Famílias criam projeto que recolhe lixo de praias de Peruíbe (SP) voluntariamente

Clique e ouça:

Três famílias apaixonadas por Peruíbe, no litoral Sul de São Paulo, se juntaram para recolher o lixo das praias da região. Batizaram o projeto de “Família Catalixo” e a missão é conscientizar o maior número de pessoas, turistas e residentes, de que “o seu lixo é de sua responsabilidade”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mais do que um dever de qualquer cidadão, uma das idealizadoras do projeto, Fabíola Rodrigues, afirma que é uma forma de preservar a natureza. Mas conscientizar pelo exemplo, botando a mão na massa, ao invés de apenas dizer que lugar de lixo é no lixo.

Leia também: No litoral de SP, quem recolher lixo da praia ganha aula grátis de stand up paddle

A ideia surgiu numa conversa com a amiga Fabiana Cabral sobre o aumento do lixo nas praias de Peruíbe. Concluíram que uma forma de amenizar o problema seria levando saquinhos nas suas caminhadas. Em novembro de 2018, um amigo saiu do mar carregando sacos plásticos: a ideia do “Família Catalixo” ganhava mais força.

famílias recolhem lixo praias peruíbe

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“As famílias resolveram se juntar a nós duas para fazer a coleta. Nós não moramos em Peruíbe, mas a gente não se considera turista. Temos casa de veraneio na cidade há mais de 20 anos, e temos uma longa história de amor pela cidade”, disse Fabíola ao Razões para Acreditar.

famílias recolhem lixo praias peruíbe

O projeto começou oficialmente em janeiro de 2019 e conta com uma página no Instagram, onde divulgam as ações do grupo e convidam mais pessoas a participar. Em janeiro, foram 10 ações. Fabíola conta que a intenção é fazer pelo menos uma coleta por mês, já que todos moram em São Paulo.

“Todo o lixo que recolhemos é descartado nas lixeiras da Prefeitura, localizadas na praia mesmo, até porque a cidade não tem coleta seletiva”, afirma.

famílias recolhem lixo praias peruíbe

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Vovó de 70 anos passa o ano tirando lixo de 52 praias

Segundo ela, os lixos mais comuns são as bitucas de cigarro (“em primeiríssimo lugar”), canudos plásticos, garrafas PET e latinhas. Mas Fabíola diz que eles encontram de tudo, pasmem: desde absorventes, fraldas sujas, pinos de drogas até camisinhas. Coisas realmente difíceis de acreditar!

famílias recolhem lixo praias peruíbe

Com luvas apropriadas, o “Família Catalixo” deposita o lixo recolhido em sacolas de 3 litros: “Já chegamos a recolher mais de 200 kg de lixo em pouco mais de 2h de caminhada em um pequeno trecho”. Fabíola ressalta que o grupo não tem apoio externo nem tem interesse: é por amor à Peruíbe!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

famílias recolhem lixo praias peruíbe famílias recolhem lixo praias peruíbe

É como se a gente estivesse cuidando do quintal da nossa casa. É gratificante, mas também revoltante quando a gente para perto de uma barraca e vê o pessoal sem consciência. Tudo é jogado no chão. Mas quando a gente termina o que tá fazendo é uma sensação, assim, de gratidão e amor. Faz a gente se sentir tão bem que não dá vontade de parar”, destaca Fabíola.

famílias recolhem lixo praias peruíbe

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

famílias recolhem lixo praias peruíbecrédito das fotos: Reprodução/Família Catalixo

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,078,209FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,712SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Vaquinha para motoboy humilhado bate mais de R$100 mil em menos de 24h

Todo mundo acordou ontem precisando engolir a seco a história do Matheus Pires, de Valinho (SP). Vivemos em um país onde ainda há muita indiferença...

Homem raspa cabelo da namorada com alopecia, depois o seu também e ela não aguenta a emoção

Quando a gente escuta que amar não tem limites, a gente fala de gestos como o de Damien! Ele namora Eva Barilaro e, recentemente, os...

Holanda bate recorde e é o primeiro país sem nenhum cão de rua abandonado

O governo holandês deu uma notícia inspiradora para todo o mundo. O país é o único a não ter cães de rua abandonados. Isso é...

Instagram

Famílias criam projeto que recolhe lixo de praias de Peruíbe (SP) voluntariamente 13