Estudantes de SP criam absorvente 100% biodegradável que se decompõe em 6 meses

O trabalho de conclusão de curso (TCC) de quatro estudantes da Escola Técnica Estadual (Etec) Conselheiro Antônio Prado, em Campinas (SP), com certeza ficará na memória delas para sempre!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Alexa, Aline, Clara e Flora conseguiram desenvolver um absorvente 100% biodegradável, produzido a partir de tecido de algodão, amido de milho e bucha vegetal. O produto tem tempo de decomposição de no máximo seis meses, diferente dos absorventes convencionais, que podem levar 100 anos para desaparecer completamente na natureza.

Os testes do BioAbs, como as alunas batizaram o produto, ainda mostraram que a eficiência desse novo absorvente é tão boa quanto aqueles que as mulheres estão habituadas a comprar todos os meses.

“A proposta era desenvolver algo em cima da resolução de um problema, e a ideia do absorvente partiu delas. Foi uma escolha interessante, uma vez que esse tipo de produto dificilmente a sociedade vai deixar de utilizar, apesar de algumas alternativas já existentes“, comentou Erica Gayego, professora e orientadora do grupo.

Estudantes criadores do BioAbs
Reprodução: Ciclovivo.com.br

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pesquisa de satisfação

As estudantes precisaram testar o novo absorvente e entender o que as mulheres tinham a considerar, antes de vender a ideia para produção em larga escala.

Elas reuniram um grupo de 153 estudantes da mesma escola técnica para usar o BioAbs e a resposta foi bem positiva. Um total de 83% afirmou que usaria o novo absorvente e 17% disseram que talvez apostassem na versão biodegradável. A boa notícia é que ninguém deu opinião negativa para o produto!

dois absorventes sobre mesa de teste
O BioAbs recebeu 83% de aprovação entre as mulheres que testaram. Foto: reprodução G1

Premiação

O projeto do BioAbs foi inscrito no Prêmio Inovar Solvay Rhodia e conquistou o segundo lugar. O vencedor foi um aluno da mesma escola técnica, que desenvolveu um biorreator que ajuda a reduzir a poluição atmosférica.

três bioabs sendo testados
A criação pode ser produzida em larga escala, mas precisa passar por outros testes. Foto: reprodução G1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A gente só torce para que o produto tenha apoio e possa chegar ao mercado logo logo! Parabéns meninas!

Dá uma olhada também na história dessas outras pesquisadoras brasileiras que venceram o maior prêmio de conservação ambiental do mundo

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Campanha quer ampliar a definição de família para abranger todas as formas de amor

Com base em todas as sugestões enviadas e, com a ajuda de especialistas da língua, será escolhida uma definição mais ampla, fazendo com que as novas gerações conheçam um significado de família mais democrático e sem preconceitos.

Este app aproxima pais com bebês prematuros que estão em incubadoras

O app permite que a mãe grave seus batimentos cardíacos e outros sons suaves. Um alto-falante especial na incubadora do hospital reproduz o áudio, que a tecnologia da Samsung "abafa" para melhor imitar o ambiente no útero.

Pela primeira vez, Zara faz campanha de marketing com modelo síndrome de Down

Uma ação de representatividade e respeito. A marca Zara, loja de roupas e acessórios, lançou peças de marketing com um garoto que possui síndrome...

Ararinhas-azuis são soltas na natureza 20 anos após serem declaradas extintas

Olha só que notícia boa! No último sábado (11), 8 ararinhas-azuis, espécie até então considerada extinta na natureza desde o ano 2000, foram soltas...

Doritos lança site para arrecadar fundos à casa que acolhe pessoas LGBTs expulsas de casa

Semana passada postamos que a Doritos lançou no Brasil tortilhas nas cores do arco-íris, com renda destinada à casa de acolhimento LGBT (veja aqui). E hoje...

Instagram

Estudantes de SP criam absorvente 100% biodegradável que se decompõe em 6 meses 3