Estudantes de Direito criam projeto de assistência jurídica gratuita a pessoas trans

Estudantes do curso de Direito da Universidade Tiradentes, em Aracaju (SE), criaram no final de 2017 o projeto TransJus, que oferece assistência jurídica gratuita a pessoas trans e travestis sobre seus direitos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Guilherme Sampaio e Daniela Andrade participavam de um grupo de pesquisa com o tema “Transexualidade e Direito”. Foi então que eles perceberam a necessidade de criar um projeto que pudesse oferecer assistência jurídica para uma população marginalizada gratuitamente.

Leia também: 

Os estudantes fizeram a proposta à coordenadora do grupo de pesquisa, Acácia Lelis, que abraçou o projeto de imediato. O TransJus também recebeu aval do coordenador do curso e do coordenador do Núcleo de Práticas Jurídicas da universidade.

alunos direito assistência jurídica pessoas trans
Daniela Andrade, Guilherme Sampaio e a professora Acácia Lelis

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desde o início, o TransJus procura estabelecer vínculos com movimentos sociais que lutam em defesa da população trans. Para que essas entidades possam encaminhar pessoas que têm dúvidas e buscam orientações jurídicas sobre seus direitos.

Atualmente, a equipe do projeto é composta por 10 estudantes. Eles realizam os atendimentos, a logística e confeccionam as peças processuais. Já os professores parceiros atuam como supervisores/orientadores, indicando fundamentações e possíveis erros.

alunos direito assistência jurídica pessoas trans

alunos direito assistência jurídica pessoas trans

Leia também: Após ataques transfóbicos, garoto trans recebe apoio dos amigos e professores

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O projeto foi criado antes da decisão do Supremo Tribunal Federal que permite a retificação de nome e gênero das pessoas trans por via administrativa. No início, essa era a principal demanda. Hoje, há uma grande demanda de homens trans com dificuldade para realizar a cirurgia de mastectomia [retirada de mama]. Os planos de saúde se comprometem com o serviço, e depois recusam realizá-lo. A falta de condições econômicas para custear processos com advogados é outro fator que leva as pessoas a procurarem o TransJus”, explica Guilherme.

“O projeto atinge toda a seara do Direito (cível, trabalho, penal, previdenciário, consumidor, entre outros), o que permite também que os alunos do curso possam colocar em prática todo conteúdo adquirido em sala de aula”, destaca.

alunos direito assistência jurídica pessoas trans

alunos direito assistência jurídica pessoas trans

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O projeto começou de forma voluntária. Depois, concorreu a uma vaga no edital de projetos de extensão da universidade: ficou em 2º lugar. Hoje, todos os alunos estão vinculados à coordenação de extensão como bolsistas.

“Procuramos sempre realizar mutirões de atendimentos, divulgação de cartões de visita em entidades sociais do movimento Trans. É uma forma de alcançar pessoas, que dificilmente procuram um órgão para sanar a violação de seus direitos quando são lesionadas. E também uma maneira de dizer que elas não estão sozinhas”, conta Guilherme.

alunos direito assistência jurídica pessoas trans

 

Os atendimentos são realizados às segundas e quartas, de 8h às 11h, no Núcleo de Práticas Jurídicas da Universidade Tiradentes (NPJ-UNIT), que fica na Rua Lagarto, nº 2353, Centro de Aracaju. Contatos: (79) 99670-2025; Instagram @projetransjus.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

alunos direito assistência jurídica pessoas transcrédito das fotos: Reprodução/TransJus

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,827,323SeguidoresSeguir
24,592SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Sem reclamar, filho de 3 anos acompanha pai em hospital

Existe sensação pior do que ficar doente e não ter ninguém pra cuidar da gente? Quando estamos doentes fisicamente, também ficamos fragilizados emocionalmente e...

‘Minha mãe nunca desistiu de mim’: o amor fez com Robson largasse o crack

A vida pro Robson nunca foi fácil, mas tudo piorou quando ele aceitou dar um "pega numa paradinha" de crack aos 28 anos. Por dois...

Marca do rapper Emicida estreia na SPFW trazendo diversidade e empoderamento

A marca trouxe para a passarela da maior semana de moda da América Latina looks inspirados no samurai negro Yasuke e muita diversidade e empoderamento.

Atriz Gloria Pires faz camisetas com suas frases no Oscar e doa lucro para ONG carioca

Se você não estava em Marte no último domingo, deve ter acompanhado a grande repercussão dos comentários da atriz Gloria Pires durante a transmissão...

Menina não se intimida durante protestos de religiosos nos EUA e mostra bandeira do arco-íris pra eles

Pouco tempo após a Suprema Corte legalizar a união entre casais homossexuais em todo o território norte-americano, um grupo organizou uma pregação religiosa contra...

Instagram

Estudantes de Direito criam projeto de assistência jurídica gratuita a pessoas trans 1