Estudante supera crise financeira abrindo delivery de comida vegetariana com apenas R$ 300, em SP

Ultimamente a gente tem se inspirado bastante com histórias de pessoas que do nada construíram algo muito sólido.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi assim que aconteceu com Maitê, que estava sem grana, sem ter como pagar a faculdade, cheia de dívidas, com problemas na família, início de depressão e deu a volta por cima abrindo um delivery de comida vegetariana e vegana com apenas R$ 300,00.

“A gente não tinha nada, nada!”, conta ela. Maitê trabalhava há quatro anos em uma empresa e estudava arquitetura numa faculdade particular em São Paulo. O valor da mensalidade aumentou e ela decidiu ir estudar em São João da Boa Vista, onde conseguiu uma bolsa de estudos.

Foto: Instagram @_saboreamoor

Maitê procurou emprego de ponta a ponta da cidade e não encontrou para nenhuma função. Teve então que trabalhar como freelancer ganhando R$ 400,00 por mês e as contas iam se acumulando.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A jovem entrou em processo depressivo e começou a cozinhar como forma de terapia. Ela e o namorado, Rafael, são vegetarianos e foi ele quem deu a ideia: “Por que nós não vendemos isso?”.

Foto: Instagram @_saboreamoor

Para dar início ao projeto, ela comprou vários doces na cidade do interior, que faz divisa com Minas Gerais e levou para vender em São Paulo. Com o dinheiro que arrecadou, guardou os R$ 300 para investir no negócio.

“E com esses 300 reais compramos embalagens e 20 pães. hahaha só isso! E inauguramos no dia 14 de março. Vendemos cerca de 18 lanches na primeira noite, um verdadeiro milagre”, relembra.

Olha a alegria deles com o sucesso:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Sabor e Amor (@_saboreamoor) em

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pandemia mudou rumos do projeto

Neste mesmo dia em que ela e o namorado começaram a Sabor e Amor, o estado de São Paulo decretou o estado de emergência por causa da pandemia da Covid-19, e tudo mudou.

“Nesse mesmo dia, estourou a pandemia aqui na nossa cidade e fecharam as faculdades. Então, o que seria um trabalho de final de semana, decidimos abrir todos os dias”, contou.

Foto: Instagram @_saboreamoor

Maitê começou a diversificar os produtos e já conquistou uma clientela fiel.  “Não tínhamos noção do que Deus havia preparado pra nós através de cada um que faz isso acontecer diariamente”, disse.

Veja a história do negócio de Maitê e Rafael:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Sabor e Amor (@_saboreamoor) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Sabor e Amor (@_saboreamoor) em

“Nosso coração se encheu de alegria por pensar que nosso sonho está sendo realizado dia a dia”, finalizou.

[Nota da Redação]

Surpresa para menino que tentou comprar casa em parcelas de 50 reais:

selo conteúdo original

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,444,158SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Marido veste roupa de bailarina para arrecadar fundos para pesquisa do câncer

Quando a esposa de Bob Carey foi diagnosticada com câncer de mama, ele teve uma ideia maluca. Para muitas famílias, um diagnóstico de câncer...

Família de menino que estudava enquanto vendia açaí montará mercearia após vaquinha

Vocês lembram da vaquinha que a VOAA organizou para o menino de 14 anos que foi flagrado estudando enquanto vendia açaí, em Lagarto (SE)?...

Casal que construiu casa sozinho é surpreendido ao ganhar lavadora e geladeira dos sonhos; assista

Parece que é a gente que tá realizando um sonho! A emoção da Andressa e do Gabriel com a notícia de que ganharam uma...

Senhora de 104 anos é a artista de rua mais antiga do mundo

Enquanto muitos nem imaginam chegar aos 100, Grace Brett não só chegou aos 104, como está cheia de energia e disposição. Com seis netos e 14 bisnetos,...

Doença rara do filho e diagnóstico tardio motivam mãe a criar projeto para ajudar outras famílias na mesma situação

Ser forte não é para qualquer um, nunca foi. Ser forte é ser capaz de transformar o que é dor, em amor. Na verdade, é...

Instagram