Ex-morador de rua distribui mais de 1,5 mil marmitas para desabrigados em Porto Alegre

Poucas pessoas sabem como é a vida de quem mora nas ruas como Eduardo Flores. Ex-morador de rua, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, ele criou um projeto que hoje distribui 1,5 mil marmitas, por mês, para moradores de rua.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

img_9262

A vida de Eduardo nas ruas resumia-se a catar latinhas e garrafas para vendê-las e poder sustentar seu vício no crack. Ele chegou a fumar 30 pedras da droga num único dia. “Meu propósito era R$ 5, eu vivia para a próxima pedra, não tinha perspectiva, não tinha sonho”, disse ao G1.

img_9358

Ele começou o projeto poucos meses depois de deixar a praça onde dormia, na cozinha da sua casa, há dois anos. “Ganhei um fogãozinho velho e um botijão de gás e, quando ia fazer um arroz e um feijão para mim, já fazia um pouco mais”, explica.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Eduardo ganhou o apoio da comunidade, que passou a doar os alimentos. Com o número de doações só aumentando, ele precisou montar uma cozinha industrial exclusiva para o projeto. A marmita, que costuma ser a única refeição dos sem-teto, leva arroz, feijão, macarrão e carne.

img_9310

Casado e a espera da sua segunda filha, Eduardo conta com uma equipe para distribuir as marmitas, além de roupas, agasalhos e um café quentinho. Doações muito bem vindas para os moradores de rua suportarem o frio que faz nas noites gaúchas.

Eduardo, 30, e Natasha, 24, esperam a bebê Hadassa
Eduardo, 30, e Natasha, 24, esperam a bebê Hadassa

Mas, a ação não se limita ao Centro de Porto Alegre, ela também atende 500 crianças e adolescentes de quatro comunidades da capital gaúcha. “Meu sonho é continuar ajudando muita gente, constituir cada vez mais a minha família, criar minhas filhas e fazer feliz a minha esposa”, almeja Eduardo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quem tiver interesse em ajudar o projeto com doações é só entrar em contato pelos números: (51) 9465-8713 e (51) 9313-8297.

Assista à reportagem aqui.

Fotos: Joyce Heurich/G1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,261,441SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem adota filhote surdo e lhe ensina a língua de sinais para brincar com ele

Um cãozinho chamado Emerson foi covardemente abandonado por um dono que não o queria ter por perto. Ele nasceu completamente surdo, com limitações na...

Esta mochila solar é capaz de armazenar luz para crianças da África estudarem a noite

Em comunidades de baixa renda na África do Sul, muitas crianças nem sequer têm o luxo de fontes confiáveis de luz. Além de ter...

Instituto Chefs Especiais comemora o Dia Internacional da Síndrome de Down de um jeito diferente

O Instituto Chefs Especiais realizará suas oficinas hoje de um jeito bem diferente para comemorar o Dia Internacional da Síndrome de Down (21 de...

Bebê apaixonado por livros chora toda vez que uma história termina

Em época de tablets altamente atrativos para bebês e crianças, muita gente acha que os livros estão obsoletos e que não despertam interesse nos...

Quando um bebê começou a chorar na sala de aula, esse professor teve a melhor atitude de todos os tempos

Um professor universitário teve um gesto exemplar, ao ver o bebê que uma aluna levou para a aula, começou a chorar. Em vez de fazer...

Instagram