“Fazer ciência é minha paixão”: estudante do Ceará detecta 46 asteroides e ganha certificado da NASA

Pés no chão, cabeça nas estrelas! A estudante Geovana Sousa, 21 anos, detectou nada menos do que 46 novos asteroides enquanto participava de um projeto ligado à Agência Espacial Norte-Americana, a NASA.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Geovana está no 1º período do curso de Física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e, por sua contribuição à astrofísica, recebeu uma certificação de reconhecimento da agência internacional.

Em entrevista ao portal G1, ela disse que é apaixonada por astronomia desde criança, época em que tirava um tempo todas as noites para observar os corpos celestes no céu.

“Eu lembro que ainda pequena já dizia que queria ser astronauta, ficava encantada vendo os planetas, mas só no 2º ano do ensino médio foi quando realmente decidi que ia seguir essa carreira. Hoje a astronomia é minha paixão de vida, o motivo de eu acordar todos os dias, que é fazer ciência”, disse a jovem, nascida em Manaus (AM).

Ela se mudou para o Ceará por enxergar no IFCE uma gama de oportunidades para se tornar uma pesquisadora do cosmos. “A oportunidade aqui para minha área é sensacional. A ciência e a astronomia aqui são muito valorizadas. Então usei a nota do Sisu para conseguir estudar aqui, está sendo uma experiência maravilhosa para mim”, explicou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 estudante do Ceará detecta 46 asteroides e ganha certificado da NASA

Caça Asteroides

Geovana participou do projeto “Caça Asteroides”, que tem por objetivo alcançar cientistas cidadãos em escolas, instituições, clubes de ciências e astrônomos amadores.

Com o auxílio do aplicativo Astrometrica, foram disponibilizados mais de 17 mil pacotes de imagens para análise dos participantes.

A ideia era detectar asteroides que nunca foram catalogados ou objetos próximos a Terra (conhecidos como NEOs).

“São fornecidos pacotes de imagens captadas pelo Telescópio da Universidade do Hawaii de 1.8 metros, que são capturadas no mesmo ângulo e em dias diferentes para que possamos analisar as fotos, detectar o possível novo asteroide e enviar relatórios para a NASA avaliar essas detecções”, explicou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A estudante e futura cientista já sabe até com quais nomes vai batizar os asteroides recém descobertos por ela: alguns serão em homenagem à familiares.

“Quando ocorre essas novas detecções de asteroides que vão para a preliminar ainda ocorre um longo período de avaliação, que dura de 6 a 8 anos para realmente haver a confirmação do novo asteroide. Poderei nomear os asteroides como desejar. Por enquanto tive a liberdade nos códigos e já fiz homenagem para familiares, amigos e instituições nas quais tenho apreço”, destacou Geovana.

"Fazer ciência é minha paixão": estudante do Ceará detecta 46 asteroides e ganha certificado da NASA 1

“Divulgar ciência”

Em reconhecimento ao seu trabalho de detecção, Geovana recebeu um certificado homologado pela NASA e pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em breve, ela vai receber o ministro e astronauta Marcos Pontes, que irá ao Ceará lhe entregar pessoalmente uma medalha de honra ao mérito junto ao certificado especial.

“Vou continuar divulgando e propagando a ciência pelo nosso país, com foco em todas as idades, principalmente com as crianças. Meus objetivos maiores são trabalhar em agências espaciais fora no nosso país, como a NASA, por exemplo. Ser a primeira a ganhar o Nobel e trazê-lo ao Brasil é a grande meta, alcançada por esses pequenos passos”, concluiu a estudante.

Alagoana de 8 anos mapeia 23 asteroides e se torna astrônoma mais jovem do mundo

"Fazer ciência é minha paixão": estudante do Ceará detecta 46 asteroides e ganha certificado da NASA 2

Nicole Oliveira, a “Nicolinha”, pode ter apenas 8 anos, mas já mapeou 23 asteroides espalhados pelo Sistema Solar, o que a torna a astrônoma amadora mais jovem do mundo!

O sonho da alagoana é se tornar, “quando crescer”, uma engenheira aeroespacial capaz de construir foguetes. E a julgar por seus resultados na descoberta de corpos rochosos fora da Terra, sua carreira já está em formação e é apenas questão de tempo. Leia a história completa clicando aqui.

Assista ao vivo os ganhadores do Prêmio Razões para Acreditar, dia 07/12 às 18h! Ative as notificações clicando aqui.

Fonte: Gazeta Web
Fotos: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




"Fazer ciência é minha paixão": estudante do Ceará detecta 46 asteroides e ganha certificado da NASA 4

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,983,904SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pai faz graduação escondido na mesma faculdade que a filha e surpreende a família na formatura

Mike Loven, de 47 anos, diz que não é de guardar segredos, mas depois desse ano, dificilmente a esposa e os filhos dele conseguirão...

Menino cria armário escolar comunitário para doar roupas a colegas necessitados

"Isso me faz sentir bem comigo mesmo, pois sei que posso fazer a diferença na minha escola", diz Chase Neyland-Square.

Garçom resolve servir comida aos moradores de rua como se fossem clientes de um restaurante

Mostramos aqui no RPA há alguns dias, um homem que deu um bilhete de loteria 'premiado' a um morador de rua, lembram? Isso transformou...

Vídeo mostra a importância de falar sobre nossos sentimentos por outra pessoa

Esquecemos que o dia dos namorados é mais do que trocar presentes, é também demonstrar através de pequenos gestos e poucas palavras o quanto...

Mulher encontra família desabrigada vivendo em ônibus quebrado e resolve ajudar

Ela cedeu uma casa sua para a família passar as férias.

Instagram

"Fazer ciência é minha paixão": estudante do Ceará detecta 46 asteroides e ganha certificado da NASA 5