Exposição gratuita organizada pelo Sesc traz obras de artistas indígenas das Américas à SP

Pela primeira vez neste ano, o Sesc Vila Mariana, em São Paulo (SP), está abrindo para visitação presencial a exposição ‘Encontros Ameríndios’, com produção artística de povos indígenas das Américas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A visitação começou no dia 31 de julho, e deve se estender por todo o mês de agosto.

Artistas de diversos povos serão representados na mostra: Guna (Comarca Kuna Yala, Panamá), Haida (Arquipélago de Haida Gwaii, Colúmbia Britânica, Canadá), Huni Kuin (Terra Indígena do Alto Rio Jordão, Acre, Brasil), Shipibo-Konibo (Comunidade de Cantagallo, Lima, Peru, e Alto Ucayali, Amazônia Peruana) e Tahltan (Telegraph Creek e Vancouver, Colúmbia Britânica, Canadá).

exposição gratuita sesc artistas indígenas

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A proposta é reunir trabalhos que dialogam entre os diferentes povoados e culturas, permitindo reflexões sobre ancestralidade e temas contemporâneos, centrando especialmente nos costumes desses povos.

Na mostra, a narrativa proposta pelos curadores torna os mundos ameríndios reconhecíveis e comunicáveis não apenas entre si, mas para todo o público.

A programação da exposição deve fortalecer e ampliar o conhecimento sobre os povos – do local onde habitam, passando por filosofias de vida até questões contemporâneas.

exposição gratuita sesc artistas indígenas

Haverá uma grande seleção de obras, incluindo pinturas, desenhos, arte digital, bordados e entalhe em madeira, enfocando a criatividade individual dos artistas, “as mudanças em suas obras ao longo do tempo, o universo temático abordado por elas, as preferências plásticas e estéticas e as questões filosóficas e cosmológicas que as artes desses povos ameríndios apresentam”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“A ideia de encontro de alteridades é fundante dos mundos sociocosmológicos ameríndios. Encontros interculturais e intercomunitários são amplamente valorizados pelos povos indígenas tanto da Amazônia quanto da Colúmbia Britânica que, com suas famosas Potlatch, se reúnem para celebrar sua ancestralidade e riqueza cultural e material. Os artistas reunidos nesta exposição são os protagonistas de novas possibilidades dialógicas entre as estéticas, técnicas artísticas e criatividades ameríndias”, afirmou o curador Barcelos Neto.

Visitação gratuita

Todos podem visitar a exposição de forma 100% gratuita e presencial, mediante agendamento online.

Vale lembrar que as vagas das sessões são limitadas, respeitando o limite de até cinco pessoas a cada 100 m2. O uso de máscara é obrigatório durante todo período de permanência na unidade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ação urgente contra a fome

Os visitantes da exposição podem levar alimentos não perecíveis para a campanha de arrecadação que o Sesc São Paulo realiza em parceria com o Senac São Paulo, em todo o estado.

São mais 100 pontos de coleta na capital, região metropolitana, interior e litoral paulista.

Os alimentos serão entregues às instituições sociais parceiras do Mesa Brasil Sesc, que repassam os itens para 120 mil famílias assistidas.

Podem ser doados insumos como arroz, feijão, leite em pó, óleo, fubá, sardinha em lata, macarrão, molho de tomate, farinha de milho e farinha de mandioca.

Assista também:

Fonte: São Paulo Secreto
Fotos: Divulgação / SESC

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,758,975SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

A reação maravilhosa de uma mãe de seis meninos ao descobrir que terá uma menina

Sobre essa história eu posso falar com uma certa propriedade, eu sou filho caçula de uma família com mais três irmãs. Lembro-me que minha mãe...

As fotos fofas deste bebê de sereia é tudo o que seu dia precisava

As sereias fazem parte de nosso imaginário e de uma época que ainda acreditávamos no mágico. Já os bebês, são nosso futuro, nossas alegrias, motivos...

Família vive em barco abandonado na Bahia e comove internautas. “Chegamos a comer ração para cachorro”

Há três anos, a família, uma criança de 12 anos, seu pai e um idoso, vive em situação de extrema pobreza num barco abandonado num bairro em Salvador, Bahia. Com chuvas recorrentes na região, família tem medo do barco todo furado afundar.

Vendedor que teve celular roubado ganha outro do irmão da mulher que o assaltou no Ceará

Alguns dias atrás, o vendedor de celular Cleiton Manoel Batista foi vítima de um assalto em uma rua de Juazeiro do Norte (CE). Uma...

Luminárias de flores gigantes se abrem quando passam os pedestres

Em formato de flores gigantes que se abrem em uma linda dança quando pedestres passam por elas, as luminárias desenhadas por Vallero Square ganharam o nome de “Warde“.

Instagram