Estudantes vão ao Centro do Rio para remover marcas de protesto feitas por vândalos

Estudantes que participaram da manifestação no Centro do Rio na noite desta segunda-feira (17) começaram a chegar ao entorno da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) para limpar os vestígios de destruição deixados por uma minoria que praticou atos de vandalismo no final do protesto nas imediações do prédio da Alerj.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Entre 100 mil pessoas, claro que ia ter um ou outro que queria aparecer. Pra que destruir um patrimônio público? Isso não é um verdadeiro manifesto”, declarou o estudante de eletrotécnica  Gustavo Nascimento Amaral, de 19 anos, que trouxe sacolas pra recolher os detritos deixados pelas rua e material de limpeza para ajudar a remover as pichações.

limpeza-alerj

Os jovens se mobilizaram através de redes sociais e começaram a chegar ao Centro por volta das 10h30. O estudante Romulo Mendes, de 19 anos, também criticou o vandalismo. “O pessoal veio e criou-se uma esperança e isso mancha a imagem, tudo isso é fruto vindo do nosso dinheiro. Destruir o patrimônio público vai contra o que estamos reivindicando”, declarou.

“A gente não está representando ninguém. Somos amigos que estivemos ontem na Cinelândia e viemos tentar ajudar para mostrar que essa galera não nos representa. Vamos ajudar como podemos, a passeata estava limpa e essas pessoas que fizeram esses estragos não nos representam”, declarou o professor Rafael Araruna, de 34 anos, que estava contribuindo com a limpeza junto da engenheira Paula Chalhoub.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja a matéria completa aqui.

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,775,615SeguidoresSeguir
23,363SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Bombeiro que conversou em Libras com vítima de acidente pinta casa com alfabeto de sinais

Se ser bombeiro já é algo louvável, já que esta é uma profissão movida pelo desejo de salvar vidas, o brasileiro Walker Souza é...

Menino chora ao se despedir de peixinho de estimação falecido e emociona internautas

Se despedir de um bichinho de estimação é algo muito difícil, quando você é criança então, tudo fica ainda mais difícil, pois ainda não...

Mahia Macias, a menina de 7 anos que faz história no futebol uruguaio

Um passe longo dado por um pequeno companheiro de equipe cruza a grande área. Os jogadores do Peñarol estão desesperados tentando roubar a bola...

Menino de 5 anos vende limonada para ajudar animais vítimas de maus tratos

Mais uma da série: crianças que nos dão esperança!

OMO homenageia líder comunitária que transforma a vida de crianças e jovens de bairro pobre no RJ

Ilma Rocha é a esperança de uma vida melhor para crianças, adolescentes e jovens da comunidade do Quitanda, no Rio de Janeiro.  Em 2006, Ilma...

Instagram

Estudantes vão ao Centro do Rio para remover marcas de protesto feitas por vândalos 4