Estudo sugere que lembranças boas ajudam a combater doenças como depressão e ansiedade

Pensar nas lembranças boas da vida é um poderoso antídoto para doenças como a depressão e ansiedade, sugere um estudo de pesquisadores da Universidade de Liverpool. Eles concluíram isso através de um método batizado de BMAC (Broad Minded Affective Coping).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os pesquisadores recrutaram 123 voluntários para descreverem sentimentos sobre si mesmos. Os participantes responderam perguntas sobre culpa, prazer, inseguranças, sentimentos autodestrutivos e de conexão e conforto com outras pessoas.

Na segunda parte do experimento, os voluntários receberam instruções para relaxarem e focarem sem si mesmos. Então, os cientistas pediram que os voluntários resgatassem em suas memórias um momento feliz que passaram na companhia de alguém querido e que se concentrassem nos sentimentos bons que a lembrança trazia.

Leia também: Projeto usa impressora 3D para imprimir fotos antigas e reviver memórias das pessoas cegas

Em seguida, eles foram convidados a imaginar o que essa mesma lembrança significava para a pessoa que estava ao seu lado, e analisar o impacto disso na sua própria vida. Os cientistas também deixaram os voluntários à vontade para contemplarem as sensações maravilhosas daqueles sentimentos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Depois dessa dinâmica, onde os participantes despertaram seus melhores sentimentos, eles responderam o formulário BMAC novamente. As respostas negativas foram substituídas por respostas de tranquilidade, afeto, segurança e conforto.

Segundo os cientistas, essa é uma prova de que o método BMAC consegue provocar tipos específicos de emoções ao incentivar imagens mentais por meio de memórias pessoais.

Via

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,970,136SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Um encontro maravilhoso (e emocionante) com Maria Inês: a mãe de 1000 filhos

Uau!! Vou ser sincero com vocês, quando li o título deste vídeo fiquei desconfiado, quando comecei a assistí-lo então, fiquei mais ainda. Pensei “lá...

Já imaginou pagar a conta de água com trabalho voluntário?

Mais uma ideia genial para importarmos aqui para o Brasil! Na Itália, consumidores com a conta de água em atraso vão poder quitar a dívida por meio...

Jovem de 14 anos usa peças de sucata e cria um moinho de vento para levar energia para seu povoado

William Kamkwamba hoje tem mais de 20 anos, mas seus feitos começaram quando ele ainda tinha 14 no Maláui, no sudoeste da África. Em...

Garoto que sofreu bullying no 1º dia de aula é acolhido por veteranos

Cale Wrenn, 14 anos, sofreu bullying no seu primeiro dia de aula na nova escola. Mas logo ele foi acolhido pelos veteranos do ensino médio: "Foi muito bom saber que existem pessoas que se importam".

Coronavírus: estudantes de Farmácia produzem álcool gel e distribuem de graça

Em alguns lugares, é quase impossível encontrar álcool gel para comprar e se proteger do coronavírus por conta da demanda alta pelo produto. Pra sorte...

Instagram