Estudantes criam site para levar informações em Libras sobre Covid-19

Clique e ouça:

Informações sobre o novo coronavírus (COVID-19) são atualizadas a todo momento, mas uma parcela da população ainda encontra dificuldades para acessá-las: para as pessoas surdas, os entraves incluem falta de materiais em Libras e dificuldades das famílias traduzirem informações técnicas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Este cenário motivou uma equipe do Programa de Pós-graduação em Tecnologia em Saúde (PPGTS) da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) a desenvolver o projeto “Unidos pela Saúde”.

O objetivo é levar informações sobre o COVID-19 de maneira acessível à sociedade e aos surdos.

O site “Unidos pela Saúde” é desenvolvido por estudantes mestrandos e doutorandos do PPGTS da PUCPR em conjunto com profissionais de Saúde voluntários e estudantes de outras instituições de Ensino.

estudantes criam site informações libras covid-19
Foto: Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Razões tem seu próprio podcast para espalhar boas notícias, ouça os episódios na sua plataforma favorita clicando aqui.

O foco principal é levar informações de cuidados de saúde à população em geral de maneira acessível e adaptada às pessoas com deficiências.

A partir daí, foi criado o site e vídeos com acessibilidade, gravados em um estúdio improvisado dentro da casa de uma das professoras do projeto.

“Foram 10 dias de trabalho desde a concepção da ideia, a produção e edição de vídeos, escrita de textos, desenvolvimento da identidade visual, implementação de website e criação das redes sociais do projeto”, diz Alexsander Pimentel, mestre em Tecnologia em Saúde, futuro doutorando do PPGTS e tradutor intérprete de Libras.

“Sempre que vejo e assisto as informações sobre a prevenção do COVID-19 percebo a falta de disponibilizar em Libras. Como tenho contato com pessoas surdas vivencio as reclamações por não colocarem informações direcionadas a eles – em Libras”, completa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele destaca que além da pessoa surda ser excluída do acesso à informação, algumas famílias, também, não conseguem se comunicar por desconhecer a Libras ou os sinais dos termos técnicos. “Há muitos termos técnicos e orientações que a família não sabe passar às pessoas com surdez; termos técnicos são difíceis”, explica.

Atualmente a equipe multidisciplinar do “Unidos pela Saúde” é composta por 16 pessoas, sendo 13 estudantes de pós-graduação (seis doutorandos do PPGTS, seis mestrandos do PPGTS e uma pós-graduanda em Fisiologia do Exercício da UFPR), duas profissionais voluntárias e um professor do PPGTS.

Canal Coronavírus: veja boas notícias, vagas home-office e como ajudar pequenos negócios clicando aqui.

“É enorme a satisfação poder contribuir com as pessoas que mais precisam de nós neste momento e fazer tudo se tornar realidade por meio de muito trabalho dentro da profissão por nós escolhida com a formação de qualidade proporcionada pela nossa universidade”, destaca o programador Murilo Rodrigues, bacharel em Sistemas de Informação (PUCPR), mestre na Área de Engenharia Biomédica (UTFPR) e doutorando em Tecnologia em Saúde (PUCPR).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Murilo afirma ainda que não se trata de um projeto temporário, relacionado apenas ao Coronavírus. “É um projeto definitivo que levará à população informação de qualidade sobre todos os assuntos pertinentes à Saúde e não somente assuntos sobre a pandemia do COVID-19”, conclui.

Acesse e conheça o site clicando aqui.

 

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,072,584FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,228SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Desconhecidos dão vida nova a idoso que recebeu arroz com ração de cachorro para comer

A história de seu José Adan começou triste, mas terminou muito feliz. Ele é um senhor idoso que vive em situação de rua e...

Internautas impedem falência de camisaria de idoso e vaquinha arrecada mais de R$50 mil em menos de 24h

Genteee, conseguimos! Batemos a meta da vaquinha pro Seu Pedroso não perder sua pequena camisaria, que ele tem há 75 anos. A história do vovô...

Yaci e Yara, filhas de quilombolas, são capa da Marie Claire

Dona Maria Santana deve estar orgulhosa, afinal, suas duas filhas gêmeas, Yaci e Yara, estão conquistando o mundo da moda com sua beleza estonteante...

Após vídeo viralizar, idoso recebe apoio de desconhecidos para salvar sua camisaria em SP

Apenas seis! Essa é a quantidade de camisas que o seu Odiney Pedroso, um senhorzinho prestes a completar 90 anos, vendeu desde o início...

Em apenas 24h, vaquinha para menino que cuida sozinho da mãe doente arrecada mais de R$277 mil

Genteeee, que alegria! Em menos de 24h, batemos a meta da vaquinha para comprar uma casa para o menino José, 15 anos, a mãe...

Instagram

Estudantes criam site para levar informações em Libras sobre Covid-19 13