Estudante pede moedas em semáforo para imprimir currículo e pagar a faculdade

O pernambucano William Douglad da Silva está desempregado e sem dinheiro para pagar a faculdade de Direito. Ele trancou o curso e começou a pedir moedas no semáforo para imprimir currículos e tentar arrumar um emprego.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

William precisou adiar o sonho de ser advogado em 2017, quando foi demitido de uma empresa onde exercia a função de assistente administrativo. O estudante de 22 anos disse ao G1 que estava difícil voltar ao mercado de trabalho e por isso tomou a decisão de buscar ajuda em um semáforo da Zona Sul do Recife, durante dez dias.

Filho de uma zeladora e um taxista, ele interrompeu a faculdade no 5º período, com uma dívida de 7 mil reais. Alguns colegas da faculdade ficaram sabendo da situação de William e decidiram fazer uma vaquinha para ajudá-lo a quitar as despesas. Mas, o jovem não queria esperar a ajuda dos colegas de braços cruzados.

Leia também: Vendedor de amendoim formado em direito ganha pós-graduação

Ele fez dois cartazes explicando sua situação, uma para cada turno do dia. “Eu sabia que algumas pessoas poderiam sentir medo, então decidi não ficar andando no meio dos carros. Fiquei parado, segurando o cartaz, para que me vissem”, contou William.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A inspiração veio de um jovem de Brasília que engraxava sapatos para terminar a faculdade de Direito. Depois de muita luta, o rapaz recebeu a oportunidade para trabalhar em um escritório de advocacia. William pensou bastante nessa história e começou a escrever sua própria história de superação.

Tentei conseguir emprego na rua mesmo porque sei que nesse mundo não existem só pessoas ruins. É uma situação difícil, mas tenho certeza de que fiz a coisa certa e vou conseguir voltar a estudar.”

William conseguiu arrecadar não só o dinheiro que precisava para imprimir os currículos, mas também para comer durante as oito horas que ficava em pé e para comprar as passagens de ônibus até o ponto em que costumava arrecadar dinheiro e buscar oportunidades de emprego.

Mais de uma pessoa entrou em contato com o jovem oferecendo uma vaga de emprego. Agora, ele terá o desafio de escolher qual a melhor oportunidade para seu futuro.

“Eu queria aceitar tudo que estão me oferecendo porque sei que estão tentando me ajudar. O que eu tenho feito é agradecer, de coração, a todo mundo que me ajudou e que me ofereceu emprego, mas preciso escolher um trabalho que dê para conciliar com a faculdade”, disse o estudante.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

crédito da foto: Marina Meirelles/G1

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,130,150SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Escolas da Dinamarca ensinam empatia para crianças: desestímulo à competição

Em vez de ensinar o jovem a ser melhor que o colega, o currículo dinamarquês se concentra no desenvolvimento e aprimoramento das habilidades e talentos.

Crianças aprendem inglês nas aulas de horta e reciclagem em Curitiba

Você já deve ter percebido que crianças aprendem inglês de forma muito mais fácil que pra nós adultos. A escola Phil Young’s English School criou um...

Vovó com Alzheimer lembra música de ninar e canta lindamente para o bisneto

Maria Guadalupe Aguilera recebeu o diagnóstico de Alzheimer e, como um sintoma presente em portadores da doença, ela não lembra muito de nomes de...

Coruja gravemente ferida e resgatada explode de alegria ao ver seu salvador

Gigi é uma coruja linda hoje, mas quando chegou na Wild at Heart Rescue, em Mississippi, estava muito mal, com um trauma feio na cabeça. Os...

Menina de 8 anos alimenta corvos e eles demonstram muita gratidão levando “presentes” a ela

Acredite se quiser, mas corvos, estes animais tão emblemáticos e que até assustam algumas pessoas, não botam medo algum na pequena Gabi Mann, de...

Instagram

Estudante pede moedas em semáforo para imprimir currículo e pagar a faculdade 2