Recomeço! Ex-detento abre salão de beleza debaixo de viaduto para tentar uma nova vida

Recomeçar é um passo importante na vida de pessoas como o Júlio César. Ele teve diversas passagens pelo sistema carcerário de Minas Gerais, totalizando 17 anos de reclusão.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas Júlio resolveu dar uma chance para a sua mais recente soltura e está determinado a levar uma vida fora do crime. Para se manter, ele abriu uma pequena barbearia, que funciona embaixo do viaduto Santa Tereza, na região central de Belo Horizonte.

ex-detento abre barbearia embaixo de viaduto
Foto: reprodução Virtz

Ele fez curso de barbeiro quando estava preso

A escolha pela profissão não foi à toa. Júlio fez um pequeno curso de barbeiro quando ainda estava preso. Ao sair da cadeia, usou seu conhecimento para ganhar dinheiro e ter uma profissão.

Até que eu conseguisse regularizar minha situação, eu tinha que produzir. Aí comecei com essa nova profissão de barbearia e eu adorei. Acho que era isso [ser barbeiro] que eu sempre tinha que ter feito“, comenta Júlio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os primeiros equipamentos foram doados

Como não tinha condições de comprar os equipamentos da sua barbearia, Júlio dependeu de doações.

Foi quando um barbeiro da região, conhecendo a história do Júlio, doou os primeiros itens para o ex detento ele começar a trabalhar.

Yuri Pérez foi o primeiro cliente que cortou o cabelo com o Júlio. De lá para cá, os dois se tornaram amigos.

Eu lembro quando ele começou. Era só um poste de luz com um espelho e uma cadeira de plástico“, diz Yuri.

Foto: reprodução

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Apoio

Júlio tem se tornado muito conhecido e isso não é só pela sua história. Todos os clientes que vão até a barbearia, aprovam o resultado.

Édson Paulino cortou o cabelo com Júlio pela primeira vez. Conheceu a história dele pela internet e foi até o local conferir o trabalho do barbeiro.

Eu gosto muito de ver as pessoas que crescem e Júlio César só está crescendo. O corte de cabelo dele está aprovado“, diz o cliente.

Para  Andreza Abreu, sub secretária de prevenção à criminalidade, Júlio é um exemplo de ressocialização.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É importante que ele sirva não só de multiplicador, mas de exemplo para outros egressos que queiram fazer novas escolhas após sair do sistema prisional”.

Capacitação

Apesar de ter recebido noções de corte de cabelo na prisão, Júlio não tinha uma certificação em barbearia.

Ele então correu atrás da sua capacitação e finalizou agora o curso, que durou três meses. Em comemoração, os colegas e clientes se reuniram na barbearia e improvisaram uma festinha de formatura simbólica. Júlio ainda recebeu a filiação no Conselho Nacional dos Profissionais da Beleza.

Do tempo de prisão, ele carrega lembranças e a tornozeleira que o monitora 24 horas por dia. César quer ir deixando o passado aos poucos para construir com as mãos um novo caminho.

Esse primeiro curso que eu fiz, com todo respeito ao meu professor, é muito pouco para mim. Eu quero mais“.

Isso Júlio! Não desista dos seus sonhos!

E quem sabe a importância de recomeçar e largar o vício das drogas é o pessoal do projeto Desintoxica SP. Eles mudam as vidas de diversos dependentes químicos em situação de rua. E o projeto precisa de ajuda! Seja um transformador nessa campanha e contribua!

Fonte: Virtz

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,763SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Flautista de 15 anos alegra e emociona pacientes idosos internados em UTI

O adolescente Daniel Ribeiro, de 15 anos, usa sua flauta transversal para amenizar os momentos de dor e tristeza de pacientes internados na Unidade...

Crianças cantam para homenagear professora com câncer de mama

“O câncer não discrimina ou se importa se você tem apenas 38, com três crianças que precisam de você em suas vidas.” Esse é um...

Casal que viaja o Brasil atrás de bons exemplos explica por que é importante divulgar o bem

Que história é essa que não devemos divulgar uma doação? A gente vê tanta coisa ruim acontecendo, que eu não vejo “vaidade” nenhuma na...

Fotógrafa registra acampamento para meninos com identidade de gênero diferente das que foram designados

A fotógrafa Lindsay Morris sempre se questionou sobre a diversidade sexual e sempre quis saber mais sobre o identidade de gênero, passou então seis anos registrando...

Nanico Car, carro 100% brasileiro, deve começar a ser produzido ainda esse ano no Ceará

Ainda esse ano devemos ver os primeiros Nanico Car à venda! Criado pelo designer brasileiro Caio Strumiello e seu sócio, o físico Paulo Roberto, o protótipo, que...

Instagram