Família abandona senhor doente na rua e moradores cuidam dele até encontrar abrigo

A história começa triste, muito triste, mas termina com um final feliz para seu Itamar, 57 anos. O senhorzinho debilitado foi abandonado pela família em uma rua de João Pessoa (PB).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Seu Itamar sofre de um problema no fêmur da perna e de hérnia de disco e não conseguia se mexer. Ficava na calçada debaixo de sol e chuva e não tinha como ir atrás de comida. Ai, gente! É de chorar com essa situação. 🥺

A situação do idoso comoveu moradores da comunidade Alagoinha, no bairro Cruz das Armas.

A gente é que prepara o almoço, o jantar dele, que fica tirando ele do sol, coloca na sombra, abriga da chuva”, disse o morador Alexandre Silva.

Homem carregando senho que foi abandonado pela família em rua que não conseguia andar
Foto: Reprodução/Facebook Alexandre Silva

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

Os moradores tentaram apoio da imprensa e dos órgãos públicos, mas a ajuda não chegava. Foi então que eles próprios se uniram numa rede de solidariedade, fazendo comida para seu Itamar e cuidando dele.

“Eu não posso passar por uma pessoa dessa no bairro, jogada, sem poder andar, passando fome, no sol quente e não fazer nada. Isso é desumano!”, disse Alexandre.

Vimos uma situação parecida na semana passada, de vizinhas que se juntaram para cuidar de um idoso que mora sozinho em condições precárias.

Alexandre fez um vídeo e postou no Facebook, que teve mais de 200 mil visualizações:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Depois disso, a família do idoso entrou em contato e pediu para tirar o vídeo do ar.

“Disseram que ele é uma pessoa difícil, e quem não é? Ele é um ser humano. Ele não é meu familiar, mas é meu amigo, e eu tenho como se fosse um pai”, disse Alexandre.

Com a ajuda de Alexandre, um projeto da prefeitura de João Pessoa, chamado Ruarte, levou seu Itamar para um abrigo. Lá, eles vão dar entrada em documentos e auxílios sociais para seu Itamar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Plataforma dará cachê a 600 a maquiadores autônomos que estão sem trabalhar por causa da Covid-19, saiba mais clicando aqui.

A comunidade não descansou durante os cinco dias em que seu Itamar ficou na rua até conseguir amparo para o pobre senhor. “Eu não podia abandonar seu Itamar. Estou muito feliz de ter ajudado”, finalizou Alex.

Que tristeza e que alívio numa mesma história. O importante é que seu Itamar está bem. Parabéns, moradores de Alagoinha. 👏🏽👏🏽👏🏽

selo conteúdo original

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,835,148SeguidoresSeguir
24,700SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cerveja alemã é feita com pães que iriam para o lixo

“Nossa esperança é um dia podermos sair do negócio. O dia em que não houver desperdício de pão, a Toast Ale não poderá mais existir”, disse seu fundador, Tristam Stuart, ao jornal Folha de S. Paulo.

Aluna cria rede de doação de absorventes dentro dos banheiros da UFPE

Existem várias formas de fazer a diferença na vida das pessoas, e sabemos que pequenas iniciativas podem sim ganhar uma proporção maior que imaginamos. Por...

Policiais distribuem ‘gelinho’ e estreitam laços com a comunidade

“Eles percebem que existe algo por trás do distintivo."

Lei que amplia licença-paternidade de 5 para 20 dias é sancionada

Já comentamos aqui no Razões alguns avanços que vem acontecendo com relação à igualde de pais e mães sobre a licença maternidade e, no...

Rejeitada por ser mãe, após publicação, finalmente ela foi contratada!

Mãe de três filhos e desempregada há dois anos, a saída foi fazer Uber para ajudar nos custos da casa. Após publicação de um influenciador digital, ela conseguiu ser recolocada no mercado de trabalho!

Instagram

Família abandona senhor doente na rua e moradores cuidam dele até encontrar abrigo 1