Array

Startup ajuda fábricas a evitar desperdício e abastecer mercados em tempos de escassez

Sabe aquele panetone que não ficou bem redondinho? Ou o creme dental que teve a embalagem amassada? No controle de qualidade das fábricas, esses produtos iriam para o lixo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas uma startup de São Paulo está ajudando as indústrias a não desperdiçarem esses alimentos e produtos de higiene. Eles são vendidos a um preço mais barato, até 75%, para varejistas de mercados e distribuidores.

Em tempos de crise e risco de desabastecimento por causa do coronavírus, essa iniciativa tem ajudado a manter os estoques de alguns varejistas em dia e garantir que o produto chegue à casa das pessoas.

A Xprajá registrou um aumento na procura do serviço de 40% depois das medidas de quarentena em SP. “Isso consequentemente ajuda também as pessoas, principalmente aquelas de classes sociais mais baixas, que conseguem ter acesso a produtos de alta qualidade por preços melhores. É certo pessoas passando fome e toneladas e toneladas de produtos jogados no lixo?”, reflete Vinícius Alves, CEO da prajá.

Produtos que seriam desperdiçados, mas que são vendidos a mercados menores
Foto: Divulgação/Xprajá

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Te damos três motivos para você evitar o desperdício.

Iniciativa reduz desperdício e tem impacto ambiental

A iniciativa da startup também tem impacto ambiental, uma vez que os alimentos deixam de ser descartados. “Para se ter uma ideia, com o uso da tecnologia da XPrajá, já evitamos o desperdício de 27 mil toneladas de alimentos, bebidas e itens de higiene, movimentando mais de R$ 90 milhões apenas no ano passado”, disse Vinícius.

Além disso, havendo consumo dos produtos por parte da população, isso significa que menos produtos serão necessários no mercado, o que faz com que as indústrias não precisem produzir mais e buscar mais matéria-prima na natureza.

Produtos que seriam desperdiçados, mas que são vendidos a mercados menores
Foto: Divulgação/Xprajá

“Fazer o descarte não é nada sustentável, no entanto com a recolocação desses produtos no mercado conseguimos aumentar a sustentabilidade da indústria”, explica.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para ter acesso a essa solução é bem simples. O varejista ou a indústria faz seu cadastro na plataforma do XPrajá, e depois de uma verificação de dados, basta acessar e comprar.

Canal Coronavírus: veja boas notícias, vagas home-office e como ajudar pequenos negócios clicando aqui.

selo conteúdo original

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,415,745SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vídeo de homem tirando a camisa para dar a morador de rua tremendo de frio vai aquecer seu dia

Diz se tem algo que renova mais a sua fé do que ver alguém fazendo uma gentileza com quem mais precisa? No metrô em Nova York, um...

USP abre inscrições para curso voltado para o cuidado com a Síndrome de Down

A Universidade de São Paulo (USP) abriu inscrições, até o dia 26 de agosto, para o curso a distância de atualização profissional para o...

Colher inovadora diminui o tremor das mãos de pacientes com Parkinson

Enquanto muitos de nós andam fascinados (ou chateados) com as novidades tecnológicas que estão presentes nos últimos smartphones que chegam ao mercado, outros desesperam...

Organização promove campanha para manter 400 crianças longe das ruas, praticando esportes, em São Paulo.

O programa Mais Bola, Menos Rua, realizado pela Inmed Brasil, está sem patrocínio.

5 histórias que vão fazer você acreditar que grandes mudanças são possíveis

Tem uma página no facebook chamada "Grandes Mudanças", e vendo o conteúdo voltado a inspirações, vi muita sinergia entre o RPA, pois  sempre falamos...

Instagram