Família inteira raspa a cabeça para apoiar menina com tumor ósseo raro

Em março deste ano, a pequena Sarah, 7 anos, de Camboriú (SC), foi diagnosticada com um tumor ósseo raro, Sarcoma de Ewing. Como forma de ajudá-la a aceitar o difícil processo da queda dos cabelos,a família toda: pai, mãe e irmão rasparam a cabeça, deixando a Sarinha mais à vontade e feliz!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Agora estamos todos iguais, que demais!”, comemorou a Sarinha ao relatar o que achou do gesto da família.

Desde o diagnóstico, a vida dessa família passou por grandes mudanças. Hoje, eles moram em Santo Amando da Imperatriz (SC), onde encontraram tratamento para a Sarah. Para ajudar a família com os custos do tratamento, lançamos a sua vaquinha na VOAA. Clique aqui e contribua!

mãe e filha de cabeças raspadas
Sarinha ficou feliz quando a família raspou a cabeça. Foto: Arquivo Pessoal

Por se tratar de um câncer raro, o SUS não oferece a quimioterapia para o caso dela, tendo que os pais arcarem com as despesas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Na última ressonância dela apareceu mais duas metástases, uma na coluna e uma na costela”, contou a mãe Nalva Ravaneli.

menina com câncer raro em hospital
Sarah foi diagnosticada com tumor ósseo em março deste ano. Foto: Arquivo Pessoal

Cada bloco de quimioterapia custa 3 mil reais, fora outros medicamentos, combustível e moradia. A Sarah tem ainda mais 6 meses de tratamento, ou seja, mais 18 mil reais.

“Foi mudado a quimioterapia mas que não tem pelo SUS. Entramos com ação judicial, foi negada duas vezes. Agora entramos com outra ação e estamos aguardando. Estamos comprando todos os medicamentos”, disse.

“Ela tinha muito amor pelos cabelos”

Em abril, começou a cair os cabelos da Sarinha, foi um processo muito difícil para ela.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ela não aceitava, tinha os cabelos compridos e não deixava cortar. Ela ficou bem abalada e pediu que nos raspássemos a cabeça para ficar igual a ela. Ela está fazendo tratamento com psicóloga, mexeu muito com ela”, contou a mãe.

menina com câncer raro antes da queda dos cabelos
Sarinha ficou muito abalada com a queda dos cabelos. Foto: Arquivo Pessoal

mãe e filha antes de rasparem a cabeça
Para apoiá-la, a mãe também raspou a cabeça. Foto: Arquivo Pessoal

Família vendeu a sorveteria para cuidar da Sarah

Hoje, o único que trabalha em casa é o pai da Sarinha, como motorista de aplicativo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Mas na semana que ela tem quimioterapia, ele não consegue trabalhar porque ele me leva, depois volta pra colocar o nosso outro filho, de 8 anos, na escola e volta me buscar no hospital. Como ela pode ter reação na semana, ele não pode ficar longe”, explicou Nalva.

família com a cabeça raspada para apoiar menina de 7 anos com câncer raro
Para apoiar a pequena Sarah que está fazendo tratamento contra um câncer raríssimo, a família raspou a cabeça. Foto: Arquivo Pessoal

Vamos ajudar a Sarinha com o tratamento? Clique aqui e contribua.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,565,291SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Um encontro entre o ‘baixinho’ Sela, e o gigante Ivo Karlovic. Mais uma cena marcante no esporte

O tenista israelense Dudi Sela, de 1,75m de altura, não foi páreo para Ivo Karlovic, de 2,11m e dono de um dos saques mais...

Estudantes do Paraná criam sistema de baixo custo para evitar desperdício de água

De acordo com dados da Agência Nacional de Águas(ANA), antes de chegar às nossas torneiras, 37% da água tratada no Brasil é desperdiçada. Isso ocorre por...

Primeira ministra da Nova Zelândia promete alcançar 100% de energia renovável até 2030

Desde que entrou no poder, em 2017, a primeira ministra da Nova Zelândia Jacinda Ardern acabou tornando-se um grande exemplo de liderança eficaz. Além...

Conheça a primeira fábrica de massas artesanais do Brasil feitas por pessoas com síndrome de Down

Você já ouviu falar da Vaticana? Ela é a primeira fábrica de massas artesanais produzidas por pessoas com síndrome de Down no país. A iniciativa...

Empresa americana produz e doa escovas de dentes feitas de bambu

A empresa produz e doa escovas de dentes feitas de bambu para substituir o uso de escovas de plástico.

Instagram