Ex-catador, professor cria ‘computador’ de R$ 22 para alunos carentes estudarem

Hoje professor, Ciswal Santos é ex-catador de latinhas. A dureza para se graduar anos depois inspiraria Ciswal a criar um computador de R$ 22 para ajudar estudantes carentes nos estudos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ciswal, 31 anos, batizou o ‘computador’ de HYTEC One (significa “Oi, tecnologia”). Ele precisa ser conectado a uma tela, de celular ou TV. Consegue rodar programas básicos, como reprodutor de mídias, criação de textos, planilhas e slides.

É o necessário para estudantes que não têm acesso a um computador para acompanhar as aulas remotas nesses tempos de pandemia, por exemplo.

“Um computador hoje é bem caro. A falta de acessibilidade me deixava desconfortável desde cedo”, afirma.

O sistema operacional do computador, que cabe na palma da mão, é o Windows 98, mas isso deve mudar. O professor de ciências da computação trabalha para desenvolver um sistema próprio, que deve ficar pronto em quatro meses.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

computador conecta celular
Computador cabe na palma da mãe e precisa ser conectado a uma tela, de celular ou TV. Foto: Arquivo pessoal

Fiquei impressionado com o investimento que Ciswal precisou fazer para criar essa tecnologia: baixíssimo! Ao contrário do impacto que ela pode gerar na vida de estudantes sem muitos recursos: gigantesco! 👏

Ciswal catava latinhas para estudar

Ciswal nasceu em Palmares (PE), mas se mudou para Juazeiro do Norte (CE) na adolescência.

Após a separação dos pais, a situação financeira começou a apertar. A mãe de Ciswal ganhava R$ 15 por faxina. Era pouco para sustentar a casa e apoiar o filho nos estudos. Foi então que Ciswal resolveu entregar feiras de bicicleta.

Depois de entrar para faculdade, antes dos 16 anos (sim, um gênio!), Ciswal buscou no lixo a solução para continuar estudando. Saía pelas ruas catando latinhas para vender para a reciclagem. Tirava R$ 2 por quilo vendido.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

professor sorrindo ao lado lousa branca
Ciswal catava latinhas para poder estudar. Foto: Valéria Alves/TV Verdes Mares

Canal Coronavírus: veja boas notícias, vagas home-office e como ajudar pequenos negócios clicando aqui.

Em uma semana conseguia três quilos e meio. Era pouco, mas usava esse dinheirinho para pagar cópias, apostilas, livros e impressões da faculdade.

Conhecendo mais sua história, entendemos de onde vem o desejo de Ciswal em ajudar estudantes com limitações que o próprio Ciswal teve que driblar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Isso é lindo, isso que eu chamo de empatia!

Implantação do projeto

A prioridade é o Brasil, mas o professor tem na mesa uma proposta de um grupo de empresários de Dubai, dos Emirados Árabes Unidos, que quer implantar o HYTEC One no continente africano.

“Mas a prioridade é do Nordeste, do Ceará. Vou trabalhar em prol da população daqui”, completa.

Vai ser uma pena um projeto tão incrível, feito pelas mãos de um brasileiro, não ser colocado em prática aqui no país, concorda? Chato mesmo.

Harvard

Antes de desenvolver o HYTEC One, Ciswal foi selecionado para estudar na Universidade de Harvard, em 2018.

Durante sua passagem por uma das universidades mais conceituadas do mundo, o professor desenvolveu um projeto de geração de energia sustentável.

brasileiro e moçambicanos tocando imagem padre cícero
Devoto de Padre Cícero, Ciswal foi nomeado embaixador de direitos humanos de entidade ligada à ONU. Foto: Divulgação

O equipamento foi implantado em uma escola de Moçambique, na África, a convite da Organização das Nações Unidas.

Isso logo após Ciswal ser nomeado embaixador de Direitos Humanos da Noble Order for Human Excellence (NOHE), entidade ligada à ONU.

É nessas horas que sinto orgulho de ser brasileiro. Obrigado, professor!

Veja também:

Internautas se solidarizam e vaquinha para vendedor de salgados humilhados bate R$ 75 mil:

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

Fonte: Diário do Nordeste

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Ex-catador, professor cria 'computador' de R$ 22 para alunos carentes estudarem 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,967,204SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Menino tira o próprio tênis e entrega para amiguinho recém-conhecido: “Deus mandou eu dar para ele”

Alguns dias atrás, o lutador de Jiu-jitsu Jonathan Pereira saiu para lanchar com a família em Araçatuba (SP), quando seu filho, o pequeno Heitor,...

Jovem com Síndrome de Down é convidado pelo irmão para ser seu padrinho de casamento e reação emociona

Só quem tem irmãos sabe como esta relação é especial, mas a reação de um jovem com Síndrome de Down ao ser convidado pelo...

Tutorial de máscara de proteção com camiseta velha e sem costura [VÍDEO]

Sabe aquela camiseta velha sem costura que você não usa mais? Dá pra fazer máscara de proteção com ela. Dependendo do seu tamanho, você faz...

Alagoana que abriu o próprio salão afro com auxílio emergencial recebe apoio da Cielo para alcançar novas conquistas

Aquele “antes e depois” que a gente ama de paixão! Para Estefanie Pauly da Silva, desistir nunca foi uma opção: ela faz acontecer. Agora mais...

Encontro perfeito: Cão surdo é adotado por tutor que é deficiente auditivo

Histórias de adoção já são lindas por si só, mas imagina quando dão match? Um cão surdo foi adotado por um ex-professor de língua...

Instagram

Ex-catador, professor cria 'computador' de R$ 22 para alunos carentes estudarem 4