Experimento faz pessoas viverem na pele preconceito que elas tinham com outros

A professora Jane Elliott descobriu uma maneira muito interessante de denunciar a descriminação racial nos EUA.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em um experimento filmado, ela cria uma situação na qual normalmente as pessoas que praticam sem perceber alguma forma de discriminação, são colocadas na situação de quem as sofre normalmente e, no momento em que se inverte a posição, a pessoa sente na própria pele e assim passa a se dar conta de como é opressora essa realidade, de como as coisas se tornam difíceis quando se tem o mundo de má vontade contra si.

Leia também: Professora faz experimento para mostrar a discriminação em escola no Canadá

Foi uma maneira muito engenhosa de trabalhar essa capacidade humana de se colocar na posição do outro, é um exercício que reproduz a realidade da opressão que se aplica não só na questão racial nos EUA mas a outros tipos de descriminação que podem ser melhor interpretados e percebidos através deste exercício.

Assista ao vídeo e reflita também:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,844,630SeguidoresSeguir
24,854SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ambulância para resgatar cães e gatos em risco nas ruas começa a operar em Curitiba

De acordo com a administração municipal, todos os animais atendidos vão ser identificados e castrados.

Por que cuidar da saúde deve estar no topo da sua lista de resoluções para 2019?

Não é pelo peso! Quando o peso tem um impacto sério na saúde, a solução pode ser a cirurgia metabólica. Entenda.

Cientistas canadenses descobrem a cura para a diabetes e testes em humanos serão iniciados em breve

Segundo a OMS, há 422 milhões de pessoas no mundo com diabetes. A doença pode trazer várias complicações se não for tratada e, até...

Após vários “nãos”, rapaz com autismo faz a tão sonhada tatuagem

Porque as pessoas com autismo têm plenas condições de decidir o que elas querem!

Instagram

Experimento faz pessoas viverem na pele preconceito que elas tinham com outros 4