Estudantes de escola pública do Ceará criam filtro sustentável para famílias carentes

Os estudantes Yuri Carvalho e Rebeca Rocha venceram a Feira de Ciências da escola com o projeto de um filtro sustentável.

Agora, eles buscam parceria com o governo do Ceará para ajudar famílias que não têm acesso à água potável e levar o filtro sustentável para mais pessoas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“E nossa escola, em Maracanaú, existe uma acirrada competição na gincana, e o diretor estrategicamente colocou a prova de projeto científico como a que valia mais pontos. Então, nos empenhamos muito no projeto e ganhamos”, disse Yuri ao Tribuna do Ceará.

Os estudantes se apaixonaram pelo projeto e o aprimoraram após a Feira de Ciências. Yuri e Rebeca contam com a orientação da professora de Química, Suiane Alves. “A finalidade é promover aceso à água de qualidade aos cidadãos das comunidades mais carentes e melhorar a qualidade da água distribuída pela Cagece, a qual tem um alto teor de cloro, o que a longo prazo pode levar a doenças”, explicou Yuri.

filtro sustentável 2

Inicialmente, o filtro seria feito com lenha de cajueiro, mas o carvão gerado causaria impactos ambientais. A dupla resolveu produzi-lo a partir de casca de coco. Yuri pesquisou na internet e conheceu uma empresa desperdiçava as cascas. O estudante coloca a casca em uma máquina com oxigênio controlado, quase a vácuo, e dessa forma consegue o carvão que precisa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para produzir um filtro, é necessário um investimento de R$ 70. Os estudantes testaram o projeto e comprovaram a potabilidade da água após passar pelo filtro. “Acreditamos que é um grande programa de saúde preventivo, pois sabe-se que na maioria do interior do estado as pessoas bebem água de poços ou cisterna. A qual não passa por um tratamento prévio que garantirá a potabilidade”.

Leia também:

Morador de rua ganha transformação de visual e emociona-se com resultado

Polvos feitos de crochê tranquilizam bebês prematuros no Paraná

Não é peruca! Este bebê cabeludo de 7 meses é a mais nova sensação da internet

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotos: Arquivo Pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,634,668SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Hospital envolve pacientes e funcionários na comemoração de 100 mil fãs no Facebook

No final de janeiro a página do Einstein no Facebook chegou à marca de 100 mil fãs. Como é um número bastante expressivo para um...

Pai com doença degenerativa ensina o que é amor para o seu filho

Amar alguém é querer essa pessoa sempre por perto.

Por falta de detentos, Holanda fecha 19 presídios (alguns viraram albergues para refugiados!)

Por falta de presos, a Holanda, a exemplo da Suécia (relembre aqui), teve que fechar 19 presídios! Uma realidade bastante diferente de lugares onde a criminalidade...

Ele não vai ao mercado há 8 meses graças ao mini jardim que criou inspirado pelo avô

Há 8 meses, o tatuador italiano Alessandro Vitale, de 29 anos, consome as frutas e verduras do próprio jardim, que ele montou na sacada...

Agora é crime: homofobia e transfobia podem dar até 5 anos de prisão

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) enquadra declarações homofóbicas e transfóbicas no crime de racismo.

Instagram