Família inteira raspa a cabeça para apoiar menina com tumor ósseo raro

Em março deste ano, a pequena Sarah, 7 anos, de Camboriú (SC), foi diagnosticada com um tumor ósseo raro, Sarcoma de Ewing. Como forma de ajudá-la a aceitar o difícil processo da queda dos cabelos,a família toda: pai, mãe e irmão rasparam a cabeça, deixando a Sarinha mais à vontade e feliz!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Agora estamos todos iguais, que demais!”, comemorou a Sarinha ao relatar o que achou do gesto da família.

Desde o diagnóstico, a vida dessa família passou por grandes mudanças. Hoje, eles moram em Santo Amando da Imperatriz (SC), onde encontraram tratamento para a Sarah. Para ajudar a família com os custos do tratamento, lançamos a sua vaquinha na VOAA. Clique aqui e contribua!

mãe e filha de cabeças raspadas
Sarinha ficou feliz quando a família raspou a cabeça. Foto: Arquivo Pessoal

Por se tratar de um câncer raro, o SUS não oferece a quimioterapia para o caso dela, tendo que os pais arcarem com as despesas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Na última ressonância dela apareceu mais duas metástases, uma na coluna e uma na costela”, contou a mãe Nalva Ravaneli.

menina com câncer raro em hospital
Sarah foi diagnosticada com tumor ósseo em março deste ano. Foto: Arquivo Pessoal

Cada bloco de quimioterapia custa 3 mil reais, fora outros medicamentos, combustível e moradia. A Sarah tem ainda mais 6 meses de tratamento, ou seja, mais 18 mil reais.

“Foi mudado a quimioterapia mas que não tem pelo SUS. Entramos com ação judicial, foi negada duas vezes. Agora entramos com outra ação e estamos aguardando. Estamos comprando todos os medicamentos”, disse.

“Ela tinha muito amor pelos cabelos”

Em abril, começou a cair os cabelos da Sarinha, foi um processo muito difícil para ela.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ela não aceitava, tinha os cabelos compridos e não deixava cortar. Ela ficou bem abalada e pediu que nos raspássemos a cabeça para ficar igual a ela. Ela está fazendo tratamento com psicóloga, mexeu muito com ela”, contou a mãe.

menina com câncer raro antes da queda dos cabelos
Sarinha ficou muito abalada com a queda dos cabelos. Foto: Arquivo Pessoal

mãe e filha antes de rasparem a cabeça
Para apoiá-la, a mãe também raspou a cabeça. Foto: Arquivo Pessoal

Família vendeu a sorveteria para cuidar da Sarah

Hoje, o único que trabalha em casa é o pai da Sarinha, como motorista de aplicativo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Mas na semana que ela tem quimioterapia, ele não consegue trabalhar porque ele me leva, depois volta pra colocar o nosso outro filho, de 8 anos, na escola e volta me buscar no hospital. Como ela pode ter reação na semana, ele não pode ficar longe”, explicou Nalva.

família com a cabeça raspada para apoiar menina de 7 anos com câncer raro
Para apoiar a pequena Sarah que está fazendo tratamento contra um câncer raríssimo, a família raspou a cabeça. Foto: Arquivo Pessoal

Vamos ajudar a Sarinha com o tratamento? Clique aqui e contribua.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Loja italiana abre as portas para cães de rua e incentiva adoção

Os habitantes da Catânia, uma comuna italiana localizada no coração da Sicília, ficaram bastante satisfeitos com a atitude de uma loja local da Ikea,...

[VÍDEO] Homem perde cão de estimação e o encontra 200 dias depois. A alegria deles é contagiante

Pat e Blue eram uma dupla inseparável. Só que há pouco mais de seis meses, Blue desapareceu em Washington (EUA). Pat já tinha desistido de...

Marília Mendonça se emociona ao visitar fã idoso em asilo

Um idoso de 74 anos que não tem família e mora em um asilo no município de Americana, no interior paulista, recebeu a ilustre...

Menina celebra 15 anos ao lado de socorristas que salvaram sua vida após acidente

Para a jovem Raquel Moro de Farias, que recentemente completou 15 anos de idade, motivos lhe sobraram para comemorar e valorizar a vida, como...

Fotógrafa viaja 14 anos para registrar as árvores mais antigas e raras da Terra

As árvores ancestrais fotografadas pela americana Beth Moon, durante 14 anos, resultaram num trabalho original e único. Beth viajou por todo o planeta para...

Instagram

Família inteira raspa a cabeça para apoiar menina com tumor ósseo raro 3