Ex-catador de latinhas é aprovado em processo seletivo da Prefeitura de Brusque (SC)

O catador de latinhas Mário Jorge Carneiro dos Santos, 58 anos, vestiu-se com a melhor roupa que tinha – um terno bege, camisa e gravata azul – para confirmar a conquista de uma vaga no processo seletivo da Prefeitura de Brusque, onde foi admitido como servente de serviços gerais da Escola Hilda Anna Eccel (Senac).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Após fazer o exame médico, Mário, que mora no albergue municipal da cidade catarinense, recebeu o documento que atestava: agora ele é um servidor público.

Orgulhoso pela conquista, o catador afirma que não trabalha com carteira assinada há cerca de dois anos, quando exercia a profissão de ajudante de caminhão em uma distribuidora de bebidas.

Ao ser dispensado, Mário diz ter entregue dezenas de currículos na esperança de ser contratado por uma nova empresa, mas a exigência em ter uma residência física era o fator decisivo para nunca o chamarem.

Leia tambémElectrolux cria curso profissionalizante e traz consciência para o desperdício de alimentos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Natural de Belém do Pará (PA), o ex-catador é filho de um pai alcoólatra na qual nunca teve muito contato, e após perder a mãe, largou a família que morava no Rio de Janeiro, viajando para Florianópolis para tentar a sorte e melhorar de vida.

Ex-catador de latinhas é aprovado em processo seletivo da Prefeitura de Brusque (SC)
Ex-catador foi admitido como servente de serviços gerais. Foto: Divulgação / Prefeitura de Brusque

Sem sucesso na busca por um emprego na capital, decidiu mudar-se para Brusque, onde chegou no dia 8 de setembro. Detalhe: todo o trajeto foi feito a pé. “Foram três dias e três noites andando”, relembra.

Sobre a cidade de Brusque, Mário é só elogios. “Conheço oito estados, mas nunca estive em um lugar como aqui. Quando cheguei, olhei a rua e vi tudo limpinho”, recorda. Santos afirma deixar tudo nas mãos Deus, que sempre o guiou. “A ficha ainda não caiu. Agora vou deixar a oportunidade de catar latinhas para outra pessoa. Estou contente. Tenho certeza que minha mãe esta me vendo agora. Ela está comigo. Sempre esteve”, declara.

O vice-prefeitio da cidade, Ari Vequi, ao tomar conhecimento da história e força de vontade de Mário, fez questão de cumprimentá-lo e saudá-lo pela conquista da vaga no serviço público.”Seja bem-vindo! Desejamos muitas alegrias nessa nova etapa”, afirmou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele salienta que o serviço realizado pela Secretaria de Assistência Social foi fundamental para ressocializar o ex-catador de latinhas e demais moradores que se encontravam em situação de rua no município.

Garantir oportunidades a pessoas que precisam é essencial para o reinserimento e ressocialização de indivíduos vulneráveis e marginalizados. Parabenizamos a Prefeitura de Brusque por serem sensíveis às necessidades dessas pessoas!

Leia tambémFábrica da Electrolux em São Carlos reduz em 99% o envio de resíduos orgânicos para aterro

Compartilhe o post com seus amigos!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: O Município

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,094,964FãsCurtir
2,692,340SeguidoresSeguir
22,477SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Equipe do Batalhão chega de surpresa em festa de aniversário e realiza sonho de criança (MT)

Se alguém perguntar para o pequeno Davi Alexander o que ele quer ser quando crescer, a resposta sai muito rapidamente: policial! No último dia...

Empresário entra com Jipe em córrego de Taboão e resgata cachorra ilhada

Semana passada, moradores da região do Intercap, bairro de Taboão da Serra, avistaram uma cachorra da raça Cocker ilhada dentro do Córrego Poá, na...

Mesmo sofrendo bullying, menino deixa cabelo crescer para fazer perucas a crianças com câncer

Quais eram suas preocupações aos 8 anos? Para o jovem morador da Flórida, nos Estados Unidos, Christian McPhilamy, era deixar seu cabelo grande o suficiente para poder...

“Sou feminista e comprei um fogãozinho para minha filha”

Porque quero que ela brinque com suas panelinhas, com suas filhas de brinquedo, suas maquiagens coloridas, SE FOR O QUE ELA GOSTA.

Gentileza: Motorista desce do ônibus e amarra sapatos de idosa na Irlanda

Algumas pequenas ações de gentileza nos enchem de bons sentimentos que nos fazem querer replicar esses atos por aí. O motorista viu que a senhora...

Instagram

Ex-catador de latinhas é aprovado em processo seletivo da Prefeitura de Brusque (SC) 1