Estudante vai escrever carta de agradecimento para cada doador que ajudá-lo a estudar em Harvard

Matheus é de Taubaté, interior de São Paulo. Nasceu em família simples e sempre estudou em escolas públicas. A vida simples, no entanto, o fez enxergar na educação a promessa de um futuro melhor, pra ele e o mundo. Estudar 1 ano de Medicina em Harvard é uma das etapas dessa missão.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Esse futuro começou aos 14 anos, quando o garoto venceu a Olimpíada Brasileira de Matemática para alunos de escolas públicas. Aos 15, demonstrou estar ciente do seu papel no mundo: ganhou um prêmio na Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, com um projeto de reutilização de recicláveis.

Anos mais tarde, aos 19 e formado pelo ensino público, Matheus passou no vestibular de medicina da Universidade de São Paulo, a mais concorrida do país. Aos 20, dedicou as férias da faculdade para se voluntariar no combate ao câncer infantil, junto a um projeto em Lima, Peru, chamado INSPIRA: uma feliz coincidência com o jovem que faz da sua trajetória uma inspiração.

estudante carta agradecimento doador estudar harvard

Um ano depois, Matheus foi escolhido dentre 6 mil concorrentes de 170 países para discursar no hall da Assembleia Geral da ONU, em Nova York, por onde já passaram nomes como Mandela, Angela Merkel e Barack Obama.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com foco no desenvolvimento sustentável e a integridade da pessoa no mundo, os jovens líderes selecionados atuam como embaixadores no seu local de origem em prol da transformação global, através do programa Many Languages, One World.

estudante carta agradecimento doador estudar harvard

Hoje, aos 22, Matheus continua desafiando os limites impostos pela vida e mostrando que o conhecimento pode levar a gente longe: foi aprovado para estudar na Universidade de Harvard e fazer parte de um grupo chamado Global Surgey, uma iniciativa conjunta entre a ONU e Harvard para garantir cirurgias de qualidade, acessíveis e que salvem vidas no Brasil e no mundo!

estudante carta agradecimento doador estudar harvard

Mas para chegar lá, Matheus precisa de um empurrão. Na carta de aprovação, foi informado que o aluno precisa comprovar recursos suficientes para se manter e custear as despesas durante o ano de estudos. O valor determinado pela universidade é de 30 mil dólares (aproximadamente 120 mil reais).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele e os amigos criaram uma vakinha online para levantar os recursos. Mas o legal de tudo isso é a vontade de Matheus de abraçar cada doador. Claro que não será possível abraçar cada um, mas ele encontrou outra de forma de agradecer. Matheus se comprometeu a escrever cartinhas a mão para cada doador que contribuir com a campanha.

[Oportunidade de ouro para ele exercitar a grafia e talvez ser um dos poucos médicos com receituários “compreensíveis” hehe]

Clique aqui e se puder doar, contribua!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por Fabricio Ronconi

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

estudante carta agradecimento doador estudar harvard crédito das fotos: Arquivo pessoal

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,836,848SeguidoresSeguir
24,779SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Menina de 7 sete anos escreve livro para mostrar que meninas negras podem SIM ser princesas

A pequena Morgan Elizabeth Taylor, de 7 anos, exibe uma maturidade de gente grande. Ela decidiu escrever um livro para mostrar que as meninas...

Grupo do WhatsApp com 257 mulheres arrecada alimentos para famílias carentes na PB

Um grupo do WhatsApp chamado de 'Clube da Luluzinha' conta com 257 mulheres dedicadas a arrecadar alimentos que serão doados para as famílias carentes...

Estudante paranaense cria absorvente sustentável para mulheres em situação de rua

"Se é uma coisa que a gente não tem escolha, é uma necessidade básica, quem tem que cuidar dessa necessidade básica é o governo. Se já distribui camisinha de graça, por que não absorvente?", questiona a paranaense.

Jovem fotografa momento de paz de cadela antes de eutanásia

A foto de Libra, uma cadela de 15 anos, que vive na Flórida (EUA), postada pela sua dona, April Kramer, 25 anos, no Reddit,...

Pais de youtuber doam dinheiro arrecadado por canal do filho que morreu de câncer

A história do garoto Léo, 15 anos, conhecido como "Mighty", que tinha um canal de games no YouTube e faleceu, emocionou os internautas nas...

Instagram

Estudante vai escrever carta de agradecimento para cada doador que ajudá-lo a estudar em Harvard 1