motivos...

A “vovó do WhatsApp” está usando sua fama para conseguir comida para moradores de rua

Que estamos todos apaixonados pela Vó Luzia, isso está muito claro. Publicamos na sexta-feira a conversa do Marlon (neto) e Dona Luzia, que usava pela...

Flanelinha encontra carteira com R$1,2 mil e devolve ao dono no Maranhão

Kleber Coelho, flanelinha e moto taxista da cidade de Imperatriz, no Maranhão, encontrou uma carteira com nada mais nada menos que R$ 1,2 mil...

Pesquisadores estudam gerar eletricidade a partir da palha da cana-de-açúcar

Com grande potencial para geração de energia, a palha da cana-de-açúcar infelizmente é mal aproveitada: a destinação mais comum tem sido o descarte no campo...

Instagram