Ex-catador, professor cria ‘computador’ de R$ 22 para alunos carentes estudarem

Clique e ouça:

Hoje professor, Ciswal Santos é ex-catador de latinhas. A dureza para se graduar anos depois inspiraria Ciswal a criar um computador de R$ 22 para ajudar estudantes carentes nos estudos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ciswal, 31 anos, batizou o ‘computador’ de HYTEC One (significa “Oi, tecnologia”). Ele precisa ser conectado a uma tela, de celular ou TV. Consegue rodar programas básicos, como reprodutor de mídias, criação de textos, planilhas e slides.

É o necessário para estudantes que não têm acesso a um computador para acompanhar as aulas remotas nesses tempos de pandemia, por exemplo.

“Um computador hoje é bem caro. A falta de acessibilidade me deixava desconfortável desde cedo”, afirma.

O sistema operacional do computador, que cabe na palma da mão, é o Windows 98, mas isso deve mudar. O professor de ciências da computação trabalha para desenvolver um sistema próprio, que deve ficar pronto em quatro meses.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

computador conecta celular
Computador cabe na palma da mãe e precisa ser conectado a uma tela, de celular ou TV. Foto: Arquivo pessoal

Fiquei impressionado com o investimento que Ciswal precisou fazer para criar essa tecnologia: baixíssimo! Ao contrário do impacto que ela pode gerar na vida de estudantes sem muitos recursos: gigantesco! 👏

Ciswal catava latinhas para estudar

Ciswal nasceu em Palmares (PE), mas se mudou para Juazeiro do Norte (CE) na adolescência.

Após a separação dos pais, a situação financeira começou a apertar. A mãe de Ciswal ganhava R$ 15 por faxina. Era pouco para sustentar a casa e apoiar o filho nos estudos. Foi então que Ciswal resolveu entregar feiras de bicicleta.

Depois de entrar para faculdade, antes dos 16 anos (sim, um gênio!), Ciswal buscou no lixo a solução para continuar estudando. Saía pelas ruas catando latinhas para vender para a reciclagem. Tirava R$ 2 por quilo vendido.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

professor sorrindo ao lado lousa branca
Ciswal catava latinhas para poder estudar. Foto: Valéria Alves/TV Verdes Mares

Canal Coronavírus: veja boas notícias, vagas home-office e como ajudar pequenos negócios clicando aqui.

Em uma semana conseguia três quilos e meio. Era pouco, mas usava esse dinheirinho para pagar cópias, apostilas, livros e impressões da faculdade.

Conhecendo mais sua história, entendemos de onde vem o desejo de Ciswal em ajudar estudantes com limitações que o próprio Ciswal teve que driblar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Isso é lindo, isso que eu chamo de empatia!

Implantação do projeto

A prioridade é o Brasil, mas o professor tem na mesa uma proposta de um grupo de empresários de Dubai, dos Emirados Árabes Unidos, que quer implantar o HYTEC One no continente africano.

“Mas a prioridade é do Nordeste, do Ceará. Vou trabalhar em prol da população daqui”, completa.

Vai ser uma pena um projeto tão incrível, feito pelas mãos de um brasileiro, não ser colocado em prática aqui no país, concorda? Chato mesmo.

Harvard

Antes de desenvolver o HYTEC One, Ciswal foi selecionado para estudar na Universidade de Harvard, em 2018.

Durante sua passagem por uma das universidades mais conceituadas do mundo, o professor desenvolveu um projeto de geração de energia sustentável.

brasileiro e moçambicanos tocando imagem padre cícero
Devoto de Padre Cícero, Ciswal foi nomeado embaixador de direitos humanos de entidade ligada à ONU. Foto: Divulgação

O equipamento foi implantado em uma escola de Moçambique, na África, a convite da Organização das Nações Unidas.

Isso logo após Ciswal ser nomeado embaixador de Direitos Humanos da Noble Order for Human Excellence (NOHE), entidade ligada à ONU.

É nessas horas que sinto orgulho de ser brasileiro. Obrigado, professor!

Veja também:

Internautas se solidarizam e vaquinha para vendedor de salgados humilhados bate R$ 75 mil:

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

Fonte: Diário do Nordeste

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,071,933FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,175SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Desconhecidos dão vida nova a idoso que recebeu arroz com ração de cachorro para comer

A história de seu José Adan começou triste, mas terminou muito feliz. Ele é um senhor idoso que vive em situação de rua e...

Yaci e Yara, filhas de quilombolas, são capa da Marie Claire

Dona Maria Santana deve estar orgulhosa, afinal, suas duas filhas gêmeas, Yaci e Yara, estão conquistando o mundo da moda com sua beleza estonteante...

Em apenas 24h, vaquinha para menino que cuida sozinho da mãe doente arrecada mais de R$277 mil

Genteeee, que alegria! Em menos de 24h, batemos a meta da vaquinha para comprar uma casa para o menino José, 15 anos, a mãe...

Internautas impedem falência de camisaria de idoso e vaquinha arrecada mais de R$50 mil em menos de 24h

Genteee, conseguimos! Batemos a meta da vaquinha pro Seu Pedroso não perder sua pequena camisaria, que ele tem há 75 anos. A história do vovô...

Após vídeo viralizar, idoso recebe apoio de desconhecidos para salvar sua camisaria em SP

Apenas seis! Essa é a quantidade de camisas que o seu Odiney Pedroso, um senhorzinho prestes a completar 90 anos, vendeu desde o início...

Instagram

Ex-catador, professor cria 'computador' de R$ 22 para alunos carentes estudarem 14