Cão devolvido por ser surdo é adotado por estudante também surdo

Um cão de apenas 11 meses foi devolvido por uma família pouco após eles descobrirem que o animal era surdo. Felizmente, um estudante que nasceu com a mesma condição adotou o pequeno em Florianópolis (SC).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

João Gabriel é doutorando em Estudos da Tradução na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e mora com outras três pessoas, sendo dois surdos, e o terceiro, filho de pais surdos.

A turma já tem uma cachorrinha em casa, mas João Gabriel queria um cachorro com surdez, assim como ele.

Cão devolvido ser surdo adotado estudante também surdo

Após uma certa procura, um dos amigos de João encontrou Jögan em uma rede social, sendo oferecido para adoção pelo Dibea (Diretoria de Bem-Estar Animal de Florianópolis).

O cãozinho já havia sido adotado por uma família da capital catarinense, que decidiu devolvê-lo assim que descobriram sua deficiência auditiva.

Leia também: Menino de 5 anos ‘traduz’ história da Chapeuzinho Vermelho para amigo surdo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

João Gabriel entrou em contato com a diretoria e se ofereceu para adotar Jögan. Após três dias de avaliação, o cão foi liberado e está com o rapaz desde quinta-feira (9).

“Estamos felizes com ele. E temos muita empatia nele, por causa da identidade surda. Ele está feliz, porque temos nossas estratégias de adaptação para casa. Para nós, surdos, com os nossos costumes. Como apagar e ligar luz toda vez pra chamar o Jögan como fazemos conosco”, contou João.

Cão devolvido ser surdo adotado estudante também surdo

O rapaz afirma que ele e sua outra cachorra, Gabi, se deram muito bem. Ambos são dóceis, mansos, educados e aprendem rápido. “Já sabe sabe alguns sinais de Libras [Língua Brasileira de Sinais] e desde quinta aprendeu os sinais de passear, pedir pra sair, esperar”, revelou o estudante.

Leia também: Cachorra faminta ‘invade’ casa de casal durante tempestade e acaba sendo adotada

O nome “Jögan” foi dado por João Gabriel. Antes, ele se chamava ‘Pirata’.

“Alguns dias antes de souber da adoção, eu estava lendo sobre Jögan, um tipo de olho. É de anime japonês. Aí apareceu o cachorro com esse olho igualzinho”, explicou.

Cão devolvido ser surdo adotado estudante também surdo

De acordo com a Diretoria de Bem-Estar Animal de Florianópolis, dos 150 animais recolhidos, 90% são adultos e 40% em situação especial, ou seja, são animais idosos ou com alguma deficiência.

“Há cegos e vários sem perna, e geralmente as pessoas evitam cães e gatos com essas características”, disse o Dibea.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: G1/Fotos: João Ferreira/Arquivo pessoal

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

985,406FãsCurtir
1,739,667SeguidoresSeguir
8,553SeguidoresSeguir
11,100InscritosInscrever

+ Lidas

Bióloga que salvou Arara Azul da extinção vira personagem da Turma da Mônica

Na última terça-feira (11), foi celebrado o Dia Internacional das Meninas e Mulheres na Ciência. Para comemorar a data, a Mauricio de Sousa Produções...

Juiz vai até a casa de idosa para lhe conceder aposentadoria

Um  caso incomum aconteceu há alguns meses, onde um juiz foi até a casa de uma senhora de 100 anos para conceder aposentadoria a ela. O...

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

USP retira coágulo de artéria no cérebro e devolve movimentos a vítimas de AVC

Cientistas adjuntos da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto desenvolveram uma técnica eficaz na redução de quase a totalidade...

Neto faz “antes e depois” e homenageia avó em seu aniversário de 99 anos

A homenagem de um neto para sua avó no dia do seu aniversário de 99 anos comoveu as redes sociais nesta quinta-feira (13). Iury Neto,...

Instagram