Estudantes de SP criam absorvente 100% biodegradável que se decompõe em 6 meses

O trabalho de conclusão de curso (TCC) de quatro estudantes da Escola Técnica Estadual (Etec) Conselheiro Antônio Prado, em Campinas (SP), com certeza ficará na memória delas para sempre!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Alexa, Aline, Clara e Flora conseguiram desenvolver um absorvente 100% biodegradável, produzido a partir de tecido de algodão, amido de milho e bucha vegetal. O produto tem tempo de decomposição de no máximo seis meses, diferente dos absorventes convencionais, que podem levar 100 anos para desaparecer completamente na natureza.

Os testes do BioAbs, como as alunas batizaram o produto, ainda mostraram que a eficiência desse novo absorvente é tão boa quanto aqueles que as mulheres estão habituadas a comprar todos os meses.

“A proposta era desenvolver algo em cima da resolução de um problema, e a ideia do absorvente partiu delas. Foi uma escolha interessante, uma vez que esse tipo de produto dificilmente a sociedade vai deixar de utilizar, apesar de algumas alternativas já existentes“, comentou Erica Gayego, professora e orientadora do grupo.

Estudantes criadores do BioAbs
Reprodução: Ciclovivo.com.br

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pesquisa de satisfação

As estudantes precisaram testar o novo absorvente e entender o que as mulheres tinham a considerar, antes de vender a ideia para produção em larga escala.

Elas reuniram um grupo de 153 estudantes da mesma escola técnica para usar o BioAbs e a resposta foi bem positiva. Um total de 83% afirmou que usaria o novo absorvente e 17% disseram que talvez apostassem na versão biodegradável. A boa notícia é que ninguém deu opinião negativa para o produto!

dois absorventes sobre mesa de teste
O BioAbs recebeu 83% de aprovação entre as mulheres que testaram. Foto: reprodução G1

Premiação

O projeto do BioAbs foi inscrito no Prêmio Inovar Solvay Rhodia e conquistou o segundo lugar. O vencedor foi um aluno da mesma escola técnica, que desenvolveu um biorreator que ajuda a reduzir a poluição atmosférica.

três bioabs sendo testados
A criação pode ser produzida em larga escala, mas precisa passar por outros testes. Foto: reprodução G1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A gente só torce para que o produto tenha apoio e possa chegar ao mercado logo logo! Parabéns meninas!

Dá uma olhada também na história dessas outras pesquisadoras brasileiras que venceram o maior prêmio de conservação ambiental do mundo

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,211SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Casal abre mão do sonho da festa de casamento e destina dinheiro para construir escola na África

Um ato de altruísmo para nos inspirar e encher de motivação em fazer o bem. Quem um dia sonhou com um casamento sabe o quanto...
video

[VÍDEO] Padre atende menino que interrompeu missa para pedir oração ao padrinho entubado com Covid-19

Enquanto celebrava uma missa na cidade de Patrocínio (MG), o padre Artur Oliveira ficou emocionado ao ser interrompido pelo pedido inocente de João Miguel,...

Menina de 2 anos guia os pais deficientes visuais no dia a dia

"Eu acho que quando Deus decidiu nos presentear com Ana, ele disse: 'pronto, ela será os olhos da mãe e do pai - seus pés e suas mãos", diz Marlene, mãe da menina.

Todos ignoraram este garoto batendo nas portas das casas, até que este cara resolveu abrir

É fácil desconfiar de pessoas estranhas, especialmente quando alguém que não conhecemos bate na nossa porta. Por isso, deveríamos ler essa notícia e seguir...

Prefeitura de SP vai pagar salário mínimo para travestis poderem estudar

A prefeitura de São Paulo anunciará no fim do mês a criação de uma bolsa de um salário mínimo mensal (R$ 788) para que,...

Instagram