Ex-morador de rua, cabeleireiro oferece cortes gratuitos a pessoas carentes

Hoje aos 33 anos, Rafael Soares da Câmara morou nas ruas de São Paulo por quatro anos até ser acolhido por um casal de cabeleireiros. Com a oportunidade, deixou as ruas, adquiriu as habilidades de cabeleireiro e abriu um salão próprio em Penápolis, no interior paulista.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como forma de agradecer pelo que fizeram a ele, Rafael oferece cortes de cabelo gratuitos a pessoas em situação de rua. “É uma forma de retribuir toda ajuda que tive quando pequeno. Eu sei como é ter vontade de comer algo, de se arrumar, de fazer qualquer coisa, mas não ter dinheiro para isso”, ressalta.

Quando termina seu expediente, ao menos uma vez por mês, o cabeleireiro percorre praças e ruas de Penápolis para buscar novos “clientes”. O pagamento é sempre o mesmo: uma boa conversa, um sorriso sincero e satisfação do cliente pelo serviço realizado.

Ex-morador de rua vira cabeleireiro e faz trabalhos com pessoas carentes “Eu acabei indo para rua com 7 anos e permaneci até os 12. Eu tive um problema familiar. Minha mãe sofreu AVC e, como éramos em sete filhos, a maioria fruto de outro casamento, não tive outra alternativa a não ser sair de casa.”

Leia também:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Enquanto morava nas ruas, muitas pessoas ajudavam o jovem a se manter. Certo dia, ele conheceu um casal de cabeleireiros, que lhe ensinou a cortar cabelo, além de lhe dar comida. O convívio criou um vínculo entre eles, e Rafael acabou sendo adotado.

Ex-morador de rua vira cabeleireiro e faz trabalhos com pessoas carentes

“Eu acabei conhecendo o casal. Os dois começaram a me levar no salão onde trabalham e decidiram me adotar e me tirar das ruas. No local, eu comecei a aprender a profissão que exerço há 18 anos ”, afirma.

“Meus pais me ensinaram tudo que eu sei hoje. Além de ter me adotado, eles me passaram todo o conhecimento necessário para eu atuar como cabeleireiro. Eu amo o que faço. Eles mudaram minha vida”, conclui.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Tribuna Online/Fotos: Reprodução/G1

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,822,141SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ação social instala 190 lâmpadas de LED em zonas e ruas da comunidade de Paraisópolis (SP)

Um projeto social liderado pela União de Moradores de Paraisópolis, em São Paulo, levou mais de 190 lâmpadas de LED para os moradores da...

Jovem músico que fez vaquinha para estudar na Europa comemora meta alcançada

A paixão do músico Uiler Moreira, 21, pelo seu violino é uma relação harmônica e afinada que vem rendendo boas notas. Ante a admiração de...

Sem dinheiro, mãe cria jogos pedagógicos para filho autista com caixas de sapato e pizza

Uma mãe sem condições financeiras para comprar jogos pedagógicos para o filho autista usou toda sua criatividade para entretê-lo com o que tinha em...

Relógio solar digital projeta horas na sombra

As primeiras tentativas de medir o tempo através do movimento do sol eram relógios de sombra criados pelos egípcios e babilônios. Os relógios solares foram...

Rapper doará 1 milhão de dólares para escolas públicas da comunidade onde cresceu

A ex-primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, agradeceu o gesto do rapper: “Você é um exemplo do poder da educação artística".

Instagram