Estudante de 14 anos junta 6 mil livros para criar biblioteca na zona rural de MT

O estudante Jefferson Gabriel da Silva percebeu a falta que faz uma biblioteca quando precisou fazer uma pesquisa para um trabalho da escola onde estudava, já que não possuía computador, e descobriu que não havia biblioteca na região onde mora.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi aí que surgiu a ideia de criar a primeira biblioteca do distrito rural de Bonsucesso, em Várzea Grande, na Grande Cuiabá. O espaço beneficiaria não apenas Jefferson, mas todo os moradores do distrito. A bordo de sua bicicleta, o estudante bateu de porta em porta em busca de doações de livros para a futura biblioteca. Tudo começou em 2015, desde então, Jefferson arrecadou 6 mil livros. Muitos foram doados por pessoas de outras cidades, que ficaram sabendo da iniciativa.

“No começo, ele pedia livros para todos e, quando conseguia, carregava tudo na bicicleta”, disse a mãe de Jefferson, Janice Ferreira, à Folha de S. Paulo.

A avó de Jefferson permitiu que ele construísse a biblioteca em um terreno que ela tem em frente à casa do jovem. A primeira doação para erguer a tão sonhada biblioteca de Bonsucesso surpreendeu Jefferson, durante um evento para o qual foi convidado.

“Disseram que havia um presente pra mim e quando vi, estava em frente à Xuxa. Foi emocionante e ala ainda doou R$ 5.000”, disse. Além do valor em dinheiro, Jefferson ganhou um projeto arquitetônico para a biblioteca. E as doações não pararam de chegar. Alguns meses depois, o estudante recebeu mais R$ 5.000 do Bope (Batalhão de Operações Especiais) de MT, dinheiro arrecadado em um evento do grupo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Depois, foi a vez do Governo do Mato Grosso apoiar o projeto, com a doação de equipamentos, incluindo as estantes para os livros, que serão entregues quando a obra terminar. A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos permitiu que os presos trabalhassem na construção do espaço. A base da biblioteca foi concluída no final do ano passado, mas ainda faltam R$ 20 mil para fazer o telhado e os acabamentos.

“Não temos condições financeiras para terminar, por isso não há previsão para que a biblioteca fique pronta”, diz o jovem, que corre atrás de novos auxílios para realizar o sonho dele e de toda sua comunidade. “É triste, porque as pessoas perguntam quando vai ficar pronta. Eu digo que não sei. É complicado saber quando vou terminar.”

Jefferson conta com a ajuda de duas bibliotecárias voluntárias para cuidar e selecionar os livros, pois a biblioteca só poderá abrigar 2.500 livros dos 6 mil que ele já tem. O adolescente de 14 anos também ganhou uma bolsa de estudos em uma escola particular de Cuiabá, onde cursa o 8º ano do ensino fundamental. Lá, ele encontrou uma realidade bem diferente da escola onde estudava, com muitos livros para acessar.

Agora, Jefferson luta para que os moradores de Bonsucesso tenham o mesmo acesso ao conhecimento que ele. “Quero terminar a biblioteca e fazer com que as crianças e os adultos de minha comunidade tenham acesso ao conhecimento. Quero atender até pessoas de outros lugares”, finaliza.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia a matéria completa aqui.

Foto: Marcus Mesquita/MídiaNews

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,491,052SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fã-clube do BTS celebra 6 anos da estreia com doação de sangue a crianças com câncer

Para comemorar os seis anos de formação do grupo de K-pop BTS, um fã-clube se juntou para realizar 641 doações de sangue à Fundação de...

[VÍDEO] Homem salva vida de ovelha que se afogava no meio de mar na Austrália

Uma ovelha estava passeando na praia Cremorne, na Austrália, quando ficou com medo e começou a correr em direção ao mar. Por sorte, um...

Nina Silva discutirá tecnologias exponenciais no Festival SGB

Executiva de TI há 16 anos, Nina Silva é uma das palestrantes da edição deste ano do Festival Social Good Brasil, em Florianópolis, nos dias 31 de agosto e 1º de setembro.

Bombeiro que conversou em Libras com vítima de acidente pinta casa com alfabeto de sinais

Se ser bombeiro já é algo louvável, já que esta é uma profissão movida pelo desejo de salvar vidas, o brasileiro Walker Souza é...

“Caçadores de pedófilos” anônimos já prenderam 73 criminosos no Reino Unido

Um trabalho louvável, mas que tem controvérsias.

Instagram