Mãe adotiva tem ideia maravilhosa para trabalho de escola da filha que pediram “foto da barriga”

Esta matéria foi publicada originalmente no site Tudo Sobre Minha Mãe e gostaríamos de dividir com vocês.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Algumas situações nos apresentam desafios, mas Junya Sant Anna, soube lidar com amor e criatividade quando sua filha adotiva, Bárbara, chegou em casa dizendo de um trabalho escolar que ela teria que fazer. O trabalho consistia em fazer um álbum de fotos da mãe grávida, dela recém nascida, do momento do nascimento e outros fatos marcantes de sua primeira infância.

A solução para as fotos de grávida foi recortar um buraco em uma velha camiseta branca, fazer a filha “entrar” no buraco e fazer uma foto de frente para o espelho. Dessa maneira, pareceu que Bárbara estava na barriga da mãe. A maneira bem humorada de fazer esse trabalho mostra que, elas já estão acostumadas a levar a vida de um jeito leve e otimista: “Eu tirando a foto e ela morrendo de rir em frente ao espelho”, disse Junya ao site Tudo Sobre Minha Mãe.

Relacionado: Bebê de 2 anos grita “papai” após fim do processo de adoção

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desde muito pequena, Bárbara sabe que é adotada e, elas sempre conversaram muito abertamente sobre o assunto. A solução de ser verdadeira já faz parte da realidade das duas: “A minha solução foi ser verdadeira como eu sempre fui. Nós sempre rezamos pela outra mãe dela. E eu sempre repito que ela teve muita sorte por ter tido 2 mães”.

Junya é microempresária e passou 5 anos fazendo tratamento para engravidar, na época em que ainda era casada. Depois de várias tentativas frustradas, ela decidiu entrar na fila para adoção, contra a vontade do marido. Algum tempo depois eles se separaram, mas ela continuou na fila e, após 3 anos, Bárbara chegou, quando ela ainda não tinha nem berço em casa.

A vida sempre nos surpreende e, quando Bárbara não tinha nem um ano de idade, Junya acabou engravidando sem querer, de um ex namorado, quando tinha 44 anos. Hoje, eles já não estão mais juntos, mas ele é um excelente pai, para as duas meninas. Junya afirma que, de vez em quando, sofre algum tipo de preconceito e as pessoas ficam fazendo perguntas por estranharem que, Gabriela, a filha mais nova, é branca, enquanto Bárbara é negra. Mas a solução encontrada por ela, é sempre dando respostas bem humoradas, que desconcertam qualquer um.

O trabalho fez tanto sucesso, que Bárbara se diz orgulhosa de ter sido a única criança que teve o trabalho apresentado pela professora. A questão da adoção é tratada com naturalidade na casa delas. Junya faz questão de dizer à filha, o quão sortuda ela é, por poder ter duas mães e, juntas, sempre rezam pela mãe biológica de Bárbara: “Eu sempre enfatizei dela ter orgulho de quem ela é. Eu não estou criando uma filha coitadinha por ser adotiva. Eu quero criá-la para ser uma mulher forte e independente”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Matéria originalmente publicada no site Tudo Sobre Minha Mãe

Fotos: Junya Sant Anna / arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,491,052SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Idosos japoneses se voluntariam para lidar com a crise nuclear, e polpam os jovens

Aposentados japoneses são voluntários para lidar com a crise nuclear Yasuteru Yamada disse que pessoas de todas as faixas etárias são benvindas no grupo. Um grupo...

Gari distribui pão e água para moradores da Cracolândia em São Paulo

"Eu tenho muito dó daqueles que eu vejo sofrendo diante de mim também”

Hospital infantil ganha novas pinturas nas paredes que são pura alegria para as crianças

Lugar de criança nunca deveria ser o hospital. Mas, infelizmente, alguns pequenos praticamente não conhecem outra vida que não de tratementos e salas médicas. Porém,...

Licença paternidade de 8 semanas é um dos destaques do relatório anual da Johnson & Johnson

Quando recebi o relatório anual da Johnson & Johnson, chamado "Saúde para a Humanidade", resolvi, antes de mais nada, pesquisar um pouco mais sobre a...

Bráulio Bessa e esposa transformam casa própria em centro cultural para crianças carentes

Esse poeta de alma boa não para de nos surpreender, não apenas com seus versos, mas sobretudo com seus gestos. Bráulio Bessa e a...

Instagram