Exemplo: tenista dá aula de honestidade em partida profissional

Mais uma vez, o esporte dá um exemplo de honestidade. O tenista norte-americano Jack Sock, 23 anos, não está no TOP 10 dos melhores tenistas do mundo, ocupa apenas a 26ª colocação do ranking dos melhores tenistas, mas, se houvesse uma lista dos atletas mais honestos, certamente ele estaria entre os maiores.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Numa partida válida pela Hopman Cup em Perth, na Austrália, o tenista ajudou seu adversário, o australiano Lleyton Hewitt, a conquistar um ponto que o árbitro não havia anotado.

O saque do dono da casa tinha sido considerado fora pelo juiz de linha. Foi quando Sock gritou para Hewitt: “A bola foi dentro, se você quiser desafiar”. “Desafiar” é quando o competidor questiona as decisões dos juízes se ele se sentir prejudicado com a marcação. Tanto Hewitt quanto o árbitro entenderam nada. Sock insistiu: “Desafie!”. O australiano seguiu o conselho e viu que o saque tinha mesmo sido dentro.

O público reagiu com muitoss aplausos à honestidade de Sock e os tenistas deram muitas risadas. No final, Hewitt acabou vencendo a partida, mas com a certeza de que o grande vencedor foi Sock, que deu uma aula de fair play. Veja como foi:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A terrific display of sportsmanship

Jack Sock showed what good sportsmanship is all about.

Publicado por SB Nation em Quarta, 6 de janeiro de 2016

via [POP]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,966,936SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

A cada cálice vendido, Stella Artois garante 5 anos de água potável para uma pessoa

A iniciativa beneficiará comunidades no Brasil que sofrem com a escassez de água potável.

Fotógrafos capturam a magia dos vagalumes nas florestas do Japão

Quem durante a infância já ficou procurando vagalumes? Eu já, e amava. Mas um grupo de fotógrafos faz disso uma coisa muito séria, e agem...

Estúdio oferece cobrir de graça tatuagens racistas para quem se arrependeu

O Southside Tattoo, de Baltimore, nos EUA, cobre tattoos racistas e antissemitas de graça.

Criança refugiada que pediu comida a policiais, recebe R$ 30 mil de vaquinha para ajudar a família

O Edwin comoveu muita gente na última semana. Um vídeo dele conversando com policiais, em Manaus (AM), foi de partir o coração. Mas como a...

Aposentada leva terapia do abraço à Cracolândia

Os passos curtos conduzem Maria Albertina França, 70 anos, pela rua Gusmões, um dos epicentros da zona paulistana conhecida como Cracolândia. O caminhar lento...

Instagram