Estudantes de arquitetura em Minas se recusam a projetar casa com dependência de empregados

O curso de arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), uma das mais respeitadas instituições de ensino superior no país, pediu aos estudantes da disciplina Casa Grande que projetassem um imóvel de alto padrão com espaço separado para empregados, incluindo quartos e banheiros.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os estudantes repudiaram a proposta do professor da disciplina em nota postada pelo diretório acadêmico da Escola de Arquitetura (EAD) da UFMG. “Historicamente, a casa grande e a senzala, em hierarquia, sempre se delinearam como pilares da ordem escravocrata no Brasil, estruturada em uma produção latifundiária completamente controlada pelo senhor do engenho, que tentava exercer poder sobre a vida de seus escravos, empregados e moradores”, diz a nota.

Conforme a publicação, os alunos deveriam formar duplas para fazer um estudo preliminar e o anteprojeto de uma residência de 800 metros quadrados em um terreno de 4 mil metros quadrados, no condomínio Vale dos Cristais, em Nova Lima, na Grande Belo Horizonte. O projeto deveria incluir: cinco suítes, área de serviço com cozinha, lavanderia, despensa, depósito, cômodos técnicos e quartos e banheiros para oito empregados.

Os estudantes afirmam que o trabalho “reforça os padrões sociais que vão ao encontro das estruturas do Brasil Colônia e fogem da realidade da maioria dos indivíduos que compõem a população brasileira, utilizando a proposta da disciplina para justificar a produção de uma arquitetura racista”. No final da nota, eles exigem o cancelamento da disciplina, por perpetuar o racismo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Publicada na quinta-feira passada, 27, a nota de repúdio recebeu mais de 3 mil reações e foi compartilhada mais de mil vezes. Não existe consenso entre os comentários. Alguns usuários parabenizam a atitude dos estudantes, enquanto outros contestam. E, você, o que acha da atitude dos estudantes?

Foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,805,747SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Final feliz: após ser humilhado por jovens, sorveteiro ganha mais de R$ 50 mil em vaquinha

Vídeo do sorveteiro sendo humilhado pelos jovens comoveu milhares de internautas.

Está na hora de mudar o disco

"Mas sempre foi assim!" Bastante típica (#quemnunca), a expressão acima é um reflexo quase instantâneo quando somos questionados sobre os motivos por trás de determinada...

Pequeno Beagle salva menina de 11 anos de ser sequestrada

Uma menina de 11 anos foi quase sequestrada na manhã deste último domingo, 21, em Pasadena, Estados Unidos, enquanto passeava com seu cachorro, segundo...

Dono de supermercado cria carrinho para que cachorros possam acompanhar seus donos nas compras

A ideia só podia ser um sucesso! Os clientes adoraram a iniciativa, e os gerentes de outras lojas da franquia demonstraram interesse em reproduzir a ideia nos seus estabelecimentos.

A diretora que conta histórias de pessoas com ideias transformadoras nas periferias de SP

A primeira personagem da série especial do Razões 'Mulheres que Acreditam: histórias sobre nós' conta a história da Ana Carolina Martins, diretora do doc 'Visionários da Quebrada'.

Instagram

Estudantes de arquitetura em Minas se recusam a projetar casa com dependência de empregados 3