Estudantes do Pará desenvolvem barco movido a energia solar para ribeirinhos

A ideia é simplesmente fantástica e deve ajudar bastante as comunidades ribeirinhas. Para se deslocar nas cidades do estado do Pará, grande parte da população utiliza barcos, por causa dos rios.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi então que estudantes da UFPA (Universidade Federal do Pará) pensaram: por que não desenvolver um barco movido a energia solar? Bem, eles estão conseguindo.

O protótipo foi feito com um barquinho pequeno de fibra de vidro e nele os estudantes instalaram quatro placas solares, três baterias e um controlador de carga. Com as fortes temperaturas do Pará, eles já conseguiram colocar o barco para navegar sem precisar de combustível fóssil.

O melhor de tudo isso é a possibilidade de ajudar as pessoas. “As comunidades ribeirinhas são em sua maioria de baixa renda, e com o combustível derivado de combustível fóssil cada vez mais escasso, o custo tende a ficar elevado, trazendo dificuldade para a comunidade se transportar de um lugar para outro em seus barcos”, explicou a líder do projeto, Micilene Bastos.

Barco movido a energia solar navega por rio
Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ideia surgiu em 2016 no município de Tucuruí. No total, 23 alunos dos cursos de engenharia elétrica, mecânica, civil, engenharia sanitária e ambiental e de computação da universidade trabalham no projeto.

Além dos moradores, o meio ambiente também agradece pela iniciativa dos estudantes. “É uma energia limpa e de baixo custo, pois uma vez instalado a vida útil do sistema é de 10 anos. O meio ambiente agradece, pois não tem nenhum tipo poluição ao meio ambiente com a tecnologia de energia fotovoltaica”, explicou Micilene.

Estudantes vão levar barco para Santa Catarina

Uma viagem de mais de 3 mil quilômetros de ônibus. É essa maratona que os estudantes vão enfrentar para apresentar o projeto desenvolvido no Pará no evento ‘Desafio Solar Brasil’, que acontece em Santa Catarina entre os dias 28 de janeiro e 2 de fevereiro.

Equipe desenvolvedora de barco movido a energia solar

O barco vai junto com a galera! Será puxado pelo ônibus em uma carrocinha. Todo esse improviso e as dificuldades acontecem pela falta de recursos que a equipe enfrenta, o que não deve impossibilitar de fazer o barco movido a energia solar ultrapassar as divisas do Pará.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas para conseguir participar do evento, os alunos precisam de  apoio. Além de material para o projeto, os interessados em ajudar também podem fazer doações em dinheiro através de uma vaquinha online.

Barco movido a energia solar sendo construído
Foto: Arquivo pessoal

“Tivemos de juntar dinheiro para começar as pesquisas, projetar e comprar os primeiros equipamentos. Fizemos rifas, realizamos festas, pedimos ajuda, e juntamos cerca de R$ 10 mil, investidos na compra de painéis solares, construção do casco e compra dos principais equipamentos”, explica Micilene.

Leia também: Garoto de 12 anos inventa “super barco” capaz de sugar plástico dos oceanos 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desafio maior é popularizar o acesso ao barco

Todos os obstáculos vencidos até aqui pela equipe “Muiraquitã” ainda são menores do que o desafio de fazer o barco movido a energia solar se tornar uma realidade para os ribeirinhos de Tucuruí e do Pará. Porém, os estudantes já têm estratégias para democratizar esse acesso.

Barco movido a energia solar com placas solares em cima
Foto: Arquivo pessoal

“Pretendemos expandir esse projeto para as comunidades ribeirinhas levando todo o sistema elétrico do barco para as comunidades, fazendo com que eles deixem de lado o barco movido à combustão. Nós iremos levar até os alunos das escolas de ensino fundamental e iremos auxiliá-los a construir protótipos movidos a energia solar e posteriormente faremos uma competição entre todas as escolas”, disse Micilene.

Que esse barco inovador chegue a muito mais lugares!

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

conteúdo original

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,502,658SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Este pai usa a mesma camisa há 20 anos por um motivo mais que especial

No início deste ano, a usuária do Twitter @922_riaru percebeu que seu pai usava sempre a mesma camisa, apesar dela ter mais de 20 anos. Ela...

Pitbull de rinha vira ‘babá’ de bebê, agradando-a sempre que ela chora

Quando os criadores falam que o problema não está na raça, mas na criação, aqui está a prova. Um cão da raça pitbull, que...

Pai dança com filha deficiente de 12 anos e faz todos se emocionarem

Kenzie Carey tinha quase dois anos de idade, quando ela foi diagnosticada com risco de vida por causa da doença mitocondrial. Esta doença danifica...

Crianças refugiadas, uma infância longe de casa

Mais da metade da população mundial de refugiados é composta por crianças. Muitas passam a infância inteira longe de casa, às vezes, separadas de suas famílias.

Menino ganha bicicleta em sorteio e doa para vizinho que não tinha nenhuma

No final dessa matéria, você só vai querer abraçar muito Chase! Ele é um garotinho comum de Memphis (EUA) e estava participando de um sorteio...

Instagram