Ex-soldado de elite dos EUA conta sobre sua transição de gênero e autoaceitação

Conhecido como “homem das cavernas”, Christopher Beck foi membro do grupo de elite das Forças Armadas norte-americanas por 20 anos. Mas, após se aposentar, certo dia, ele colocou um vestido e foi trabalhar como Kristin Beck.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele já não se sentia bem no corpo de menino na infância. “Sofria muito bullying, então frequentemente estava envolvido em brigas. E comecei a defender outras crianças que sofriam também, me via como um defensor. Por isso o serviço militar me atraiu”, conta.

Foi esse o motivo que o levou a trabalhar em um comando especial da Marinha dos Estados Unidos, o Navy Seals, que faz operações secretas em territórios inimigos.

Naquele época, Beck realmente agia como um “homem das cavernas”: duro, machista e violento, muitas vezes.

1413871135787_wps_10_Transgender_former_US_Nav

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Fiquei no grupo dos melhores, acho que porque eu ainda estava tentando me provar. Tinha autoestima muito baixa e queria mostrar que eu tinha algum valor“, diz.

Depois que Beck se aposentou, ele começou a trabalhar no Pentágono como civil, desenvolvendo pesquisas na área de tecnologia e desenvolvimento. Durante o dia, ele trabalha de terno e gravata, à noite, trocava de roupa e ia para bares frequentados pela comunidade transgênero.

O ex-soldado se assumiu definitivamente como trans depois de uma noite em que apanhou na rua por estar vestido como mulher. No dia seguinte, Beck colocou um vestido cinza, peruca e maquiagem e foi trabalhar. No início, a reação dos colegas não foi boa, mas depois eles compreenderam.

“Não estou tentando ser o ‘homem das cavernas’ e nem a ‘Barbie’. Estou tentando ser eu mesmo”, afirma.

Ano passado, estreou um mini-documentário contando um pouco de sua vida, veja o trailer:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


1370523227941.cached

130614213753-ac-day-in-the-life-of-kristin-beck-00034604-story-top 1435032155402 tdy_beckgrab3_150727_b84300e94baea81e630d1adde6b4118a.today-inline-large

via [BBC]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Ex-soldado de elite dos EUA conta sobre sua transição de gênero e autoaceitação 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,967,657SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Desde 1945 Holanda envia ao Canadá milhares de tulipas em forma de agradecimento

O Canadá recebe milhares de tulipas - anualmente, em reconhecimento pelo asilo dado a família real Holandesa durante a Segunda Guerra Mundial. Quando a Holanda...

Papai Noel autista é a certeza de que nenhuma criança ficará fora da magia do Natal

Há três anos, Kerry Magro, de 29 anos, veste-se de Papai Noel num evento que ele organiza para crianças com autismo e outros problemas sensoriais.

Este lindo cachorro nasceu sem olhos, mas hoje leva conforto a doentes sendo cão de terapia

Cães, OBRIGADO por existirem! Eu poderia encerrar a matéria só com essa frase, ok ok, eu sei que eu não poderia e de fato...

Marido surpreende esposa no hospital no aniversário de 57 anos de casados deles

Jim Russell e Elinor eram vizinhos quando criança na cidade de Georgia. Porém, só assumiram mesmo o romance após Jim retornar da  Segunda Guerra Mundial. No dia 20...

Histórico! Após ofensa racista de árbitro, jogadores de PSG e Istanbul abandonam partida

Momento histórico! Em um jogo da Liga dos Campeões, os jogadores do PSG, time do atacante Neymar, e do Istanbul Basaksehir deixaram o campo...

Instagram

Ex-soldado de elite dos EUA conta sobre sua transição de gênero e autoaceitação 4