Ex-faxineira, colombiana agora lidera missão da NASA a Marte

Em 2000, Diana Trujillo saiu de Cali, na Colômbia, para morar nos Estados Unidos. Na época, ela tinha apenas 17 anos e muitos sonhos! E um deles era trabalhar na NASA.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para conquistar o seu maior objetivo, Diana começou a fazer faxina para ganhar dinheiro para pagar os estudos e conseguir se manter no país.

Ela também não falava quase nada do inglês e precisou aprender a nova língua com muito suor.

Diana na NASA
Reprodução: Psicologia do Brasil

O céu não é o limite para Diana

Diana contou que saiu da Colômbia porque o seu pai saiu de casa e levou tudo o que ela e a mãe tinham. “Eu disse, vou primeiro, então ganho algum dinheiro e tento ajudá-la. Depois volto para ela e meus irmãos”, comentou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Só que ela conseguiu ingressar na Universidade da Flórida e realizar o primeiro sonho: estudar Engenharia Aeroespacial.

Por ser boa aluna, ela ganhou uma bolsa que garantiu a permanência até o final da graduação.

Diana em frente a sede da NASA
Reprodução: Psicologia do Brasil

Um dia, ela pediu ajuda para um de seus professores, pois queria saber como conseguir um estágio na NASA.

Ele me disse que havia um estágio na Academia da NASA. A prova foi muito longa, nada menos que 300 palavras por pergunta. Eu não sabia muito inglês”, lembra.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por não se sentir segura, ela ia desistir de enviar o teste. Foi então que um amigo a ajudou, respondendo as questões por ela. Não demorou para que a aprovação viesse.

Diana entrou para a NASA em 2006, como a primeira mulher latina a ingressar no programa.

Diana é engenheira da NASA
Reprodução: Psicologia do Brasil

Leia também: Estudante de Eldorado do Sul (RS) é selecionada para curso da Nasa nos Estados Unidos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Missão Curiosity

Esse foi o nome escolhido por Diana para a sua primeira missão em Marte. O robô explorador Rover Perseverance, que ela mesma projetou, será enviado para coletar materiais do espaço, para que estudos e pesquisas sejam realizados futuramente.

Estou extremamente feliz por fazer parte de um grupo que pode mudar a história”, disse Diana.

Ela gravou um vídeo explicando mais um pouco da sua missão. É só ativar as legendas do YouTube para compreender melhor!

[VEJA TAMBÉM]

Acha normal esquentar comida no micro? Vem ver seu Roberto fazendo isso e fique preso nesse vídeo 😍

FONTE: Psicologia do Brasil

 

Quer ver a sua pauta aqui? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,067,715SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Desconhecidos pagam passagem de mulher que estava com bilhete bloqueado

O povo brasileiro é mesmo incrível, sempre disposto a ajudar quem precisa. Esta semana em Manaus, houve uma história que nos mostra como, de...

Cinturão com sensor reconhece objetos para deficientes visuais

O brasileiro Thiago Brito de Melo, estudante do último ano de engenharia mecatrônica no colégio Mackenzie, desenvolveu um aparelho para facilitar a vida de deficientes visuais. Trata-se...

Menino de 12 anos enfrenta manifestação homofóbica de 11 mil pessoas no México

A imagem de um menino de 12 anos tentando bloquear uma manifestação de 11 mil pessoas contra o direito dos gays de se casar,...

Menina de 9 anos costura e doa máscaras para moradores de rua em Sorocaba (SP)

Uma menina de 9 anos encontrou na costura um hobbie muito mais divertido do que brincar ou assistir desenho e agora está confeccionando máscaras...

Minas Gerais vai receber o primeiro mercado 100% orgânico e a granel

Todos os produtos vendidos serão orgânicos.

Instagram

Ex-faxineira, colombiana agora lidera missão da NASA a Marte 1