Ex-fuzileiro naval aluga um avião para resgatar cuidadores e 200 animais vulneráveis no Afeganistão

Nesta quarta-feira (25), o ministro britânico da Defesa, Ben Wallace, anunciou à imprensa que vai autorizar a retirada de 200 animais de estimação, entre cães e gatos, de um abrigo na região de Cabul, a capital do Afeganistão, para o Reino Unido.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O resgate está feito por um ex-fuzileiro naval, que alugou um avião inteiro para levar uma equipe de cuidadores afegãos e os animais até um lugar seguro.

soldado evacuação cães e gatos de santuário que ele cuidava afeganistão

Paul Farthing, que serviu com os Royal Marines na província afegã de Helmand, em meados dos anos 2000, criou o santuário Nowzad há 15 anos. O objetivo era ajudar a aumentar a conscientização da população sobre o bem-estar dos animais. Sua clínica treinou as primeiras veterinárias totalmente qualificadas do Afeganistão.

“Se você chegar com esses animais, procuraremos um horário para seu avião”, tuitou Wallace sobre Paul Farthing, um ex-soldado que abriu um abrigo de animais em Cabul e quer evacuar cerca de 140 cães e 60 gatos, assim como seus funcionários afegãos e famílias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

soldado evacuação cães e gatos de santuário que ele cuidava afeganistão

Dias atrás, o governo do Reino Unido chegou a dizer que não daria “prioridade aos animais sobre homens, mulheres e crianças desesperadas que batem à porta”.

O comunicado não foi bem recebido e pouco depois, o primeiro-ministro Boris Johnson mudou de postura e anunciou que concederá visto para todos os funcionários da ONG de bem-estar animal Nowzad, que atua no Afeganistão, e para suas famílias – cerca de 68 pessoas no total.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Enquanto isso, milhares de afegãos continuam esperando no aeroporto de Cabul para saírem do país em algum dos voos organizados pelos países ocidentais.

Desde o dia 14 de agosto, os Estados Unidos retiraram cerca de 70.700 pessoas. Já o Reino Unido retirou mais de 10.200 pessoas. Outras nações da União Europeia e países do Oriente Médio também têm oferecido resgate e apoio para o povo afegão.

Empresas também têm buscado ajudar: nesta semana, o Airbnb, plataforma online de serviço de hospedagem Airbnb afirmou que vai oferecer acomodação 100% gratuita para 20 mil refugiados afegãos que fugiram do país após a tomada de poder do grupo radical Talibã.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O objetivo é ajudá-los a se reassentar pelo mundo e garantir que eles recomecem a vida com dignidade e oportunidades.

Veja também:

Fonte: O Tempo
Fotos: Arquivo pessoal / Ben Wallace

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,777,821SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cãozinho abandonado ‘invade’ viatura e é adotado por policial rodoviário em SC

“Me dá uma família”. Hahah Foi tipo isso o que o cãozinho que ‘invadiu’ a viatura quis dizer para o policial rodoviário, seu novo...

Mercearia inova ao vender produto naturais e orgânicos sem embalagens

A cidade de Austin, no Texas, já é sede do famoso supermercado norte-americano que vende produtos naturais e orgânicos, o Whole Foods, mas isso...

Óticas Carol disponibiliza óculos de grau por 49 reais para crianças de escola pública

Toda criança tem o direito de enxergar o mundo mais bonito.

Garoto autista de 6 anos que sonha em ser jornalista tem sonho realizado

Se algumas pessoas demoram para decidir o que querem estudar e que profissão querem ter, outras desde criança já nascem com a certeza daquilo...

De cadeira de rodas ela criou 3 filhos, se formou e hoje trabalha

Texto originalmente publicado no site História do Dia. Às vezes nós passamos por coisas que não entendemos muito bem, mas o segredo da vida é...

Instagram