Evento global pela conexão humana acontece em SP no próximo dia 15 de outubro

No próximo dia 15 de outubro, vai rolar em São Paulo e em outras grandes cidades do mundo, como Nova York, Milão, Viena, Dhaka, Vancouver, Londres, Buenos Aires, Melbourne, Paris, Berlin, Dublin, Amsterdam, Guadalajara, Estocolmo, Madri, Geneva, uma mega experimento de conexão humana.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O “EntreOlhares” faz parte de um movimento mundial organizado pela The Liberators International.

“Nós queremos te convidar para espalhar não somente esse evento mas a ideia que está por trás dele que é a de conexão genuína entre seres humanos, afinal, ela faz um bem danado para o coração e pode começar uma verdadeira revolução”, dizem os organizadores na descrição do evento criado no Facebook.

Todas as intervenções que acontecerem nesse dia ao redor do mundo vão gerar um vídeo global que será lançado na rede para lembrar o quanto a conexão humana é importante para construirmos um mundo melhor.

O local do encontro na capital paulista será na Praça Roosevelt, entre 15h e 19h. “Vamos ter placas na Praça Roosevelt com os dizeres “Para onde foi a conexão humana? Compartilhe um minuto de contato olho no olho para descobrir…”, informam os organizadores.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,765,320SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vigias da UFF sem salário há sete meses recebem cesta básica de alunos e professores

A equipe de vigias terceirizados que trabalham nos campi da Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói (RJ), reclamam de atrasos nos salários. A empresa responsável...

O Boticário agrada com campanha de Dia dos Namorados que traz casais homssexuais

Tratar certos temas na publicidade ainda é um tabu, principalmente por causa dos riscos em não acertar a mão na hora de falar e,...

“Morei na casa deles por 7 anos e nunca me senti como a filha da ajudante”

Meus pais eram refugiados do Vietnã. E logo depois que nasci, minha mãe foi contratada como empregada doméstica. Ela não suportava deixar sua única...

Crianças cantam para homenagear professora com câncer de mama

“O câncer não discrimina ou se importa se você tem apenas 38, com três crianças que precisam de você em suas vidas.” Esse é um...

Em comemoração ao Mês da Mulher, WeWork investirá na força de mulheres empreendedoras

"Já é clichê dizer que ambientes diversos trazem mais inovação, é preciso pensar além". A frase é de Andreza Rocha, fundadora e CEO do AfrOya...

Instagram