Estudantes de arquitetura em Minas se recusam a projetar casa com dependência de empregados

O curso de arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), uma das mais respeitadas instituições de ensino superior no país, pediu aos estudantes da disciplina Casa Grande que projetassem um imóvel de alto padrão com espaço separado para empregados, incluindo quartos e banheiros.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os estudantes repudiaram a proposta do professor da disciplina em nota postada pelo diretório acadêmico da Escola de Arquitetura (EAD) da UFMG. “Historicamente, a casa grande e a senzala, em hierarquia, sempre se delinearam como pilares da ordem escravocrata no Brasil, estruturada em uma produção latifundiária completamente controlada pelo senhor do engenho, que tentava exercer poder sobre a vida de seus escravos, empregados e moradores”, diz a nota.

Conforme a publicação, os alunos deveriam formar duplas para fazer um estudo preliminar e o anteprojeto de uma residência de 800 metros quadrados em um terreno de 4 mil metros quadrados, no condomínio Vale dos Cristais, em Nova Lima, na Grande Belo Horizonte. O projeto deveria incluir: cinco suítes, área de serviço com cozinha, lavanderia, despensa, depósito, cômodos técnicos e quartos e banheiros para oito empregados.

Os estudantes afirmam que o trabalho “reforça os padrões sociais que vão ao encontro das estruturas do Brasil Colônia e fogem da realidade da maioria dos indivíduos que compõem a população brasileira, utilizando a proposta da disciplina para justificar a produção de uma arquitetura racista”. No final da nota, eles exigem o cancelamento da disciplina, por perpetuar o racismo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Publicada na quinta-feira passada, 27, a nota de repúdio recebeu mais de 3 mil reações e foi compartilhada mais de mil vezes. Não existe consenso entre os comentários. Alguns usuários parabenizam a atitude dos estudantes, enquanto outros contestam. E, você, o que acha da atitude dos estudantes?

Foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,275,963SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Manicure orgulhosa da sua humilde casa viraliza no Tik Tok e internautas criam vaquinha

Você já agradeceu pelas coisas que tem hoje? A manicure Rosy agradece todos os dias por dormir e acordar na humilde casinha que ela...

Pai larga tudo para buscar tratamento para uma grave doença degenerativa do filho

Uma questão perseguia os amigos Fernando Kuwahara e Rafael Micheletto, eles queriam trazer para a internet um despertar para questões sociais. Assim como muitas pessoas,...

Chef ensina moradores de favelas do Rio a criarem pratos aproveitando 100% dos alimentos

O projeto Favela Orgânica ensina jovens, crianças e adultos a evitarem o desperdício de alimentos e usarem isso como uma alternativa de renda.

Idosa restaura bonecas que iam para o lixo e doa para crianças carentes

Maria Fernandes tem 71 anos e todo ano ela restaura cerca de 80 bonecas, faz roupinhas, tira manchas de canecas, enfim, tudo com muito amor e depois doado para crianças carentes.

Agente penitenciário transforma a vida de filhos de detentos através do basquete (MS)

O basquete foi para ele um esporte que abriu portas, o levou para conhecer o mundo, um jeito de se manter disciplinado e atento, mas...

Instagram

Estudantes de arquitetura em Minas se recusam a projetar casa com dependência de empregados 3