EUA começam testes de possível vacina contra o coronavírus em humanos

Começaram os primeiros testes em seres humanos de uma potencial vacina contra o coronavírus (Covid-19), em Seattle, Washington (EUA).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O estudo é conduzida por cientistas da Kaiser Permanente Washington Health Research lnstitute (KPWHRI).

O laboratório privado conta com o apoio dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH), órgãos vinculados ao governo americano.

Na primeira fase da pesquisa clínica, 45 voluntários com idade entre 18 e 55 anos serão testados. O primeiro participante recebeu a dose em teste na segunda-feira (16).

cientistas eua testes vacina contra o coronavírus
Fotos: Reprodução/Shutterstock

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A primeira fase avaliará a segurança da vacina e sua habilidade de produzir respostas imunológicas do organismo. Em testes realizados com animais, o produto, denominado mRNA-1273, já havia demonstrado uma boa resposta, considerada pelos cientistas como “promissora”.

Nas fases seguintes, o imunizante será testado em uma amostragem de pessoas bem maior.

“Os cientistas foram capazes de desenvolver rapidamente o mRNA-1273 por causa de estudos anteriores de coronavírus relacionados que causam Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) e Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS)”, informaram os NIH, em nota.

“Os cientistas já estavam trabalhando em uma investigação de uma vacina contra a MERS, o que trouxe uma vantagem no desenvolvimento da vacina contra o coronavírus (Covid-19)”, completaram.

Os voluntários receberão nos próximos dias duas doses da vacina por meio de uma injeção intramuscular na parte superior do braço, com intervalo de 28 dias entre as doses. Eles serão divididos em três grupos e cada um receberá a dose com uma concentração diferente: 25 mcg, 100 mcg e 250 mcg.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Após a aplicação da segunda dose, os voluntários serão acompanhados por um ano. Ainda não há previsão de quando todas as etapas do teste serão finalizadas ou quando a vacina será disponibilizada em massa, mas a expectativa é que isso ocorra em 2021.

Pesquisas brasileiras

O Brasil também corre contra o tempo para controlar a pandemia. Duas pesquisadoras da USP fizeram o sequenciamento do genoma do primeiro caso da doença registrado no país em apenas 48h.

Também na USP, pesquisadores trabalham no desenvolvimento de uma vacina para o Covid-19.

Já na Universidade Federal da Bahia, cientistas reduziram o diagnóstico do coronavírus de 48h para 3h. Ainda na Bahia, estudantes do curso de Farmácia da Unef estão produzindo álcool gel para distribuir gratuitamente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O que eu posso fazer?

Além de se proteger, listamos 14 atitudes gentis (e simples!) para você ajudar pessoas de grupos de risco do coronavírus, clique aqui.

Também reunimos diversos serviços gratuitos para você aproveitar durante a pandemia, clique aqui.

Durante o Mês da Mulher, nós aqui do Razões junto com O Boticário contaremos histórias de mulheres que ajudam mulheres. Vamos falar sobre essa linda rede de apoio, para mostrar que #SomosFeitasDeTodas. Acesse as histórias aqui.

Fonte: Estadão

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,271,435SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cãozinho desperta tutor de coma induzido e vira herói

“Nós certamente temos um vínculo especial”

Pai leva cachorro errado para casa e demora para descobrir

E o cãozinho "errado" achou mesmo que estava na casa dele: livre, leve e solto.

Golfinho pede ajuda a mergulhador para tirar o anzol da sua nadadeira

Um grupo de mergulhadores que fazia um mergulho noturno em Kona, no Hawaii, para observar Arraias Mantas teve uma surpresa inesperada – um Golfinho...

Com coro de “Metamorfose Ambulante” Skol encerra o ano como uma marca que se reinventou para o público

Uma homenagem a um clássico do rock nacional que celebra a diversidade.

Após repercussão, menino que vende tamboretes recebe ajuda de todo o Brasil

Quando olhamos as fotos do menino Lucas, 11 anos, antes e depois da repercussão da sua história, é nítida a mudança na sua fisionomia,...

Instagram

EUA começam testes de possível vacina contra o coronavírus em humanos 2