Estudantes retiram quase uma tonelada de garrafas PET da natureza numa ação de combate à dengue

A escola estadual Delmo Ferreira da Silva, em Jundiá, cidade do interior de Alagoas, realizou uma ação com alunos do Ensino Médio e recolheu quase uma tonelada de garrafas PET da zona urbana e rural da cidade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ideia é parte de um projeto interdisciplinar idealizado pela própria escola, que busca conscientizar a população sobre a importância da preservação do meio ambiente e da despoluição dessas zonas da cidade no combate a proliferação do mosquito da dengue.

O projeto teve início em fevereiro deste ano e, na ação que marca o fim de sua primeira etapa, contou com a participação de estudantes, professores e familiares de alunos. A estudante Elen Rebeca, de 16 anos, participou ativamente das atividades e disse ter aprendido muito com a experiência. “Foi a primeira vez que participei de um projeto como este, junto com tanta gente, e foi ótimo, porque aprendemos a expandir o nosso olhar e sobre a importância de continuarmos fiscalizando e cuidando para que não haja acúmulos de garrafas PET nem de outros materiais pela cidade. Aprendemos que nossa tarefa não para com o projeto, que ela tem que ser contínua, se não tudo terá sido em vão”, reiterou.

Estudantes retiram quase uma tonelada de garrafas PET da natureza numa ação de combate à dengue 2
Alunos durante o mutirão.

De acordo com uma das idealizadoras do projeto, professora Maria Valéria, encerrada a primeira etapa, que diz respeito à reciclagem, os alunos continuarão desenvolvendo as atividades propostas por cada uma das disciplinas e depois farão outra coleta de garrafas, que está prevista para o mês de Maio. A nova coleta continuará com o mesmo propósito de livrar a cidade do acúmulo de lixo e de focos de proliferação do mosquito da dengue, mas o material coletado será destinado para utilização da própria instituição de ensino na construção de uma horta vertical e na confecção de aparelhos que serão utilizados nas aulas de Educação Física.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os novecentos e sessenta e seis quilos de garrafas PET coletados (quase 1 tonelada!) foram vendidos a um centro de coleta de recicláveis e o valor arrecadado distribuído igualmente entre as turmas participantes. Além disso, como forma de parabenizá-los pelo empenho nas atividades propostas, os alunos ganharam uma viagem ecológica para conhecer as Nove Ilhas e o Cinturão Verde, em Maceió, onde aprenderão ainda mais sobre a importância da preservação ambiental.

*Colaborou com o texto: Alexandre Barbosa, aluno da escola estadual Delmo Ferreira da Silva

Garrafas PET

Leia também: 

Cachorro de Kid Vinil vai a velório se despedir do músico e emociona a todos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mulher revela “segredo” para pretendente e se surpreende com reação

Foto: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,805,462SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

De geração para geração: Neta emociona ao casar com vestido que avó usou 43 anos atrás

Andressa dos Santos, 21 anos, fez a melhor escolha de look para o seu casamento, que aconteceu em Campo Grande. Ela decidiu usar o...

Vídeo de cão pedindo perdão ao dono viraliza na web

Os animais tem uma capacidade surpreendente de despertar sentimentos que as vezes achamos não ser possível de termos. Ou ainda, especialmente em cães, que...

Jovem que perdeu as pernas após atentado com bomba se torna nadadora paralímpica de elite dos EUA

Mais que a mera oportunidade de torcer nas disputas esportivas, as Olimpíadas e as Paralimpíadas dão espaço para o mundo conhecer as histórias de...

Jovem empurra cadeira de rodas elétrica de senhora após a bateria ‘morrer’

A mulher ficou parada na rua por 45 minutos, antes do jovem boxeador se aproximar dela e oferecer ajuda.

Carpinteiro compra jiboia, livra animal de pauladas e o entrega à Patrulha Ambiental

Um carpinteiro pagou R$ 100 para dois homens pararem de dar pauladas em uma jiboia, no Rio de Janeiro. O rapaz, que preferiu não ter...

Instagram

Estudantes retiram quase uma tonelada de garrafas PET da natureza numa ação de combate à dengue 3