Estudo sugere que lembranças boas ajudam a combater doenças como depressão e ansiedade

Pensar nas lembranças boas da vida é um poderoso antídoto para doenças como a depressão e ansiedade, sugere um estudo de pesquisadores da Universidade de Liverpool. Eles concluíram isso através de um método batizado de BMAC (Broad Minded Affective Coping).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os pesquisadores recrutaram 123 voluntários para descreverem sentimentos sobre si mesmos. Os participantes responderam perguntas sobre culpa, prazer, inseguranças, sentimentos autodestrutivos e de conexão e conforto com outras pessoas.

Na segunda parte do experimento, os voluntários receberam instruções para relaxarem e focarem sem si mesmos. Então, os cientistas pediram que os voluntários resgatassem em suas memórias um momento feliz que passaram na companhia de alguém querido e que se concentrassem nos sentimentos bons que a lembrança trazia.

Leia também: Projeto usa impressora 3D para imprimir fotos antigas e reviver memórias das pessoas cegas

Em seguida, eles foram convidados a imaginar o que essa mesma lembrança significava para a pessoa que estava ao seu lado, e analisar o impacto disso na sua própria vida. Os cientistas também deixaram os voluntários à vontade para contemplarem as sensações maravilhosas daqueles sentimentos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Depois dessa dinâmica, onde os participantes despertaram seus melhores sentimentos, eles responderam o formulário BMAC novamente. As respostas negativas foram substituídas por respostas de tranquilidade, afeto, segurança e conforto.

Segundo os cientistas, essa é uma prova de que o método BMAC consegue provocar tipos específicos de emoções ao incentivar imagens mentais por meio de memórias pessoais.

Via

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,772FãsCurtir
1,921,710SeguidoresSeguir
9,388SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua em Belém (PA)

Desde o último sábado (21), o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, passou a receber centenas de pessoas em situação de rua da Região Metropolitana...

Após ver família comendo restos do lixo, homem abre restaurante para servir pessoas carentes

O dono de um restaurante em Vila Velha (ES) abriu seu estabelecimento para atender gratuitamente pessoas em situação de rua durante a pandemia de...

Angelina Jolie doa R$ 5 milhões para manter merenda de alunos durante quarentena

A atriz Angelina Jolie, 44 anos, doou US$ 1 milhão (R$ 5,2 milhões) para manter a distribuição de merendas escolares para crianças de baixa...

Idosa de 87 anos confecciona máscaras de proteção para distribuir gratuitamente no MA

Sem conseguir encontrar máscaras de proteção, a professora, bióloga e engenheira civil Renatha Costa uniu forças com sua avó, dona Bernarda, 87 anos, para...

Idoso de 80 anos constrói trenzinho para cães que resgatou das ruas

Um idoso de 80 anos passa seu tempo livre operando o que provavelmente pode ser o trem mais divertido do mundo! O senhor Eugene Bostick...

Instagram