Ex-morador de rua no Recife vira voluntário do projeto que o ajudou a mudar de vida

O Edmilson Santos, de 55 anos, é daquelas pessoas que entendem o verdadeiro sentido da caridade. Ele foi acolhido pelo Coletivo Unificados pela Pessoa em Situação de Rua, durante uma campanha de entrega de marmitas e agora se voluntariou para contar a sua história e ajudar outras pessoas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

ex-morador de rua vira voluntario em projeto

Desempregado, ele viveu 8 meses nas ruas de Recife

Edmilson trabalhava como cuidador de idosos, mas perdeu o emprego. Ele não conseguiu uma nova oportunidade e estava sem condições de sustentar uma casa, indo parar nas ruas de Recife (PE).

Foi quando ele encontrou o pessoal do Coletivo (@unificadospsr) e viu a chance da sua vida mudar completamente.

O projeto que distribui marmitas solidárias, roupas e calçados para moradores de rua, passou a funcionar no prédio do antigo Liceu de Artes e Ofícios de Pernambuco.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E foi lá que o Edmilson conheceu o Gustavo, um dos voluntários do projeto e quem o ajudou na busca de um emprego.

Hoje Edmilson trabalha de carteira assinada, como auxiliar de serviços gerais. Ele também conseguiu alugar uma quitinete e tem uma vida bem melhor!

Quando eu me deitei pela primeira vez nesta cama, eu acho que meu corpo rachou por completo. Eu dormi a noite toda. A gente não dorme na rua. Quando eu entrei no banheiro e liguei o chuveiro, tomei um banho que foi para descarregar tudo e aí eu me senti outra pessoa“, contou.

Edmilson mostra nova casaCompartilhando o bem que recebeu

Além do emprego, Gustavo também incentivou Edmilson em fazer o bem ao próximo. O ex-morador de rua, agora é voluntário no mesmo projeto que fez a sua vida mudar completamente.

Para ele, a chance do recomeço precisaria ser compartilhada, para incentivar outras pessoas. Hoje, Edmilson faz parte do Coletivo e participa de algumas ações.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Eu pretendo mesmo é ter um cantinho para mim, uma casa, onde eu possa todo dia acordar e ver que aquilo ali é meu e eu posso sair e entrar sem desconfiança nenhuma“, afirmou Edmilson.

O Coletivo Unificados PSR tem ajudado outras pessoas durante essa pandemia! Eles atendem uma média de 80 pessoas por dia somente no prédio do antigo Liceu e têm cadastradas quase 700 pessoas, a maior parte em situação de rua. E tudo isso acontece através de voluntariado!

View this post on Instagram

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Seu Edmílson esperava. Esperava o fim da fila, do tumulto, dos barulhos das gentes. Esperava o caos dar um trégua em sua história, para que pudesse se alimentar em paz. E, no silêncio, resgatar o fio da meada de sua existência. Religar os pontos que o levaram à situação de rua após tantos anos de trabalho e vida honesta. Esperava o momento de reconstruir sua trajetória e sair do fim da fila de uma sociedade que exclui e obriga a esperar. E, então, o encontro. Encontrou alguém que não gosta muito de esperar e menos ainda de fazer esperar. Gustavo (@dovalinhoguga) tinha acabado de chegar no Samaritanos e começou a participar da Ação Todos pela Rua do coletivo @unificadospsr. Mobilizou muita gente, ofertou um emprego e inseriu Seu Edmílson no nosso projeto Volver, quando articulamos um quarto temporário com a Pastoral do Povo da Rua e ele pode sair das ruas. Seu Edmílson se reencontrou. Hoje, Gustavo também criou o projeto Reintegra para, junto com o Volver e outros projetos, ofertar moradia para Seu Edmílson e muitos outros e outras que virão. Convidamos vocês para conhecerem melhor o novo projeto no insta @reintegrarecife e a história desse encontro na reportagem que está no link da nossa bio. Vamos juntos, mudar vidas! 🖤✨

A post shared by Samaritanos (@samaritanos.recife) on

A gente se orgulha em contar a história do Edmilson, que não perdeu a esperança e conquistou uma vida melhor. Também de conhecer projetos bacanas como o Coletivo, que geram um pouquinho mais de esperança para quem vive tão necessitado de tudo!

Feliz por vocês, gente! ❤

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,640,029SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Professor faz circuito de Educação Física com aluno cadeirante e o ajuda a cumprir toda a atividade

O Nilton Pontes é professor de Educação Física na UniNorte, em Rio Branco, no Acre e nos deu uma lição de respeito e empatia. Um...

[VÍDEO] Senhor de 92 anos visita sua esposa com Alzheimer todos os dias através de uma janela

Mesmo longe da esposa, Xavier, 92 anos, se faz presente todos os dias. Carmen, 90, tem  Alzheimer e mora em uma casa de repouso,...

Mulher encontra família desabrigada vivendo em ônibus quebrado e resolve ajudar

Ela cedeu uma casa sua para a família passar as férias.

Médica canta música para vovó, que melhora e recebe alta

A clínica geral cantou para a idosa a canção “Como é grande o meu amor por você”, de Roberto Carlos.

Criança ensina que não podemos falar palavrão

Criança e sua verdade as vezes que envergonha, a nós adultos. Nesse vídeo, o homem falou um palavrão, e o bebê se assustou com...

Instagram